Na Seleção, Erika pede mais visibilidade ao futebol feminino: 'Tem gente que nem sabe que existe'

Na Seleção, Erika pede mais visibilidade ao futebol feminino: 'Tem gente que nem sabe que existe'

Por Meu Timão

1.4 mil visualizações 25 comentários Comunicar erro

Erika é uma das quatro corinthianas que vão defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo

Erika é uma das quatro corinthianas que vão defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo

Bruno Teixeira/ Ag. Corinthians

Nenhuma outra equipe do mundo teve mais jogadoras convocadas pela Seleção Brasileira para a Copa do Mundo Feminina do que o Corinthians - foram quatro ao todo. A modalidade passa por uma ascensão no Brasil e no mundo, mas ainda assim não recebe as mesmas atenções do que o masculino.

Semanas antes do início do torneio entre seleções, a corinthiana Erika tratou de levantar uma bandeira pedindo mais "interesse e visibilidade" ao futebol feminino. A zagueira ainda reforçou que muitas pessoas nem sabem da existência da categoria e também pediu apoio para as mulheres no esporte em geral.

"Falta mais divulgação, mais visibilidade, falta as pessoas que trabalham no futebol feminino gostarem mais da modalidade e se doarem mais. Pra que cada pessoa saiba mais o que é o futebol feminino, porque infelizmente muitas pessoas ainda nem sabem que existe. Eu ando na rua com a roupa e tal, saindo do treino, e as pessoas perguntam: "Você é atleta? Você faz o que?" Eu respondo que sou atleta de futebol e as pessoas questionam: "Ah mas aquele que os homens jogam no campo?" E eu falo: Não, é o de mulher. O mesmo esporte que os homens jogam mas é o de mulher, jogado por mulheres. Muita gente responde que nem sabia que existia. Pois é, existe", disse em entrevista a Letticia Muniz, embaixadora oficial da seleção brasileira e da Nike durante a Copa do Mundo disputada na França.

"Olha que eu tenho 31 anos e desde os 7 eu jogo futebol. Então, falta mais comprometimento, mais amor e vontade de fazer, não só o futebol feminino, mas o esporte feminino crescer no país", acrescentou.

Leia também:
Corinthians defende invencibilidade em Majestosos disputados na Arena; em 2019 foram dois triunfos
Titular e capitão do Uruguai, Bruno Méndez se nega a deixar o campo mesmo com cãibras; veja vídeo
Para impulsionar criação de contas, Corinthians e BMG farão comerciais e campanhas com torcedores

Erika Cristiano dos Santos, de 31 anos de idade, chegou ao Timão no meio da temporada de 2018. Vinda do Paris Saint Germain, a jogadora é um dos principais destaques da equipe alvinegra. A defensora também foi campeã da Copa América do ano passado pela Seleção Brasileira.

A Seleção, cabe ressaltar, se prepara em Portugal para a disputa da Copa do Mundo, na França. O Brasil está no Grupo C ao lado de Austrália, Jamaica e Itália. A estreia brasileira na Copa do Mundo acontece no próximo dia 9, contra as jamaicanas; o segundo duelo será com as australianas no dia 13; e o terceiro contra as italianas no dia 18.

O torneio tem início previsto para o dia 7 de junho e encerra um mês depois, em 7 de julho. Ao todo, são 24 seleções divididas em seis grupos.

Veja mais em: Corinthians feminino.

Veja Mais:

  • Walter ganhou mais um interessado na sua contratação

    Com foco ainda em 2019, Ceará demonstra interesse em contratação de Walter

    ver detalhes
  • Willian Felix assinou com o Corinthians para integrar a equipe Sub-23

    Corinthians contrata lateral-esquerdo do São Bernardo para elenco Sub-23

    ver detalhes
  • Arena Corinthians volta a receber jogo do Timão daqui um mês

    Dérbi e 'overdose de Arena Corinthians': CBF desmembra rodadas do Brasileirão pós-Copa América

    ver detalhes
  • Nathan treinou com a Seleção de Tite e deve ser titular do Corinthians Sub-20 neste domingo

    No embalo de Tite, Corinthians pega Santos neste domingo por 'la décima' no Paulista Sub-20

    ver detalhes

Comente a notícia: