Dutra vibra com primeira taça pelo Corinthians e vê margem para crescimento individual

Dutra vibra com primeira taça pelo Corinthians e vê margem para crescimento individual

Por Meu Timão

2.0 mil visualizações 47 comentários Comunicar erro

Dutra posa com troféu do Paulistão-2018, seu primeiro título com Corinthians

Dutra posa com troféu do Paulistão-2018, seu primeiro título com Corinthians

Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa

Uma das contratações do Corinthians para 2018, Júnior Dutra celebrou como poucos a conquista do Campeonato Paulista, consumada no último domingo, sobre o Palmeiras, nos pênaltis. Embora tenha ficado no banco de reservas na finalíssima, o atacante levantou o primeiro troféu pelo Timão, time com o qual sonhava em defender há anos, mais precisamente desde 2012.

Júnior Dutra, então jogador do Kashima Antlers, do Japão, acompanhou das arquibancadas a vitória corinthiana sobre o Chelsea, da Inglaterra, na decisão do Mundial de Clubes da Fifa daquele ano. Ali, em pleno estádio de Yokohama, ele se deu conta de que a Fiel estava longe de ser uma torcida de clube de futebol como as outras.

“Na minha chegada (ao Corinthians) já havia comentado sobre a festa que a torcida fez no Japão, mas sentir essa energia estando lá dentro do gramado foi algo surreal”, reconheceu Júnior Dutra.

Dutra disputou 16 partidas e marcou um gol desde que foi adquirido pelo Corinthians junto ao Avaí. Sincero, o camisa 29 admite que ainda não mostrou tudo que sabe pelo Timão e que possui margem para evolução individual.

“É uma mudança grande. Tem a questão da adaptação a uma nova filosofia de trabalho. Acredito que o balanço foi positivo. Foram 16 jogos até aqui e um título conquistado. Tenho consciência que preciso melhorar em alguns aspectos e estou trabalhando muito para que isso aconteça. O grupo é muito qualificado e você tem que estar em constante evolução”, explicou o atacante.

Reforço solicitado pelo técnico Fábio Carille, o ex-Avaí está à disposição para a estreia do Corinthians no Campeonato Brasileiro, domingo, na Arena Corinthians, contra o Fluminense. Na avaliação dele, a Série A se trata de uma das competições mais equilibradas do planeta.

“São 38 rodadas e o professor Carille vai precisar de todo o elenco. Temos que estar sempre preparados para entrar e dar nosso melhor para buscarmos manter o título conquistado no ano passado”, completou.

Veja mais em: Júnior Dutra e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Jadson é o artilheiro do elenco em 2018, com 15 gols; é o que mais fez com Jair Ventura

    Jadson se torna artilheiro da era Jair Ventura; meia participou de 12 dos últimos 20 gols do Timão

    ver detalhes
  • Roger entrou aos 13 minutos do segundo tempo e conseguiu fazer um dos gols do Timão em Salvador

    Roger é o atacante do Corinthians que precisa de menos tempo em campo para fazer um gol

    ver detalhes
  • Duelo ganhou ares dramáticos com prorrogação, mas terminou em alívio e comemoração dos corinthianos

    Em jogo dramático, pivô faz três, Corinthians segura empate na prorrogação e vai às quartas da LNF

    ver detalhes
  • Roger marcou o gol da virada do Corinthians, que ainda levou empate do Vitória nos acréscimos

    Veja sobe e desce do Corinthians na classificação ao término da 30ª rodada do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes