Cássio comenta partida fraca do setor defensivo do Corinthians, mas destaca classificação da equipe

Cássio comenta partida fraca do setor defensivo do Corinthians, mas destaca classificação da equipe

Por Meu Timão

4.4 mil visualizações 53 comentários Comunicar erro

O goleiro Cássio chegando ao Estádio do Café para o confronto com o Ferroviário-CE, pela Copa do Brasil

O goleiro Cássio chegando ao Estádio do Café para o confronto com o Ferroviário-CE, pela Copa do Brasil

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O goleiro Cássio foi um dos grandes destaques do Corinthians na partida disputada contra o Ferroviário-CE, pela Copa do Brasil. Em entrevista coletiva após o confronto da última quinta-feira, o jogador comentou sobre o rendimento da equipe na partida, principalmente do setor defensivo, que sofreu no jogo.

Cássio, que teve uma atuação segura para garantir o empate e classificar o Timão, disse que foi uma partida tecnicamente fraca da equipe do Corinthians, mas ressaltou o resultado contra uma equipe já bem entrosada.

"Nosso objetivo era a classificação. Foi sofrido, não fizemos uma grande partida, temos que saber isso. A gente elogia quando temos de elogiar, mas não fizemos uma grande partida e conseguimos a classificação. Seria mais difícil ter feito uma partida não tão boa e ser eliminado. Não é desculpa nenhuma, sempre complicado jogar contra equipes que não têm nada a perder. Muito bem entrosados, eles nem olhavam um para o outro. O que vale é a classificação. Temos que melhorar e evoluir. Fim de semana é tentar ajustar para fazer um grande jogo e ganhar no Paulista," disse o goleiro.

Leia também:
Criticada pela Fiel, dupla de zaga do Corinthians entra nos Trending Topics do Twitter
Diretor do Corinthians comenta chegadas de Lucão e Méndez e admite chance de saídas

A bola aérea da equipe do Corinthians é um dos fundamentos que mais está sofrendo no momento. Se no ataque Gustagol ganha todas pelo alto, na defesa nenhum jogador consegue ter consistência para ser dominante nessa jogada e afastar as bolas.

"Difícil você falar de bola aérea, entram várias situações. Uma ajuda de não deixar a bola cruzar... Como falei na entrevista, é óbvio que se você deixar a equipe adversária cruzar dez, 15 vezes, uma vai passar. É o sexto, sétimo jogo, temos que melhorar e evoluir. Hoje também a gente acabou dando muitas chances ao adversário. Demoramos para recompor também. A gente ficou um pouquinho abaixo no geral. O mais importante é a classificação", comentou.

Claramente incomodado, Cássio foi flagrado algumas vezes cobrando os zagueiros da equipe, que ainda não encontraram a consistência ideal, mas espera que o setor se ajuste para evitar erros no futuro.

"Ajuste, temos que ajustar, não tem muito tempo, temos que tentar ajustar para não cometer mais erros. Não tem muito o que falar, é ajuste para não acontecerem mais erros", finalizou Cássio.

O próximo confronto do Corinthians acontece no domingo, em Novo Horizonte, quando a equipe enfrenta o Novorizontino pelo Campeonato Paulista. Com o condicionamento claramente fraco no início da temporada, a expectativa é de que o técnico Fábio Carille utilize uma equipe mista ou reserva na partida.

Veja mais em: Cássio e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Jogador fez duas temporadas pelo time baiano antes de ir para a Arábia

    Corinthians acerta contratação de meia que trabalhou com Carille na Arábia

    ver detalhes
  • Jogadores que não atuaram diante do Avenida-RS treinaram no CT Joaquim Grava

    Corinthians se reapresenta no CT; Carille esboça time reserva para encarar o Botafogo-SP

    ver detalhes
  • Cássio falou com a reportagem do Meu Timão na tarde desta quinta no CT

    Ao Meu Timão, Cássio analisa primeiro gol do Avenida-RS; goleiro enaltece reação da equipe

    ver detalhes
  • Rosenberg foi duramente questionado por conselheiros do clube

    Conselheiros do Corinthians enviam carta para Andrés com críticas a Rosenberg; leia na íntegra

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes