Análise: Corinthians 'perde' melhor defesa, mas mostra que sabe jogar sem medo

10 mil visualizações 106 comentários Comunicar erro

Corinthians teve novidades e mostrou coisas boas no Serra Dourada

Corinthians teve novidades e mostrou coisas boas no Serra Dourada

Reprodução

O Corinthians entrou em campo na noite desta quarta-feira disposto a mostrar que sabe jogar futebol nem que isso custe sua exaltada defesa. Depois de partidas muito ruins contra Athletico-PR e São Paulo, o técnico Fábio Carille atuou sem medo de perder, mudou sete titulares e penou com a organização no segundo tempo, mas acabou assegurando um 2 a 2 que "premiou" a iniciativa incomum na temporada.

O primeiro tempo mostrou um Corinthians mais solto, seja pela facilidade com que as jogadas foram construídas seja com a preocupação maior em trocar passes para frente. Fagner bastante soltou pelo lado direito foi o ponto fundamental para a construção das melhores jogadas, algo comum na temporada, mas viu jogadas saírem também pelo lado esquerdo, com Janderson e Carlos, duas das escolhas surpreendentes do treinador.

Foi em um lance com a participação de todos esses que saiu o gol corinthiano. O lateral recebeu boa bola de Pedrinho e, antes da linha de fundo, tocou rasteiro para Gustavo, outra mudança. O centroavante pegou mal na bola, mas o Corinthians tinha tantos jogadores na área (quatro, além de Pedrinho e Sornoza na meia-lua) que um deles, Janderson, empurrou para a rede.

Quatro jogadores dentro e dois na entrada da área fora de casa com menos de dez minutos de jogo

Quatro jogadores do Corinthians dentro e dois na entrada da área fora de casa com menos de dez minutos de jogo

Reprodução

O ritmo dos visitantes continuou intenso, apostando em uma marcação forte no meio-campo. Chamou a atenção a participação de Gustavo neste momento, recuperando duas posses de bola e ganhando cinco das oito disputas que teve pelo alto. Vital, solto, teve boas chances em chutes de fora da área, mas não conseguiu acertar o alvo.

Como o futebol tem muitas variáveis e não é sempre que um time superior sai vencedor, o Timão, que viu isso várias vezes ficar a seu favor, foi penalizado. Em raro lance com liberdade para Michael, o destaque goiano no Brasileiro conduziu desde o meio-campo e, mesmo rodeado de corinthianos, acertou o ângulo de Cássio.

Com dois volantes à sua frente e a linha de quatro montada na área, Michael achou um lindo chute

Com dois volantes à sua frente e a linha de quatro montada na área, Michael achou um lindo chute para empatar o jogo

Reprodução

Depois de sofrer o gol, o Corinthians sentiu a pressão do time da casa e viu o domínio passar para o outro lado, sem grandes sustos até o intervalo, porém. Motivo pelo qual Carille apostou na mesma equipe para a etapa final. O encaixe de jogo, porém, tinha mudado de lado.

Com Michael exalando confiança, os anfitriões foram para cima e poderiam ter virado o marcador em três oportunidades nos primeiros 15 minutos. Os paulistas até ameaçaram em contra-ataques, mas pareceu faltar perna ao Corinthians para finalizar com perigo ao gol de Tadeu. As sete mudanças passavam a penar na falta de entrosamento e organização defensiva.

Régis foi uma das alternativas colocadas em campo por Carille

Régis foi uma das alternativas colocadas em campo por Carille

Reprodução

O Goiás conseguiu uma justa virada em cabeçada de Barcia, que tirou do Timão também a condição de melhor defesa do Brasileiro, agora do rival São Paulo. Carille mandou a campo Régis, Vagner Love e Jadson, mas parecia que não conseguiria furar o bloqueio adversário.

Até que Michael, o melhor em campo, deu uma força: foi expulso de forma infantil em lance no meio-campo. Com um a mais, o Timão rodou a bola, quase empatou com Gil, e foi premiado em pênalti marcado após toque com a mão de Dudu. Um empate que pode incentivar os alvinegros a jogarem mais.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Com cinco novidades, Coelho fez um esboço da provável equipe que deve enfrentar o Internacional

    Coelho esboça time contra o Internacional e Vital deixa treino com dores; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Corinthians voltou a vencer o Ferro Carril na noite desta quinta

    Com briga no fim, defesa do Corinthians destrói argentinos e time vai à final da Liga Sul-Americana

    ver detalhes
  • Paolo Guerrero pode encarar o Corinthians neste domingo, em Itaquera

    Peru tem amistoso cancelado e Guerrero pode atuar contra o Corinthians neste domingo

    ver detalhes
  • Thiago Neves, aos 34 anos, tem contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2020

    Thiago Neves fala em desejo de jogar no Corinthians em 2020; em coletiva, depois, freia empolgação

    ver detalhes
  • Alex Teixeira, de 29 anos, tem contrato com o Jiangsu Suning, da China, até o fim de 2020

    Corinthians retoma interesse e busca informações sobre a situação de Alex Teixeira na China

    ver detalhes
  • Renato Augusto e Rodriguinho seriam boas opções para o Corinthians em 2020?

    Sete dicas de ex-corinthianos que poderiam voltar ao Timão em 2020

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: