Dupla de volantes admite cansaço, mas culpa desatenção inicial por derrota do Corinthians

Dupla de volantes admite cansaço, mas culpa desatenção inicial por derrota do Corinthians

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

1.9 mil visualizações 38 comentários Comunicar erro

Para Gabriel, sair atrás dificultou muito a tarefa para o Corinthians em Itaquera

Para Gabriel, sair atrás dificultou muito a tarefa para o Corinthians em Itaquera

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Em jogos de Libertadores, costuma ser natural que os times da casa exerçam pressão ofensiva nos primeiros minutos de partida. Nesta quarta-feira, na Arena, ocorreu o contrário. Com o Corinthians desajeitado, o Independiente foi para cima e marcou duas vezes. Com a dura série de partidas nos últimos dias, ficou complicado para os comandados de Carille correrem atrás do placar, que terminou com revés por 2 a 1, como explica Gabriel.

"Tomamos o gol com dois minutos e jogamos o jogo inteiro atrás do placar. É complicado, ainda mais nessa sequência. Se você faz um gol antes, já consegue administrar de uma outra maneira. São coisas do futebol, acontece, agora é melhorar essa atenção nos inícios dos jogos para conseguirmos fazer o resultado e administrar a partida. Ainda tem muita coisa pra acontecer no ano", afirmou o volante, na zona mista do estádio do Corinthians.

Leia também:
Sheik beira nota zero e só Pedrinho se salva em derrota do Corinthians
Corinthians leva gol com um minuto, demora a acender e perde a primeira na Libertadores

Apesar de admitir o cansaço, nada de culpar a sequência de partidas pelo baixo rendimento dentro de campo. Assim como Balbuena, quem também negou qualquer influência da parte física no resultado foi Maycon. O volante, no entanto, reconheceu que descansar é importante, relembrando o ano de 2017 - com compromissos mais espaçados graças a eliminação precoce na Copa do Brasil.

"O calendário está cruel para nós. Libertadores, depois Copa do Brasil... algumas equipes do Brasileirão descansando, enfim. A gente fez isso ano passado, sabemos como é importante, mas não podemos culpar isso pelo nosso primeiro tempo tão ruim. Tem que estar sempre ligado, fazer sempre o melhor. A equipe adversária era muito boa, e pagamos o preço muito alto pelo nosso começo ruim", disse o camisa 8.

Influenciando ou não, Carille já garantiu que vai preservar um pouco seus principais atletas. O técnico adiantou que o time alvinegro contará com uma série de mudanças para o embate contra o Ceará, neste domingo, às 11h.

Veja mais em: Maycon, Gabriel e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Torcida do Corinthians ganhou boa opção de matar saudade da Arena depois da Copa do Mundo

    Corinthians inicia venda de pacotes de jogos na Arena com direito a Libertadores de brinde

    ver detalhes
  • Luigi Gaspar dá seus primeiros passos na carreira de jogador

    Filho de Edu Gaspar assina primeiro contrato com o Corinthians; ex-jogador comemora

    ver detalhes
  • Hector Tapia, treinador do Colo-Colo, durante entrevista ao Meu Timão na cidade de Atibaia

    Estágio no Corinthians com Tite e busca por gols: técnico do Colo-Colo fala ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Matheus Pereira, aos 20 anos de idade, teve passagem apagada pelo Paraná

    Ex-joia entra em lista de dispensa do Paraná; parte dos direitos segue com Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes