Com salários atrasados, Kazim revela que precisou pagar comida para jovens de seu time no México

2.2 mil visualizações 32 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Kazim fez parte das campanhas campeãs do Paulistão e Brasileiro em 2017

Kazim fez parte das campanhas campeãs do Paulistão e Brasileiro em 2017

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O ex-corinthiano Colin Kazim-Richards não tem encontrado vida fácil no "potente e valioso" futebol mexicano. Isso porque o Veracruz, seu clube atual no México, deixou de pagar salários a atletas e funcionários em março, por grandes problemas administrativos. Assim, o "Gringo da Fiel" presenciou de perto um drama pessoal para muitos jogadores, mas principalmente para os mais jovens.

"Se a situação fora de campo é difícil, como eles podem jogar? Reflete o que acontece fora. É muito difícil tentar trabalhar, seguir. Aconteceu uma situação que eu nunca tinha visto no futebol. Nunca! Quando você chega no treino e vê um moleque que não come há três dias... Ele começou a vomitar água. Não vomitava comida, nada. Eu perguntei o que houve, e ele disse que não comia há três dias. Levei ele para comer", disse Kazim em entrevista ao GloboEsporte.com.

Em seguida, Kazim detalhou a situação na qual levou garotos vindos das categorias de base para se alimentar. Ele, cabe destacar, marcou reunião em segredo com quatro meninos para ajudá-los, deixando claro que se tratava de um gesto de caridade.

"Acho que ninguém de fora iria acreditar, porque isso não é normal. Eu não fiz isso para receber elogios, porque sou um cara legal. Eu paguei os meninos porque é o certo. Eles merecem que alguém ajude. Eu tenho filhos, e estava esperando que alguém os ajudasse. Graças a Deus, tive uma boa carreira, e pude ajudar, pois eles estavam sofrendo muito. Caras que precisaram sair de casa para realizar sonhos", comentou.

Kazim chegou ao Veracruz antes mesmo de explodir os problemas financeiros do clube. O ex-centroavante do Timão admitiu que, caso soubesse da atual situação da equipe, não teria deixado o Lobos na temporada passada - clube onde iniciou sua trajetória no México.

"Essa é a vida, não se sabe se essas situações vão acontecer. Se eu soubesse que em seis meses não ia receber o salário, claro que nunca sairia. Não me arrependo. Deus me colocou aqui por uma razão, para ajudar esses moleques. Nunca foi fácil na minha vida, então precisava ajudar", expôs.

Por fim, o atleta, que conta os dias para deixar o Veracruz, voltou a demonstrar todo seu carinho pelo Brasil.

"Eu não vou ficar nesse time. Meu contrato acaba em duas semanas, e meu empresário verá. Tenho interesse de outros times daqui, mas minha esposa e filhos são brasileiros. Eu tenho saudade de jogar no Brasil, o campeonato é competitivo. O campeonato e a torcida no Brasil são f***. Minha família e meu coração estão no Brasil. Meu coração é brasileiro. Nenhum outro país tem uma temporada assim. Tenho muita saudade", acrescentou.

Pelo Corinthians, Kazim disputou 37 partidas e balançou as redes em apenas quatro oportunidades. Entre 2017 e 2018, vale lembrar, o atleta levantou as taças do Campeonato Paulista (2017/18) e também do Brasileirão (2017). Na conquista nacional, por sinal, ele marcou um importante gol contra o Avaí já na reta final da competição.

Veja mais em: Kazim e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Timão encarou o Atibaia em jogo-treino nesta quarta-feira

    Corinthians empata com o Atibaia em jogo-treino com os reservas no CT Joaquim Grava

    ver detalhes
  • Mauro Boselli tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2020

    Boselli fala até de matrícula das filhas e projeta 2020 no Corinthians: 'Não penso em outra coisa'

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians treinou na Arena nesta quarta-feira

    Feminino do Corinthians faz reconhecimento da Arena em treino animado antes da final

    ver detalhes
  • A torcida do Corinthians reservou todos os ingressos para a final do Paulista Feminino na Arena

    Torcida do Corinthians esgota ingressos para final do Paulista Feminino na Arena

    ver detalhes
  • Depois de derrota contra o CSA, treinador soltou o verbo com o elenco

    Sanchez se retrata por cobrança pública ao elenco, mas cobra vaga na Libertadores

    ver detalhes
  • Carro da Mercedes durante GP do Brasil de F1 de 2015

    Como GP de Fórmula 1 ajudou Corinthians a se livrar de dívida de R$ 30 mil junto à PM

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: