Júnior Urso pede melhora no ataque e admite já poder atuar em 'boa parte' do jogo

2.1 mil visualizações 32 comentários

Por Vitor Chicarolli e Rodrigo Vessoni

Urso durante jogo contra o Flamengo, pelas oitavas de final da Copa do Brasil

Urso durante jogo contra o Flamengo, pelas oitavas de final da Copa do Brasil

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A noite de quarta-feira não foi das melhores para o time do Corinthians. Com poucas chances criadas, o Timão foi superado pelo Flamengo, na Arena, em Itaquera, e saiu em desvantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Pouco a pouco Júnior Urso vai retornando ao time do Corinthians. Após a derrota para o Flamengo, nesta quarta-feira, o volante, que entrou nos minutos finais da partida, garantiu que já pode atuar em "boa parte do jogo", mas admite que ainda segue trabalhando para melhorar seu físico.

“Eu estou melhorando fisicamente, é ruim ficar quase um mês fora. O professor vem me preservando para que eu não sinta mais nada e possa realmente ajudar a equipe. Hoje ele me colocou no melhor lugar que ele achou, faltavam uns 10 minutos, mas foi importante entrar, ganhar um pouco de movimentação, eu estou precisando disso. Quando você fica muito tempo fora, volta e não sabe como agir. Estou me sentindo bem, espero que nas próximas partidas possa atuar mais e ajudar”, disse.

Urso, cabe ressaltar, sofreu uma lesão no músculo adutor da coxa direita ainda no primeiro tempo do jogo de ida das finais do Campeonato Paulista, contra o São Paulo, no Morumbi. O volante ficou longe do gramados por aproximadamente um mês.

Leia também:
Empresário revela que Sergio Díaz está próximo de retornar ao Cerro Porteño
Cássio vê vaga nas quartas da Copa do Brasil 'em aberto' e destaca duelo equilibrado com o Flamengo
Corinthians 'prioriza' clubes brasileiros para empréstimo de Ángelo Araos

Sobre o revés, Urso acredita que a equipe vem em uma evolução, mas pede mais capricho na hora da finalização. Ao contrário do que foi questionado pela Fiel, o volante garantiu que o treinador Fábio Carille havia treinado ao longo da semana a formação que iniciou o embate diante dos cariocas.

“Eu acho que já evoluímos bastante em vários quesitos. No Paulistão fomos uma equipe que não jogava, hoje a gente joga,. A todo momento a gente tenta jogar, sair de lá de trás com a posse de bola, melhoramos na marcação, e sobre finalização temos sim que melhorar, todas as equipes quando entram se propõe a isso, a gente não conseguiu muito hoje, mas estamos sujeitos a isso e queremos melhorar. A ideia é melhorar sempre”, expôs.

“Como a gente teve um jogo anterior a esse a gente não teve muito tempo para treinar, mas sobre isso (Boselli e Love) ele treinou sim, uns dois treinos procurando a equipe Ideal para começar hoje. Acho que surpreendendo eles querendo ou não, eles estão acostumados a ser uma equipe que joga, vai pra cima, e hoje não foi bem assim”, concluiu.

Veja mais em: Júnior Urso e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Jô pode voltar a desfalcar o Corinthians no Campeonato Brasileiro

    STJD agenda novo julgamento de Jô, que pode desfalcar o Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Goleiro Cássio em treino desta sexta-feira no CT Joaquim Grava

    Corinthians se reapresenta e inicia treinos de olho no Atlético-GO; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Neo Química Arena pode voltar a receber público apenas em 2021, mas os gestores do estádio preparam novidades no estádio corinthiano

    Até heliponto! Mesmo fechada ao público, Neo Química Arena prepara novidades

    ver detalhes
  • Meia foi contratado pelo Barcelona e teve passagem também pela Juventus

    Justiça ordena bloqueio de contas do Corinthians e penhora de dois carros por causa de dívida

    ver detalhes
  • Essa situação escancara um dos maiores problemas do Corinthians em 2020

    [Vitor Chicarolli] Essa situação escancara um dos maiores problemas do Corinthians em 2020

    ver detalhes
  • Torcida nos estádios só em 2021

    [Marco Bello] Torcida nos estádios só em 2021

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: