Eliminado da Copinha, Palmeiras questiona campo ao Corinthians e supõe má-fé da federação

Eliminado da Copinha, Palmeiras questiona campo ao Corinthians e supõe má-fé da federação

Por Meu Timão

27 mil visualizações 387 comentários Comunicar erro

Figueirense, que já havia eliminado Flamengo, superou Palmeiras nas oitavas da Copa São Paulo

Figueirense, que já havia eliminado Flamengo, superou Palmeiras nas oitavas da Copa São Paulo

Divulgação/Figueirense

“O que aconteceu na Copa São Paulo não é normal”.

Arquirrival do Corinthians, o Palmeiras não engoliu a eliminação nas oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior para o Figueirense, consumada na noite dessa terça-feira, após derrota por 2 a 1. Não pelo revés em si, mas porque havia solicitado à Federação Paulista de Futebol (FPF) que levasse o duelo de Capivari para a cidade de Barueri. O pedido, baseado nas preocupantes condições do gramado da Arena Capivari, acabou negado pela federação.

A situação foi externada pelo coordenador da base do Palmeiras, João Paulo Sampaio, logo após a partida diante dos catarinenses. Segundo o dirigente, o estádio escolhido pela FPF para o Sub-20 disputar a Copinha possui o “pior campo” do certame – para piorar, fortes chuvas prejudicaram ainda mais o estado do gramado ao longo da primeira fase.

Ao mesmo tempo, Sampaio enfatizou que o Corinthians, coincidentemente, jogará na mesma Barueri na noite desta quarta-feira - enfrenta o Visão Celeste-RN -, supondo má-fé dos organizadores da principal competição de base do país com o Palmeiras:

“Sentimento de dever cumprido pela entrega no campo, mas não foi o sentimento de que foi bem tratado. A gente merecia um campo melhor. A gente pediu um campo melhor domingo, pediu Barueri, mas não, não pode ir para lá. Mas o Corinthians pode?”, questionou João Paulo. “Palmeiras teve que vir ficar um mês aqui tratando o campo, e foi o pior campo da competição”.

O cartola palmeirense criticou também a arbitragem do jogo contra o Figueirense. A equipe da Barra Funda chegou a balançar as redes aos 46 minutos do segundo tempo, com Léo Passos, mas teve o gol que seria de empate anulado. A decisão gerou revolta de jogadores, membros da comissão técnica, diretoria e torcedores do clube.

“Torcedor do Palmeiras tem que ficar atento com o que vai acontecer, porque não é normal. O que aconteceu na Copa São Paulo não é normal. Meus atletas se entregaram, time não estava encaixado por uma série de desfalques, mas não vamos aceitar que a gente perca em outros setores. Tem que perder para o time adversário”, frisou o dirigente.

As declarações de João Paulo Sampaio coincidem com a conturbada relação entre Palmeiras e FPF. O arquirrival do Timão rompeu com a federação depois da final do Campeonato Paulista de 2018, ocasião em que se viu prejudicado pela arbitragem. O clube tentou, em vão, recorrer a instâncias superiores a fim de tentar anular o clássico, mas não obteve apoio da federação.

O primeiro Dérbi de 2019 está marcado para o próximo dia 2, no Allianz Parque, pelo Paulistão.

Veja mais em: Copinha, Base do Corinthians, Dérbi, Campeonato Paulista e Corinthians Sub-20.

Veja Mais:

  • Carille comandou última atividade do Corinthians antes da segunda fase da Copa do Brasil

    Carille dribla imprensa antes de jogo contra Avenida; veja provável escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • VÍDEO: Destrinchamos o Corinthians e a forma de jogar de Carille em 2019 | #116

    ver detalhes
  • Fiel ainda pode garantir ingressos para jogo do Timão na Copa do Brasi

    Corinthians confirma apenas 14 mil ingressos vendidos para duelo contra o Avenida-RS

    ver detalhes
  • Fábio Carille confirmou relação dos atletas que vão à Arena nesta quarta; bola rola às 21h30

    Com Díaz, Carille relaciona 23 corinthianos para segunda fase da Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes