Gabriel explica pedidos de Tiago Nunes e conversas para se adaptar ao novo estilo do Corinthians

10 mil visualizações 89 comentários

Gabriel tem novas obrigações no esquema de Tiago Nunes e procura entender as ideias do comandante

Gabriel tem novas obrigações no esquema de Tiago Nunes e procura entender as ideias do comandante

Tomás Rosolino/Meu Timão

O volante Gabriel foi o escolhido para falar com a imprensa na tarde desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, e avaliou as mudanças pelas quais tem passado no novo trabalho de Tiago Nunes. Conhecido no clube pelo interesse na parte tática da equipe, ele explicou como tem sido sua convivência.

"É um trabalho novo, a gente vem numa sequência que vem mudando o posicionamento, treinamento e tudo", comentou o jogador, que foi visto conversando com o comandante ao final da atividade da manhã. O papo levou cerca de 15 minutos após o encerramento do treino no CT, com gestos e simulações de movimentos de jogo.

Gabriel, que atuou como primeiro volante basicamente nos últimos cinco anos, tem sido cobrado para ajudar mais no jogo ofensivo, dando opção de passe aos laterais.

Leia também:
Corinthians pede mais de R$ 20 milhões para liberar Sornoza em definitivo à LDU
Corinthians inscreve lateral Michel Macedo no Campeonato Paulista
Com Yony González, Tiago Nunes comanda treino com reservas no CT do Corinthians

"(A conversa é sobre o) posicionamento mesmo em campo, do time quando está com a bola você dar uma opção para os laterais, buscar passes, viradas de jogo", explicou o camisa 5 corinthiano.

O atleta, porém, acredita que também pode ajudar a diminuir os riscos de contra-ataque que a equipe sofre. Resta ajeitar o momento de subir mais ou tentar cobrir os companheiros, como estava acostumado.

"Sabia que poderia ter um pouco mais de dificuldade para entender o trabalho. Mas depois que entender, estou preparado e confiante. Entrei contra o Santos, consegui fazer um bom papel, vencer a partida. Adquirindo confiança, minutagem, tudo melhora", avaliou, fazendo a ressalva de que tem a confiança do comandante.

"Venho para o meu quarto ano, muita confiança, quero conquistar mais coisas e buscar meu espaço para jogar. A gente já faz isso natural e muitas vezes até para entender mesmo. Tem treinador que tem formas e estilos diferentes. Tem treinador que gosta de jogador A ou B, mas quem está aqui tem condição de trabalhar com o elenco", concluiu.

Veja mais em: Gabriel, Tiago Nunes e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Em 2016, o Corinthians comprou 50% dos direitos econômicos de Marlone por R$ 4 milhões; pelo acordo, o Timão pagaria duas parcelas de R$ 500 mil e outras 20 parcelas mensais de R$ 150 mil

    Corinthians tenta efeito suspensivo para evitar cobrança de R$ 2,1 milhões na Justiça, que é negado

    ver detalhes
  • Último jogo do Corinthians no domingo à tarde na Neo Química Arena foi contra o Vasco, no Brasileiro

    Corinthians vai atuar pela primeira vez na temporada em um domingo à tarde; relembre horários

    ver detalhes
  • Pedrinho anota o primeiro gol do Corinthians no Brasileirão Sub-17

    Corinthians supera o Internacional e estreia com vitória no Brasileirão Sub-17

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu detalhes de seu último compromisso na fase de grupos do Paulista

    Jogo entre Corinthians e Novorizontino é confirmado à tarde; jogos da rodada serão no mesmo horário

    ver detalhes
  • Camacho em ação contra o Atlético-GO pelo Campeonato Brasileiro do ano passado

    CBF define data e horário para a terceira fase da Copa do Brasil; Corinthians encara o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Fábio Carille não esconde incômodo com declaração de Andrés Sanchez

    Carille diz que ficou 'muito chateado' com declaração de Andrés Sanchez: 'Não falo mais com ele'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x