Jair prioriza questão física em semana livre e explica processo para dar sua cara ao Corinthians

9.7 mil visualizações 46 comentários

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni, no CT Joaquim Grava

Durante semana livre, Jair dosou trabalhos para preservar parte física dos atletas

Durante semana livre, Jair dosou trabalhos para preservar parte física dos atletas

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Tendo de lidar com o calendário apertado e uma maratona de jogos importantes desde que chegou ao Corinthians, Jair Ventura teve, nos últimos dias, uma rara semana livre para trabalhar. Apesar da óbvia necessidade de implementar suas ideias, o técnico precisou dosar bem os treinos, priorizando a questão física do plantel alvinegro.

"Essa semana seria ótima para trabalhar, implementar uma série de coisas, mas o Corinthians vinha numa pegada forte de jogos. Foi muito mais uma recuperação, para encher o tanque. Teremos uma série de jogos pegados e decisivos, não só na Copa do Brasil, mas no Brasileiro", pontuou, em coletiva concedida após o treino desta sexta-feira.

Leia também:
Jair Ventura testa time titular do Corinthians pela terceira vez; zagueiro leva pancada e sai antes
Em lista com Pablo e Malcom, Tite não convoca corinthianos para novos amistosos da Seleção

Sem esse período para carga máxima em atividades técnicas, táticas e físicas, Jair admite que o Timão ainda não tem sua cara. Como esperado para quem "troca o pneu com o carro andando", o treinador vai precisar de tempo para consolidar suas ideias. E o próprio comandante admite essa necessidade.

"Não tem cara de Jair, mas cara do Corinthians. Você tem que implementar o que entende do futebol. Estou conhecendo o grupo ainda, no dia a dia é diferente. Essa semana foi importante para estarmos próximos, ter mais treinos. Você, naquela ânsia de colocar suas ideias, pode acabar atrapalhando. Para não sobrecarregá-los, vou colocando as coisas de forma gradativa", analisou.

Leia também:
Vaga é do Vital! Jair Ventura explica nova escalação e nega foco do Corinthians no Flamengo
Jonathas tem lesão constatada, não joga no domingo e vira dúvida para semi da Copa do Brasil

Entre o que precisa ser trabalhado, Jair reconhece que a parte ofensiva é o grande foco de momento. Desde que o treinador chegou ao CT Joaquim Grava, o Corinthians demonstrou evolução defensiva, sobretudo contra o Flamengo, em partida válida pela Copa do Brasil.

"A situação ofensiva tem que ser trabalhada, pelo fato de o Corinthians ser uma das equipes que menos finaliza. Mas isso tem que ser trabalhado com calma, sem esquecer da parte defensiva. Não podemos passar muita coisa para os atletas, mas aos poucos vamos implementando nosso trabalho", concluiu.

Veja mais em: Jair Ventura.

Veja Mais:

  • Léo Natel jogou emprestado no futebol do Chipre

    Léo Natel inicia bateria de exames e já tem data limite para ser anunciado pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Situação de Cantillo não preocupa o Corinthians

    Presidente do Corinthians garante pagamento no prazo e afasta chances de saída de Cantillo

    ver detalhes
  • Tiago Nunes separou o grupo para mais um dia de treinos no CT Joaquim Grava

    Tiago Nunes trabalha setores separados em nova manhã de trabalho do Corinthians; veja fotos

    ver detalhes
  • Neto conversou com a reportagem do Meu Timão nesta segunda-feira

    Ao Meu Timão, Neto indica ponto positivo na gestão de Andrés e valoriza homenagens do Corinthians

    ver detalhes
  • O Corinthians é o time do povo, mas exatamente de que povo?

    [Mayara Munhoz] O Corinthians é o time do povo, mas exatamente de que povo?

    ver detalhes
  • Tiago Nunes e sua comissão técnica podem levar os atletas novamente à Arena Corinthians para treinamentos

    Comissão técnica do Corinthians prepara ações para minimizar estádios sem presença de público

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: