Antes de alertas, jogadores do futsal do Corinthians visitaram hospital para crianças com câncer

730 visualizações 9 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Jogadores do futsal do Corinthians visitaram crianças na última sexta-feira

Jogadores do futsal do Corinthians visitaram crianças na última sexta-feira

Divulgação

Os atletas Daniel Batalha e Murilo Saad visitaram na última sexta-feira o Ambulatório de Oncologia Pediátrica do Hospital Santa Marcelina, mantido em parceria com a TUCCA, Associação que atua no cuidado integral e personalizado com o objetivo de aumentar as taxas de cura de crianças e adolescentes com câncer. A medida serviu como cumprimento de pena por expulsões ocorridas na Liga Nacional de Futsal do ano passado.

Assim que chegaram, os atletas foram recebidos por Isleide Castilho (Gestora Administrativa) e Claudia Malafati (Coordenadora Administrativa), que explicaram como é a rotina dos pacientes e o dia-a-dia do ambulatório.

"Com a prática do cuidado integral, conseguimos elevar a adesão ao tratamento e capacitar crianças, jovens e seus familiares para a vida após o câncer", afirmou a Dra. Claudia Epelman, vice-presidente da TUCCA, em entrevista ao site do clube.

Leia também:
Empresário de Pedrinho responde Jorge Jesus após comentário sobre ida do meia ao Benfica
Corinthians perde força nas últimas 100 partidas e tem aproveitamento bem abaixo do início na Arena

Em seguida, realizaram um tour para conhecer as dependências do ambulatório e as atividades realizadas. Os atletas do Timão se dividiram com as 65 crianças e adolescentes presentes no hospital para ler histórias, desenhar e compartilhar vivências.

Os jovens receberam cadernos de desenho e as crianças ganharam copinhos personalizados do Timão. Depois de três horas de interação, os dois terminaram as atividades com novos aprendizados.

"Para eu que tenho filho me comoveu muito ver a luta diária dos profissionais, a forma que tratam as crianças. Ver aquelas crianças na quimioterapia dá uma lição de nunca desistir, manter o sorriso no rosto. A luta daqueles pais que estão lutando contra a doença junto com as crianças nos ensina a ser mais humano e dar valor a nossa família e nossos filhos. Espero voltar mais vezes", contou Daniel Batalha.

"A experiência foi muito boa. Fiquei feliz de conseguir levar carinho e alegria para estas crianças que desde cedo lutam em seus tratamentos. Também foi muito bacana ver o esforço dos voluntários, familiares e funcionários em fazer o possível para amenizar o peso do dia-a-dia dentro de uma instalação muito boa e organizada . Foi bem válido o dia, sai refletindo bastante e levando de lição a coragem, garra e determinação das crianças. Que sirva de inspiração para todos nós", comentou Murilo.

Veja mais em: Futsal do Corinthians.

Veja Mais:

  • Malcom chegou ao Zenit, da Rússia, em agosto de 2019

    Ex-Corinthians, Malcom relembra 'momento delicado' em 2019 e detalha adaptação ao Zenit, da Rússia

    ver detalhes
  • Presidente Andrés Sanchez é quem baterá o martelo em relação ao que será feito com os salários durante a paralisação

    Corinthians estuda medidas em relação a salários de atletas e funcionários; saiba as possibilidades

    ver detalhes
  • Candidato na última eleição, Felipe Ezabella pode apoiar Mário Gobbi neste ano

    Conselheiro projeta dívida de R$ 1 bilhão e admite que Gobbi pode ser candidato único da oposição

    ver detalhes
  • Mauro Boselli é um dos destaques do Corinthians neste início de temporada

    Boselli comenta possível redução de salário em meio ao surto do coronavírus: 'O mais justo possível'

    ver detalhes
  • Os desafios de Tiago Nunes no Corinthians

    [Mayara Munhoz] Os desafios de Tiago Nunes no Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians escolheu gol de Fábio Santos contra o Emelec

    Corinthians aceita novo desafio e posta golaços de ex-jogadores que estão no Atlético Mineiro; veja

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: