Corinthians sofre com 'lei do ex' e larga com derrota nas oitavas da Copa do Brasil

Corinthians Corinthians 0 x 1 Flamengo Flamengo

Copa do Brasil 2019

Corinthians sofre com 'lei do ex' e larga com derrota nas oitavas da Copa do Brasil

29 mil visualizações 1.486 comentários Comunicar erro

Corinthians não fez valer mando de campo e saiu atrás na disputa por uma vaga nas quartas

Corinthians não fez valer mando de campo e saiu atrás na disputa por uma vaga nas quartas

Danilo Fernandes/ Meu Timão

Na noite desta quarta-feira, Corinthians e Flamengo disputaram o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Mesmo com apoio da Fiel, o time comandado por Fábio Carille largou atrás na disputa, perdendo por 1 a 0 em na Arena - o gol dos visitantes foi marcado por William Arão, revelado no Parque São Jorge.

Agora, as equipes se reencontram no dia 4 de junho, uma terça-feira, para decidir quem avança. Como não há gol qualificado, o Timão precisa de uma vitória por um gol de diferença para levar o jogo aos pênaltis. Em caso de triunfo por dois gols, a equipe alvinegra garante a classificação.

Próximo compromisso - Depois deste embate pela Copa do Brasil, o Corinthians volta suas atenções ao Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 16h, a equipe alvinegra encara o Athletico Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Como jogamos

Como tem virado costume, Carille fez muito mistério antes do confronto decisivo. Dessa vez, porém, o técnico de fato promoveu uma mudança de impacto: tirou Ramiro e colocou Vagner Love, entrando em campo com postura mais ofensiva.

O Timão, então, começou a partida com Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Sornoza, Vagner Love, Vital e Clayson; Mauro Boselli.

Corinthians veio diferente para o jogo

Meu Timão

Do outro lado, Abel Braga montou o Flamengo com Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuellar, William Arão, Everton Ribeiro, Arrascaeta e Bruno Henrique; Gabriel.

Primeiro tempo

Conforme indicava a escalação, o Corinthians começou a partida tentando abafar a saída de bola do Flamengo. Com Vagner Love muito participativo, o Timão até ofereceu certo perigo, forçando alguns erros do adversário, mas não conseguiu traduzir em oportunidades de gol. Na melhor chance, Love arrancou mas não tocou para Boselli, que aparecia livre do seu lado.

Aos 12 minutos, mais uma escapada. Dessa vez, foi Clayson que acelerou pela esquerda. O centroavante argentino novamente pedia bola no meio, mas o camisa 25 preferiu finalizar e a bola saiu sem direção.

Love participou muito nos primeiros minutos de jogo

Love participou muito nos primeiros minutos de jogo

Danilo Fernandes/ Meu Timão

No lance seguinte, o primeiro suspiro da Fiel. Após cobrar escanteio curto, o Flamengo colocou a bola na área e o zagueiro Léo Duarte cabeceou sem marcação, levando perigo ao gol alvinegro.

Com muita intensidade dos dois times, a bola ficou presa no setor de meio de campo. As chances, então, não apareceram para nenhuma das equipes. Somente aos 30, o time visitante chegou de novo, com Everton Ribeiro. A finalização, porém, saiu fraca e parou nas mãos de Cássio, que defendeu com tranquilidade.

Do lado do Corinthians, a torcida só pôde soltar o "uh" aos 34 minutos. Pela direita, Fagner alçou boa bola na área e Vital, em escapada pelo meio, quase conseguiu desviar a trajetória dela.

Segundo tempo

Mesmo com as poucas chances na primeira etapa, o Corinthians voltou igual do intervalo. Desta vez, no entanto, a equipe não começou pressionando tanto a defesa adversária, marcando com uma linha um pouco mais atrás.

Muito intenso, o embate seguiu truncado no meio de campo. Como resultado de tanta luta, nenhuma das equipes criou nos primeiros dez minutos do segundo tempo. A bola ficou mais com o Flamengo, enquanto o Timão parecia apostar nos contra-ataques.

Aos 11, o Corinthians chegou a ameaçar, mas Boselli escorregou após desarme de Sornoza e perdeu uma grande oportunidade de ameaçar o gol de Diego Alves. Logo após isso, Carille colocou Pedrinho no lugar de Mateus Vital, pouco participativo no jogo. Em seu primeiro lance, o garoto cruzou para área, mas não achou ninguém para finalizar.

Aos 16 minutos, foi a vez de Boselli deixar o campo para a entrada de Jadson. Com isso, Vagner Love avançou, voltando à sua posição de origem. E em sua primeira participação, o camisa 10 achou Fagner, que cruzou e, no segundo pau, Danilo Avelar finalizou de perna direita, obrigando Diego Alves a fazer boa defesa.

Na sequência, porém, foi a vez do Flamengo assustar a Fiel. Em jogada trabalhada, Pará apareceu livre e cruzou bem para Bruno Henrique, no meio da área, bater por cima do gol de Cássio. O jogo esquentou e já no lance seguinte Vagner Love saiu cara a cara com o goleiro e quase marcou.

O Corinthians se animou e voltou a criar aos 25 minutos. Pela esquerda, Clayson insistiu e cruzou bem para o meio. Jadson dominou na entrada da área e finalizou no meio do gol de Diego Alves, que fez defesa tranquila.

E os goleiros começaram a ganhar o protagonismo do jogo. Aos 27, Diego achou Bruno Henrique no costado da zaga alvinegra e o gol só não saiu por ótima defesa de Cássio, evitando o 1 a 0. Pouco depois, porém, o goleiro nada pôde fazer.

Aos 34 minutos, Bruno Henrique cruzou para William Arão. Como elemento surpresa, o volante cabeceou sem chance para o arqueiro corinthiano, abrindo o placar. Logo após o gol, Júnior Urso veio a campo no lugar de Sornoza.

O Corinthians tentou um abafa para empatar, mas acabou sofrendo com alguns contra-ataques do Flamengo e não conseguiu marcar, confirmando a derrota que dificulta a briga por uma vaga nas quartas da Copa do Brasil.

Veja mais em: Copa do Brasil, Crônica e Arena Corinthians.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia: