Dificuldade financeira do Corinthians tem ligação direta com a saída de três titulares; entenda

Dificuldade financeira do Corinthians tem ligação direta com a saída de três titulares; entenda

Por Meu Timão

18 mil visualizações 150 comentários Comunicar erro

Maycon e Sidcley deixaram o clube em momento importante da temporada

Maycon e Sidcley deixaram o clube em momento importante da temporada

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A parada para a Copa do Mundo teve impacto bem negativo no Corinthians. Antes mesmo da pausa, o clube já havia perdido Maycon, titular e peça importante com Carille e Loss. Entre sexta-feira e sábado, foi a vez de Sidcley e Balbuena, também parte do 11 inicial, deixar o CT Joaquim Grava. E as três saídas tem influência notável da dificuldade financeira que passa o Timão.

No primeiro caso, chama atenção o baixo valor pago pelo Shakhtar Donetsk para contar com Maycon - apenas 6,6 milhões de euros (em torno de R$ 28 milhões). A quantia ficou aquém do esperado pela Fiel e a explicação pode ser justamente a grande necessidade atual dos cofres alvinegros. Para efeito de comparação, é possível utilizar o próprio Sidcley como exemplo.

Cinco anos mais velho que Maycon, o lateral foi negociado pelo Atlético-PR com o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, por 5 milhões de euros - 1,6 milhões de euros a menos do que o Shakhtar Donestsk desbancou pelo volante de 20 anos, que se destaca desde as categorias de base do Timão.

No caso de Sidcley, a influência da falta de poderio financeiro do Corinthians fica ainda mais clara. Com contrato de empréstimo até o fim de ano, o clube detinha a preferência de compra do camisa 16. Para efetuá-la, precisava desbancar 3 milhões de euros (R$ 14 milhões). A direção alvinegra, no entanto, nem chegou a cogitar a possibilidade.

A última perda importante do Timão, confirmada neste sábado, foi a de Balbuena. O West Ham, da Inglaterra, pagou os 4 milhões de euros previstos em multa e acertou a contratação do zagueiro paraguaio. Estabelecer uma multa tão baixa foi a única alternativa para conseguir a renovação com o camisa 4, visto que o clube não conseguiu oferecer altas quantias de luva e de salário. Perdê-lo, então, era questão de tempo.

Em abril deste ano, vale lembrar, o Corinthians divulgou seu último balanço financeiro, com tudo que entrou e saiu dos cofres em 2017. Na ocasião, o clube registrou déficit de R$ 35 milhões, com atrasos em pagamentos de direitos, luvas e outras dívidas. Recentemente, o Timão trocou de diretor financeiro. Matias Antonio Romano de Ávila, em sua primeira entrevista, tranquilizou a torcida sobre a atual situação.

Veja mais em: Sidcley, Maycon, Balbuena e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Árbitro que prejudicou Corinthians diante do Flamengo é escalado para volta das semifinais

    Árbitro que prejudicou Corinthians diante do Flamengo é escalado para volta das semifinais

    ver detalhes
  • Agora capitão fixo do Corinthians, Cássio ergue a taça do hepta, em 2017

    Fim de rodízio? Volante do Corinthians nega conversa de Jair sobre escolha de capitão fixo

    ver detalhes
  • Pacaembu irá receber clássico entre Corinthians e Santos no Brasileirão

    Rival solicita, e Corinthians voltará ao Pacaembu ainda em 2018

    ver detalhes
  • Reservas fizeram uma atividade de um contra um durante boa parte desta terça-feira

    Treino do Corinthians tem ausência de titulares, um contra um dos reservas e goleiros no futevôlei

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes