Carille analisa desempenho antes da Copa América e conta o que pretende melhorar

Carille analisa desempenho antes da Copa América e conta o que pretende melhorar

Por Julia Raya, Vitor Chicarolli e Rodrigo Vessoni, no Parque São Jorge

5.4 mil visualizações 80 comentários Comunicar erro

Fábio Carille durante entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira durante lançamento do livro 4xTri

Fábio Carille durante entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira durante lançamento do livro 4xTri

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

Enfim a tão esperada pausa para a Copa América está próxima. O único duelo que resta acontece na próxima quarta-feira, contra o Santos, e depois dele Carille vai ter o tempo que precisa para treinar o elenco como desejar.

Após o clássico com o Santos, o Corinthians terá disputado oito jogos antes da Copa América - o duelo contra o Goiás foi adiado para depois do torneio das seleções. Até o momento, a equipe conquistou 12 dos 21 pontos disputados, e soma três empates, três vitórias, e uma derrota. Para Carille, o desempenho corinthiano poderia ser melhor nesse início de campeonato.

"Está um pouquinho abaixo, a gente sempre quer mais. Se a gente confirmar a vitória do jogo a menos a gente fica no bloco de cima, que é a intenção, a parada vai ser muito importante, vou ter todo mundo para trabalhar, para ter entendimento, já melhoramos bem nos últimos jogos, apesar do desfalque contra o Cruzeiro nós já melhoramos, a tendência é ficar bem melhor depois da Copa América", disse o treinador, em entrevista durante o lançamento do livro 4xTri, sobre a conquista do tricampeonato Paulista.

Além da oscilação no desempenho da equipe, o time não vence e nem marca um gol há dois jogos. A última vitória corinthiana foi contra o Deportivo Lara, pela Sul-Americana. Depois disso, derrota para o Flamengo por 1 a 0 e empate sem gols com o Cruzeiro, mas esses números não preocupam Carille, que reconhece o tamanho dos últimos dois duelos e o desempenho da equipe.

"Pelo tamanho dos jogos, o duro, e aí falando mais o jogo do Flamengo, é quando você não cria, que era minha preocupação uns tempos atrás, que nem chutava para gol. A gente tem criado, contra o Flamengo foi uma prova, Cruzeiro foi um pouco menos porque foi muita mudança e pouco tempo de trabalho, mas esse é nosso objetivo agora. Pela grandeza dos jogos não traz muita preocupação, duro seria se a gente não tivesse nem criado", analisou.

O que falta para o time é a conclusão das jogadas, que deixam a desejar. De acordo com os planos do técnico, a pausa no campeonato servirá para ajustar os detalhes nas conclusões de jogadas e aperfeiçoar a defesa, que sofreu 29 gols em 38 jogos.

"Vai ser muito importante sim, o sistema defensivo já está dentro do esperado, vamos repetir muitas coisas, vamos colocar o Bruno, que está chegando agora com uma ideia de jogo diferente, para trabalhar lá na posição dele. O que a gente vai focar é na parte da construção e na parte final das jogadas."

Veja mais em: Fábio Carille e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Timão tem agenda cheia na modalidade Sub-23

    Corinthians Sub-23 marca novo amistoso para o mês de junho e terá cinco jogos em dez dias

    ver detalhes
  • Emerson Sheik conheceu instalações de Real Madrid e Barcelona

    Sheik visita Real Madrid e Barcelona por inspirações ao Corinthians; veja fotos

    ver detalhes
  • Walmir Cruz, preparador físico do Corinthians, falou ao Meu Timão antes da parada

    Corinthians divide jogadores em dois grupos para cartilhas durante a folga; preparador explica

    ver detalhes
  • O elenco principal do Corinthians irá folgar durante toda a semana

    Folga do elenco principal, decisão no Sub-17 e mais categorias: a agenda do Corinthians na semana

    ver detalhes

Comente a notícia: