Gustavo Silva define suas funções em campo e reconhece mau momento do ataque do Corinthians

Gustavo Silva define suas funções em campo e reconhece mau momento do ataque do Corinthians

Por Meu Timão

25 mil visualizações 59 comentários Comunicar erro

Gustavo Silva fez análise de suas funções em campo na coletiva da sua apresentação

Gustavo Silva fez análise de suas funções em campo na coletiva da sua apresentação

Foto: Reprodução / TV Corinthians

Depois de anunciar a contratação de Gustavo Silva no início deste mês, o Corinthians apresentou o atacante na tarde desta terça-feira, em coletiva no CT Joaquim Grava. O jovem aproveitou para detalhar mais sobre as funções que exerce em campo, ressaltando que pode atuar nas pontas e também por dentro do ataque, mesmo tendo 1,69m de altura.

"Minhas características são de velocidade, chegar no fundo, chutar cruzado. Gosto muito de fazer gol, né, quem não gosta? (risos). Tenho esse dom, esse talento, de conseguir fazer os gols. Gosto de jogar por dentro também, e o que o professor optar, vou estar preparado para fazer o melhor para a equipe", analisou.

Leia também:
Com pedido por mudança de apelido, Corinthians apresenta Gustavo Silva no CT
Após folga, treino do Corinthians conta apenas com reservas em campo; dupla da base completa grupo
Conheça Gustavo Silva, novo atacante do Corinthians e aposta para 2019

Perguntado sobre como se encaixaria no esquema tático do Corinthians, que costuma atuar com pontas pelos dois lados do campo, variando com uma referência no ataque, Gustavo Silva admitiu que prefere jogar pela esquerda por preferir usar a perna boa, a direita, para cortar para dentro e finalizar. Contudo, o jogador de 21 anos se disse versátil para atuar em qualquer posição do ataque.

"Meu lado que eu prefiro é o esquerdo, pra cortar pra dentro, ou cruzar. Se tiver que jogar pelo lado direito, vou jogar. Por dentro gosto de jogar, lá no Coritiba eu fazia bastante essa função", ressaltou.

Diante do mau momento do Corinthians ofensivamente, Gustavo reconheceu a situação incômoda que vivem os atacantes do Timão. Honesto, o atacante pediu mais trabalho e, se fosse preciso, maior dedicação nos treinamentos focados em finalizações.

"É um momento ruim (do ataque). A gente que joga na frente não fazer gol é algo que incomoda um pouco. Temos que trabalhar mais, se precisar trabalhar mais finalizações. Pode ter certeza que os atacantes estão trabalhando muito e esse gol vai sair", finalizou o jovem.

Veja mais em: Gustavo Silva, Contratações do Corinthians e CT Joaquim Grava.

Veja Mais:

  • Pedrinho tem sido relacionado com grandes clubes da Europa

    Jornal espanhol coloca Pedrinho na mira do Real Madrid; meia seria emprestado ao time de Ronaldo

    ver detalhes
  • Após cumprir suspensão, Douglas volta a ser opção para Jair no Paraná

    Dúvidas, retornos e ausências no Corinthians para o jogo contra o Atlético-PR na quarta-feira

    ver detalhes
  • Basquete do Corinthians tem jogo importante longe de seus domínios nesta semana

    Jornada dupla no Brasileirão e nas quadras: os compromissos do Corinthians na semana

    ver detalhes
  • Corinthians de Ralf já respira mais tranquilo na luta contra a parte de baixo da classificação

    Jogos de domingo chegam ao fim, e Corinthians dobra distância para o Z4; veja classificação

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes