Corinthians e Ronaldo são condenados a pagar bolada milionária a empresário

21 mil visualizações 148 comentários

Por Meu Timão

Rosenberg, Andrés e Ronaldo durante apresentação do Fenômeno

Rosenberg, Andrés e Ronaldo durante apresentação do Fenômeno

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Corinthians e Ronaldo Fenômeno deram calote num empresário que intermediou as tratativas pelo patrocínio das partes com a empresa Hypermarcas, firmado há dez anos. O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou clube e ex-jogador a pagaram uma quantia milionária (e ainda não definida) a Paulo Sérgio Pereira da Cruz Palomino, que intermediou a negociação.

Leia também:
Guilherme diz ter sido vendido à força pelo Corinthians em 2014: 'Eu não queria sair'
Outros 16 clubes da Série A além do Corinthians têm nome sujo no Serasa
Andrés Sanchez minimiza cobranças contra Corinthians na Justiça: 'Todos os clubes têm processo'

O processo se arrastava na Justiça desde 2014, quando Palomino entrou com ação no valor de R$ 100 mil contra Corinthians e Ronaldo. Conforme publicado nesta quinta-feira pelo portal Yahoo! Esportes, o advogado do empresário agora prevê receber até R$ 4 milhões.

Havia acordo informal entre Palomino, Corinthians e Ronaldo para que o empresário recebesse 10% do valor que a Hypermarcas desembolsasse à época pela publicidade de suas marcas no uniforme alvinegro. A Justiça reconheceu esse contrato verbal por meio de cópias de trocas de mensagens por e-mail entre as partes envolvidas.

"Ainda resta apurar o valor, pois, lamentavelmente, na ação de conhecimento o clube e o ex-atleta resistiram e se negaram a apresentar os contratos para o cálculo do percentual devido, na base de 10%", disse José Edgard Galvão Machado, advogado de Palomino. "Porém, para apuração da quantia, foram apresentados no processo de execução elementos irrefutáveis para definição da comissão que deverá ser paga", acrescentou.

Procurados pela reportagem, Corinthians e Ronaldo não se pronunciaram oficialmente. O clube alegou, porém, que o ex-atacante é quem deve arcar com a maior parte do montante a ser pago para Palomino. O Fenômeno, por meio de assessoria, preferiu não se manifestar.

Não cabendo mais recurso, o processo agora está em fase de execução. Corinthians e Ronaldo foram intimados semana passada a, dentro de 15 dias, apresentarem contratos e demais documentos que ajudem a calcular a quantia a ser recebida por Palomino.

Em tempo: o patrocínio com a Hypermarcas, que estampou as marcas de algumas de suas empresas no uniforme corinthiano ao longo da passagem de Ronaldo pelo clube, foi justamente o principal financiador da contratação do Fenômeno pelo Timão.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians, Ex-jogadores do Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Gustavo Silva e Vital comemorando o segundo gol do Corinthians contra o Sport

    Corinthians domina, vence Sport e volta a se aproximar do G6 no Brasileirão

    ver detalhes
  • Mateus Vital marcou o segundo gol do Corinthians, na Neo Química Arena

    Vital se destaca e é o melhor em campo do Corinthians contra Sport; reserva é o pior

    ver detalhes
  • Elenco comemora gol de Gustavo Silva sobre o Sport, pelo Brasileirão, na Neo Química Arena

    Fiel destaca atuação de trio do Corinthians e volta a falar em classificação para Libertadores; veja

    ver detalhes
  • Vagner Mancini valorizou a recuperação do Corinthians diante do Sport

    Mancini analisa vitória segura do Corinthians e afirma: 'Mudamos de objetivo no Brasileiro'

    ver detalhes
  • Mancini deve ter Otero à disposição na próxima segunda-feira

    Recuperado do coronavírus, Otero volta a ficar à disposição do Corinthians nesta sexta-feira

    ver detalhes
  • Vagner Mancini conseguiu o 30º ponto pelo Corinthians no Brasileiro

    Vagner Mancini dobra pontuação de Tiago Nunes e Coelho com o mesmo número de jogos no Brasileiro

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: