Recuperação, expectativa e dicas do irmão: Gustavo Mantuan abre o jogo ao Meu Timão

Recuperação, expectativa e dicas do irmão: Gustavo Mantuan abre o jogo ao Meu Timão

15 mil visualizações 42 comentários Comunicar erro

Gustavo Mantuan está perto de um retorno aos gramados após lesão no joelho direito

Gustavo Mantuan está perto de um retorno aos gramados após lesão no joelho direito

Foto: Reprodução / Instagram

Aos 16 anos, Gustavo Mantuan tem sonhos grandes como jogador do Corinthians. Irmão mais novo do lateral Guilherme, que atua no profissional do clube, o meio-campista do Sub-17 alvinegro vive a reta final da recuperação de uma cirurgia no joelho direito e já projeta um grande retorno ainda nesta temporada. Foi o que o jovem contou em entrevista exclusiva ao Meu Timão, onde compartilhou mais sobre suas aspirações com a camisa alvinegra.

Gustavo sofreu uma entrada forte em um empate de sem gols contra o Red Bull Brasil, em outubro de 2017, que selou a vaga do Timãozinho na semifinal do Campeonato Paulista Sub-17. O lance lhe rendeu um rompimento no ligamento do joelho direito, sem data prevista para um retorno aos gramados. O tratamento foi iniciado com um procedimento cirúrgico e fisioterapia, realizada tanto na base do clube quanto no CT Joaquim Grava, com a equipe médica do profissional. Mais de oito meses após a lesão, o meia se mostrou otimista pela recuperação.

"É uma lesão complicada, que dura de seis a nove meses, um ano, para ficar inteiro. Foi uma recuperação dura, está sendo, né? Fui para o profissionais para me tratar lá, pelos equipamentos serem melhores, os fisioterapeutas de lá, o Bruno (Gorgatti) e o Luciano (Moreira Rosa), ajudaram muito nessa parte. Tanto como o Douglas (Toffoli) daqui (do Sub-17) e o Brunão (Bruno Almeida) que estão sendo excepcionais. Está indo tudo certo, já estou quase zerado", disse Gustavo.

Os pais e os irmãos de Gustavo, Guilherme e Giulia - que atua na equipe de natação do Corinthians -, estavam presentes nas arquibancadas do Estádio Alfredo Schürig, a Fazendinha, no dia em que o meia sofreu a lesão. Já podendo olhar para trás em sua recuperação, o jovem ressaltou a importância dos família neste processo, principalmente do irmão mais velho."Ouvi muitos (conselhos). Principalmente do meu irmão", disse.

"Ele (Guilherme Mantuan) está sempre comigo, sempre me dando apoio, sempre me dizendo para nunca parar e fazer os trabalhos direitinho. Tanto quanto meus pais também, meu irmão foi essencial para essa recuperação", contou.

No ano passado, por conta de sua lesão, Gustavo ficou de fora de duas decisões do Sub-17 do Corinthians. A primeira foia semifinal do Paulistão, diante da Ponte Preta, que terminou com uma derrota corinthiana por 2 a 1 no jogo de ida e um empate sem gols na volta. Já a segunda teve um peso ainda maior: a final da Copa do Brasil diante do Palmeiras. O título acabou com o rival, na disputa dos pênaltis.

Apontado como um dos principais nomes do Timãozinho antes da lesão, o meia deixou as decisões perdidas no passado e projetou novas no futuro próximo. "Esse ano vai ter os mesmos campeonatos fortes do ano passado, onde eu acabei me lesionando. Mas a expectativa é muito grande, eu estou com uma vontade enorme de voltar a jogar, ajudar a equipe Sub-17. Temos bons campeonatos, tem agora a Taça BH que eu não sei se vou ir, mas estamos na expectativa", disse Gustavo. O Corinthians, aliás, estreia na competição em Belo Horizonte no próximo dia 17, diante do Vitória.

Gustavo Mantuan defende o Corinthians desde os sete anos

Gustavo Mantuan defende o Corinthians desde os sete anos

Reprodução / Instagram

Apesar da pouca idade, Gustavo tem uma história longa no Corinthians. O meia defende a camisa alvinegra desde os sete anos de idade, e tem o irmão como grande espelho para crescer no clube. Guilherme Mantuan, também revelado nas categorias de base do Parque São Jorge e no Timão há quase 15 anos, conseguiu espaço entre os profissional nesta temporada e tem sido titular na lateral-direita alvinegra no lugar de Fagner - que atua na Seleção Brasileira.

Na busca por sua própria história no clube, o "peso" de seguir os passos irmão não assusta Gustavo. "Acho que não, o peso é o mesmo. Pode ser que tenha uma pressão a mais, mas para mim, levo como normal", afirmou o meia. "Eu quero uma bela história (no Corinthians), conquistar muitos títulos. Tanto agora na base, como quando eu subir para o profissional. Eu espero ganhar muitos títulos importante com essa camisa, que é muito grande, o que é muito gratificante", completou.

A relação de Gustavo e Guilherme se mostrou ainda mais próxima quando o assunto são "dicas" para para enfrentar a expectativa da torcida sobre seu futebol. "Como meu irmão já está lá (no profissional), ele já vai me preparando psicologicamente para as coisas. Mas para mim é normal a pressão, levo numa boa. Ele (Guilherme) me ajuda bastante com essas coisas, então é tranquilo", projetou.

Gustavo tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2020, com 100% de seus direitos federativos ligados ao clube. Além do irmão, o meio-campista ainda tem outros atletas para se espelhar e ser incentivado a crescer no Timão. Todos eles, amigos de base. O atacante Pedrinho e volante Maycon, que recentemente foi vendido ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, são um dos citados. Ambos com 20 anos de idade.

"O bom é que eu tenho isso dentro de casa, né? Com meu irmão lá que acabou de subir, que está bem. O Pedrinho, que é muito amigo nosso também, o Maycon... É um incentivo a mais, com certeza", afirmou Gustavo.

Guilherme Mantuan, Maycon, Gustavo e Pedrinho: pratas da casa no Corinthians

Guilherme Mantuan, Maycon, Gustavo e Pedrinho: pratas da casa no Corinthians

Reprodução / Instagram

Ainda sem Gustavo, o Sub-17 do Corinthians volta a campo no próximo sábado, 9 de julho, na Fazendinha, no Parque São Jorge. A partida será diante do Santo André, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. A equipe comandada por Marcos Soares já está classificada para a próxima etapa do torneio, na liderança do Grupo 8, com 30 pontos.

Para o meia, o ano do Timãozinho tende a ser grande. "Pode ser (uma temporada) grande. A equipe está muito bem, muito bem formada, muito bem treinada. Dá para ganhar vários títulos aí, com esses campeonatos que temos pela frente", finalizou Gustavo Mantuan.

Veja mais em: Base do Corinthians e Guilherme Mantuan.

Veja Mais:

  • Jair conta com Romero para surpreender Cruzeiro fora de casa; time viaja à noite

    Jair preserva titulares, e Corinthians não tem treino tático antes de pegar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Livre de incômodo, Douglas deve ser novidade no time titular do Corinthians

    Com retorno de volante, Corinthians relaciona 22 para viagem a Belo Horizonte

    ver detalhes
  • Andrés (à dir.) ao lado do diretor de futebol Duílio Monteiro

    Presidente do Corinthians viaja à Europa em busca de contratações

    ver detalhes
  • Gabriel pode deixar o Corinthians ao fim da atual temporada

    Gabriel volta a ter saída cogitada para o futebol europeu; agente do volante está na Itália

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes