Corinthians pode selar retorno de Castán em reunião nesta segunda-feira

Corinthians pode selar retorno de Castán em reunião nesta segunda-feira

30 mil visualizações 255 comentários Comunicar erro

Castán deixou o Corinthians após a conquista da Libertadores em 2012

Castán deixou o Corinthians após a conquista da Libertadores em 2012

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Desde que deixou o Corinthians com o título da Libertadores na bagagem, Leandro Castán nunca negou seu carinho pelo clube. Atuando no futebol europeu, o zagueiro sempre deixou clara a intenção de retornar ao Timão um dia. Nesta segunda-feira, mais de seis anos depois da despedida, clube e defensor podem, enfim, se reencontrar.

Com tudo acertado entre jogador e a direção alvinegra, o que falta agora é a liberação por parte do Vasco. E justamente nesta segunda, o pai e agente do ex-camisa 4 alvinegro vai se reunir com o clube carioca para tentar chegar a um acordo.

Leia também:
Decisão no Sub-20, reunião do Conselho e jornada dupla do vôlei: a semana do Corinthians

Nos bastidores, o otimismo pela liberação sem qualquer custo ao Timão é grande. Isso porque, para retornar ao Brasil, o zagueiro teria imposto uma série de cláusulas a seu favor. Entre essas estaria a de rescisão amigável. Atrasos salariais no Vasco ajudariam também na situação.

Aos 32 anos, Castán foi oferecido ao Corinthians nos últimos dias, o que animou a diretoria. Atualmente, a equipe alvinegra conta com Henrique e Léo Santos como titulares, além de Pedro Henrique e Marllon na reserva. Para a Fiel, porém, nem mesmo a dupla principal é unanimidade.

Vontade não é de agora

Em caso de desfecho positivo na reunião desta segunda-feira, Leandro Castán e Corinthians não encerram uma negociação de poucos dias. A vontade de clube e jogador voltarem a se encontrar vem de muito tempo atrás, desde a época em que o defensor ainda estava na Europa.

A saga pelo retorno do zagueiro teve início em 2016. Sem espaço na Roma após muito tempo longe dos gramados por cirurgia no cérebro, Castán recebeu sondagens do Timão, mas acabou permanecendo na Itália, defendendo as cores da Sampdoria.

Um ano depois, o nome do defensor voltou a ser pauta no CT Joaquim Grava. Tratado como prioridade, o campeão da Libertadores chegou a ter tudo acertado com a direção alvinegra, mas acabou não sendo liberado pelos italianos.

Veja mais em: Mercado da bola e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Maior campeão, com dez títulos, Timão tenta ser um dos semifinalistas da Copa São Paulo

    Corinthians pega Grêmio por vaga na semifinal da Copinha; saiba tudo

    ver detalhes
  • Timão divulga primeira relação de atletas inscritos no Estadual; lista ganhará novos jogadores

    Paulistão: Corinthians inscreve 19 nomes e reserva vagas a reforços; veja relação

    ver detalhes
  • Manoel posa com manto na sala de imprensa do CT; defensor é a oitava contratação para 2019

    Manoel recebe conselho de Mano e diz quando deve estar pronto para estrear no Corinthians

    ver detalhes
  • Agora em definitivo: Boselli é esperado no Brasil nesta sexta-feira

    Boselli inicia viagem para se reapresentar ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes