Base resolve, e Corinthians derrota o Praia Clube na Liga Nacional de Futsal

4.4 mil visualizações 25 comentários

Corinthians conseguiu superar o Praia fora de casa

Corinthians conseguiu superar o Praia fora de casa

Divulgação/Praia Clube

Praia Clube 0 X 3 Corinthians

Liga Nacional de Futsal 2020
12 de outubro de 2020, 15:00
Praia Clube 0 x 3 Corinthians
Arena Praia

O Corinthians conquistou talvez a sua mais empolgante vitória na atual edição da Liga Nacional de Futsal nesta segunda-feira, em Uberlândia, contra o Praia Clube. Disputando confronto direto pela classificação à próxima fase, o Timão viu Guilhermão, duas vezes, e Daniel Airoso marcarem os gols do 3 a 0.

Os tentos, além de terem sido marcados todos no segundo tempo, vieram de atletas formados nas categorias de base do clube do Parque São Jorge. Com o resultado, a equipe chega a 12 pontos em nove rodadas do torneio, ultrapassando a Intelli e assumindo a terceira posição do Grupo A.

Agenda alvinegra: o Corinthians volta à quadra no próximo dia 18, um domingo, para encarar a equipe do Minas, duelo que será realizado às 13h (de Brasília), na Arena Minas Tênis, em Belo Horizonte.

Escalação

O Corinthians teve um quinteto inicial que parece se firmar como o titular da equipe após o errante começo de temporada. Assim, André Bié escalou o Timão com Careca; Nenê, Leandro Caires, Rafa e Deives.

Como foi o jogo

Primeiro tempo

O primeiro tempo foi bem característico dos jogos do Corinthians, com a equipe apostando na posse de bola para abrir espaços na marcação adversária e exigir bastante fisicamente do adversário. Um susto logo de cara, no entanto, foi o que mais chamou atenção nos primeiros 20 minutos de bola rolando.

Rafa tentou desarmar Johnny pela ala direita do ataque do Praia e, ao colocar a mão esquerda no peito do adversário, viu seu dedão ser deslocado para trás. A cena foi feia e impactou os jogadores, mas o corinthiano apenas recolocou o dedo no lugar e logo voltou para dentro das quatro linhas.

Até o intervalo, o lance de maior perigo dos corinthianos foi uma falta batida pelo pivô Éder Lima, que acabara de entrar. Ele chutou forte, no canto do goleiro, e exigiu boa defesa de Gustavinho.

Segundo tempo

Na etapa final, o Corinthians recorreu à sua forte categoria de base para conseguir ganhar a partida. O primeiro a aparecer foi o pivô Guilhermão, que protegeu a chegada de Neto, girou e ficou cara a cara com o goleiro. Gustavinho defendeu, mas, no rebote, Guilhermão tabelou com Henrique e anotou seu tento.

O Timão passou a ser um rolo compressor a partir dali e logo ampliou o marcador. O segundo gol veio quando Neguinho fez um passe de ala a ala para Daniel Airoso, pelo lado direito. Daniel, então, bateu forte, cruzado, anotando gol 100% da base corinthiana.

Logo na sequência, Guilhermão fez o pivô para Daniel Airoso, que chutou fraco. O goleiro espalmou e o próprio Guilhermão estufou a rede adversária, soltando um grito de "é Corinthians!" para as câmeras na comemoração.

Veja mais em: Futsal do Corinthians.

Comente a notícia: