Novo treinador sobre a estreia em pleno Dérbi: 'Seria fácil me ausentar, mas eu gosto de desafios'

49 mil visualizações 152 comentários

Jair Ventura foi apresentado pelo Corinthians no início da noite desta sexta-feira

Jair Ventura foi apresentado pelo Corinthians no início da noite desta sexta-feira

Rodrigo Vessoni

A tabela do Campeonato Brasileiro deu "de presente" a Jair Ventura a incumbência de estrear no comando do Corinthians num Dérbi, em pleno Allianz Parque. Um enorme desafio que o treinador matou no peito e preferiu encarar.

Em sua entrevista de apresentação, no início da noite desta sexta-feira, o treinador demonstrou conhecimento da importância do clássico para corinthianos e palmeirenses, lembrou que poderia ficar ausente do banco de reservas devido ao curto período no clube, mas rechaçou que isso sequer tenha passado pela sua cabeça.

"Jogo grande. O treinador acaba trabalhando muito pouco emocionalmente, porque já é um jogo grande. Sabemos da responsabilidade do jogo, mas é a vida do treinador. Chegar e disputar um grande clássico contra um grande treinador. Vamos fazer um grande jogo. Não podemos fugir da responsabilidade. Seria fácil eu chegar e me ausentar para deixar a maré passar, mas gosto de desafios, e vamos encarar como um desafio esse clássico", avisou.

Leia também:
Jair Ventura é apresentado pelo Corinthians e já mira título da Copa do Brasil
Jair Ventura esboça escalação para Dérbi em primeiro treino no Corinthians

Jair Ventura não sabia do retrospecto recente do Corinthians diante do Palmeiras, que venceu seis dos últimos sete jogos contra o time verde. Mas demonstrou conhecimento do clima pesado que se transformou o Dérbi após o título paulista do Timão em pleno Allianz Parque.

"Acho que o clássico é sempre um campeonato à parte, e é verdade. Tentamos tirar o peso do jogo, mas sabemos como funciona. Não podemos deixar essa adrenalina extrapolar. Somos exemplos para milhões de pessoas, temos que fazer um clássico na bola, sem violência!", lembrou o treinador, que completou:

"Acho que quando apita, não pensa no último jogo, na sequência. De forma natural, quando inicia um clássico, já envolve muitas coisas. Esses jogos ficam marcados e você pode ficar marcado na história. Todo mundo sabe da responsabilidade. Temos que encarar todos os jogos como grandes jogos", finalizou.

Veja mais em: Jair Ventura e CT Joaquim Grava.

Veja Mais:

  • Gustavo Mosquito era um dos destaques do Paraná na temporada

    Volta de Gustavo Mosquito ao Corinthians revolta torcedores do Paraná; entenda

    ver detalhes
  • Corinthians realiza último treino no CT antes de encarar o Grêmio neste sábado

    Sem Fagner e Carlos, Corinthians finaliza preparação para duelo com Grêmio; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Ruan Oliveira estreia pelo profissional do Corinthians no primeiro compromisso da equipe pelo Brasileirão de 2020

    Corinthians prorroga empréstimo de meia Ruan Oliveira; jogador ganhará espaço com Tiago Nunes

    ver detalhes
  • Entenda a dor de cabeça de Tiago Nunes no Corinthians

    [Vitor Chicarolli] Entenda a dor de cabeça de Tiago Nunes no Corinthians

    ver detalhes
  • Otero é pretendido pelo Corinthians e pode chegar para concorrer com Mateus Vital

    Otero recebe elogios de Vital, possível concorrente por vaga de titular no Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deixou o Corinthians no início desta temporada e segue sem clube

    Corinthians emite nota oficial em defesa de Jadson e desmente diretor de futebol do Coritiba

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: