Carille justifica nova postura no Corinthians, critica jornalistas e anuncia mais um treino fechado

26 mil visualizações 188 comentários

Carille concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira

Carille concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira

Lucas Faraldo / Meu Timão

Nesta nova passagem como técnico do Corinthians, o técnico Fábio Carille diminuiu a frequência de entrevistas coletivas no CT Joaquim Grava. Também por ordem do treinador, atividades com bola estão sendo parcialmente fechadas da imprensa nas últimas semanas. Em raro bate-papo com os jornalistas no centro de treinamento, nesta sexta-feira, o comandante corinthiano fez um desabafo frente aos microfones e chegou a adotar tom irônico.

Ao ser questionado sobre a postura mais defensiva diante da imprensa nesta temporada, Carille não perdeu a oportunidade de discorrer sobre suas insatisfações:

"Muita gente fala que sou arrogante. Em entrevista exclusiva falam para eu não mudar meu jeito de ser. E depois falam que sou arrogante. Eu sou muito sincero", iniciou.

"Sobre fechar treino, amigos do interior de São Paulo passaram nossas jogadas de bola parada. Isso me deixou muito chateado. Tem nomes, dois. Não preciso falar. Assim como vocês (jornalistas) têm fontes e não falam. Mas tem nomes. E para essas pessoas olho torto. Por isso a decisão de esconder algumas coisas", argumentou o treinador.

Antes mesmo de devolver a palavra à imprensa, Carille alertou que os dois próximos dias de treino no CT Joaquim Grava serão fechados para os jornalistas. Na segunda-feira, o Timão encara o Santos pelo jogo de volta das semifinais do Campeonato Paulista. Havia expectativa de o treinamento deste sábado ser aberto, mas o treinador, adotando tom irônico, vetou.

"Já adiantando: sábado e domingo treinos fechados. Fiquem com a família, descanso para vocês. Outro dia reclamaram da escalação, que queriam saber, falei para o site oficial do Corinthians publicar, esse não é o problema. O problema é algo que ensaiamos", disse.

Passadas mais algumas perguntas, o assunto "sinceridade" voltou a ser colocado em pauta. Em seu terceiro ano como treinador, Carille foi convidado a discorrer sobre o que já aprendeu no mundo do futebol a respeito de confiança, seja na imprensa ou nos bastidores.

"Em todos os setores, profissões, terá gente boa e gente má. Tem no futebol, no Corinthians, na polícia, em qualquer lugar. Acho desnecessário falar três, quatro vezes por semana. Fica repetitivo, vira fofoca. Não é essa minha intenção, mas sim ir para campo trabalhar. Mas em todos os segmentos tem, não é só imprensa, faz parte de qualquer profissão, qualquer empresa", ponderou o treinador corinthiano.

Veja mais em: Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Corinthians tenta afastar má fase no Brasileirão

    Corinthians visita Vasco para reagir e se afastar da zona de rebaixamento no Brasileirão; saiba tudo

    ver detalhes
  • Bruno Méndez fica à disposição e deve voltar a ser titular do Corinthians

    Corinthians faz último treino antes de encarar decisão contra o Vasco; veja possível escalação

    ver detalhes
  • Fábio Santos pode reestrear pelo Corinthians na noite desta quarta-feira

    Fábio Santos é registrado no BID e pode reestrear pelo Corinthians na quarta-feira

    ver detalhes
  • Corinthians acerta contratação de zagueiro para o Sub-20

    Corinthians acerta contratação de zagueiro para o Sub-20

    ver detalhes
  • Ángelo Araos perdeu espaço no Corinthians desde a saída de Tiago Nunes

    Pouco aproveitado no Corinthians, Ángelo Araos recebe sondagem do Colo-Colo, diz rádio chilena

    ver detalhes
  • Fábio Santos posou ao lado do diretor Eduardo Ferreira

    Com novo número, Fábio Santos é apresentado e vibra com retorno ao Corinthians: 'Muito empolgado'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: