Corinthians aprende com derrota de 2017, e Rodriguinho explica estratégia contra Vitória

Corinthians aprende com derrota de 2017, e Rodriguinho explica estratégia contra Vitória

Por Meu Timão

2.1 mil visualizações 37 comentários Comunicar erro

Rodriguinho durante a derrota do Corinthians para o Vitória em 2017

Rodriguinho durante a derrota do Corinthians para o Vitória em 2017

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians entra em campo nesta quinta-feira à noite, contra o Vitória, pelo decisivo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O duelo está marcado para a Arena, mesmo estádio onde o Timão foi surpreendido e perdeu por 1 a 0 para o Vitória naquela que se tornou a primeira derrota alvinegra no Brasileirão-2017.

E o revés de agosto do ano passado ainda reverbera no Corinthians. Em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, Rodriguinho mostrou ter aprendido com os erros daquela partida e explicou assim a estratégia do Timão para evitar um novo tropeço em casa diante dos baianos.

"Cada jogo é uma história, mas acho que eles vão querer jogar fechadinho, explorando o contra-ataque. Acabaram fazendo o gol no começo, fizeram duas linhas de quatro, criando dificuldades. Vamos atacar com mais responsabilidade, com cuidado atrás, para fazer o gol e obrigar o adversário a sair", comentou.

Um problema a ser considerado, no entanto, é o fato de o Corinthians ter levado gols no início das duas últimas partidas - derrota para o Independiente e empate contra o Ceará. Rodriguinho pediu maior concentração diante do Vitória.

Leia também:
Em parceria inédita, Rodriguinho pede sequência a Pedrinho e analisa o novo titular do Corinthians
Roger e Matias saem, Rodriguinho e Dutra voltam: os relacionados do Corinthians contra Vitória

"Infelicidade ou mérito do adversário. Às vezes uma bola parada tem atrapalhado, são coisas que acontecem. Temos que melhorar a concentração, porque correr atrás é sempre mais difícil. Saindo na frente é sempre melhor. Quando acontece o contrário, os espaços vão para a equipe adversário e as coisas ficam piores", disse.

De toda forma, o Corinthians, por mais atento que esteja, está sujeito a tomar um gol, é claro. E o novo regulamento da Copa do Brasil, nesse cenário, é bem visto por Rodriguinho - agora não há mais peso extra para gols anotados pela equipe visitante. Assim, não pesa tanto o fato de o Timão não ter balançado as redes no empate de 0 a 0 da ida.

"Acabou sendo bom para a gente. Se a gente tomasse um gol, teríamos que fazer dois... Seria mais complicado. Mas, independente disso, a gente não quer levar a decisão para os pênaltis. Quer ganhar no tempo normal. A nossa preocupação é atacar o Vitória, mas com a defesa bem postada, para que o adversário não tenha chances de gol", finalizou.

Vale enfatizar: qualquer triunfo do Corinthians diante do Vitória dá a classificação às quartas de final ao Timão. Em caso de nova igualdade, a decisão vai para as penalidades.

Veja mais em: Rodriguinho e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Carille retornou da Arábia Saudita para assumir o Corinthians em 2019

    Com festa da Fiel, Carille desembarca no Brasil e fala pela primeira vez sobre retorno ao Timão

    ver detalhes
  • Sornoza fez boa temporada no Fluminense; meia já foi finalista da Libertadores com o Independiente del Valle

    Sem envolver jogadores, Corinthians e Fluminense chegam a acordo por transferência de Sornoza

    ver detalhes
  • Corinthians já anunciou cinco reforços para 2019

    Com Ramiro, Corinthians se torna clube da Série A com mais contratações para 2019

    ver detalhes
  • Contratação de Ramiro foi aprovada pela torcida do Corinthians

    Torcida do Corinthians aprova contratação de Ramiro em enquete avassaladora

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes