Como dói! Corinthians sofre com viradas e perde um dos últimos 'trunfos' de Carille

5.5 mil visualizações 65 comentários Comunicar erro

Um dos últimos 'trunfos' de Carille caiu: equipe não tem conseguido 'segurar' vitórias

Um dos últimos 'trunfos' de Carille caiu: equipe não tem conseguido 'segurar' vitórias

Danilo Fernandes/ Meu Timão

A pior sequência de resultados da temporada até aqui já custou ao Corinthians um dos últimos trunfos que o trabalho de Fábio Carille parecia resultar: a equipe não consegue mais "segurar" vantagens mesmo quando opta por se defender ainda mais que o habitual.

Das últimas quatro partidas do Corinthians, o Timão sofreu a virada em três delas. Foi assim quando abriu o placar e levou a invertida de 2 a 1:

  • contra o Athletico-PR (jogo terminou 2 a 2);
  • contra o Goiás (jogo terminou 2 a 2);
  • contra o Cruzeiro (jogo terminou 2 a 1).

Nos outros dois jogos da atual sequência de cinco partidas sem vitória, o Corinthians não chegou a balançar as redes adversárias (0 a 0 contra o Grêmio e 0 a 1 contra o São Paulo). Impossível, assim, dizer se seguraria ou não uma eventual vantagem no placar.

Fato é que a dificuldade em se manter à frente no marcador é novidade para o Corinthians. Antes da sequência citada, o Timão havia levado sua última virada (seja ela definitiva ou não) apenas na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, na derrota de 3 a 2 para o Bahia.

Mesmo quando já sofria com críticas a respeito do desempenho fraco de sua equipe nos últimos meses, Carille alegava os bons resultados como contraponto – não à toa o Timão ainda está na zona de classificação à Libertadores do ano que vem.

Esses bons resultados, por sua vez, foram em boa parte construídos com um roteiro bastante semelhante: a equipe abria o placar e se fechava, abdicando de jogar e tentando travar o jogo do adversário também. Foi assim, por exemplo, na magra vitória de 1 a 0 sobre a Chapecoense, mesmo se tratando da lanterna do Campeonato Brasileiro.

Athletico, Goiás e Cruzeiro, por outro lado, não permitiram ao Corinthians praticar o "antifutebol". Mais limitada tecnicamente, a equipe goiana teve paciência para, aos poucos, mudar o panorama do jogo e passar a controlar a posse de bola. No caso dos embates contra paranaenses e mineiros, o Timão já era pressionado antes mesmo de abrir o placar.

Leia também: Pressionado, Carille abre Corinthians e leva quatro gols; comissão técnica vai reavaliar postura

Seja porque tenta manter um suposto ritmo mais ofensivo e falha (como contra o Goiás), seja porque não consegue mais ter a mesma eficiência defensiva que outrora (como diante de Athletico, Cruzeiro e do próprio Goiás também): a situação do Corinthians "virou". Não há nem mais resultados para sustentar o mau desempenho da equipe de Carille.

Dá tempo de revirar?

Veja mais em: Fábio Carille e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Com cinco novidades, Coelho fez um esboço da provável equipe que deve enfrentar o Internacional

    Coelho esboça time contra o Internacional e Vital deixa treino com dores; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Corinthians voltou a vencer o Ferro Carril na noite desta quinta

    Com briga no fim, defesa do Corinthians destrói argentinos e time vai à final da Liga Sul-Americana

    ver detalhes
  • Paolo Guerrero pode encarar o Corinthians neste domingo, em Itaquera

    Peru tem amistoso cancelado e Guerrero pode atuar contra o Corinthians neste domingo

    ver detalhes
  • Thiago Neves, aos 34 anos, tem contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2020

    Thiago Neves fala em desejo de jogar no Corinthians em 2020; em coletiva, depois, freia empolgação

    ver detalhes
  • Alex Teixeira, de 29 anos, tem contrato com o Jiangsu Suning, da China, até o fim de 2020

    Corinthians retoma interesse e busca informações sobre a situação de Alex Teixeira na China

    ver detalhes
  • Renato Augusto e Rodriguinho seriam boas opções para o Corinthians em 2020?

    Sete dicas de ex-corinthianos que poderiam voltar ao Timão em 2020

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: