Cria da base do Corinthians, Carlos chega a 13 jogos de invencibilidade na Itália

3.6 mil visualizações 47 comentários

Por Meu Timão

Carlos está bem cotado no Monza, da Itália

Carlos está bem cotado no Monza, da Itália

Divulgação

O lateral-esquerdo Carlos Augusto vive uma excelente fase no Monza, da segunda divisão da Itália. Com uma vitória por 2 a 0, em casa, diante do Pordenone no último sábado, o Monza chegou aos 47 pontos e reassumiu a vice-liderança do torneio. Vale destacar que os dois primeiros colocados garantem diretamente a vaga na elite do futebol italiano na próxima temporada.

Revelado nas categorias de base do Corinthians, ele está desde setembro de 2020 no clube italiano e com a vitória do último sábado chegou a incrível marca de 13 partidas de invencibilidade.

"É algo que representa muito, ainda mais num futebol tão competitivo como é o italiano. Ninguém gosta de perder e chegar aos 13 jogos sem derrotas é algo que me marca muito. Além disso, essa série invicta ajuda e muito o time na busca do objetivo, que é o acesso à Série A", afirmou o atleta de 22 anos.

Restam apenas 11 rodadas para o término da Série B italiana. A briga pelo acesso está intensa. A diferença do Monza, vice-líder, para o Spal, oitavo colocado, é de apenas seis pontos. Do terceiro ao oitavo será disputado um pequeno torneio mata-mata para definir o último representante na elite. Os dois primeiros sobem diretamente.

"O nosso foco para buscar esse acesso está gigantesco. Nosso elenco vem fazendo um belo campeonato, principalmente porque estamos trabalhando muito. Chegamos na reta final e não podemos bobear, pois vários times estão na briga por essas vagas. Vamos manter a concentração para fecharmos a temporada confirmando esse acesso", assegurou..

Das 27 partidas do Monza na Série B, Carlos Augusto esteve presente em 21 compromissos, sendo 19 delas como titular. O lateral explica a rápida adaptação e a boa sequência que vem tendo na Itália.

"Me adaptei rapidamente porque o nosso elenco é qualificado e me recebeu muito bem. Me senti acolhido e, por isso, tenho esse número alto de presença nos jogos. Além disso, tenho me dedicado também fora das quatro linhas. Quando estou em casa, de folga, procuro estudar a língua e cultura italiana para cada vez mais ficar adaptado a tudo que envolve a rotina do Monza", concluiu.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians, Base do Corinthians e Carlos Augusto.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a entrar em campo pelo Paulistão neste domingo

    Corinthians visita Guarani pela retomada do Campeonato Paulista; saiba tudo

    ver detalhes
  • Corinthians desconhece interesse do Fluminense na contratação de Cazares

    Corinthians desconhece interesse do Fluminense por Cazares, mas faz ponderação

    ver detalhes
  • Fedato (quinto da esquerda para a direita) deixou o Corinthians para atuar no futebol árabe

    Fisiologista deixa o Corinthians após dez anos para atuar no futebol árabe com Mano Menezes

    ver detalhes
  • Mancini fez algumas ressalvas, mas se mostrou satisfeito com os meninos vindos da base

    Mancini demonstra satisfação com jovens da base e explica processo de adaptação na 'nova realidade'

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians fica no CT Joaquim até até o próximo dia 16

    Elenco do Corinthians inicia 'bolha' no CT para as próximas três partidas do Paulistão

    ver detalhes
  • Vitinho relembrou toda sua trajetória no Corinthians até sua estreia no profissional

    Vitinho relembra trajetória no Corinthians, dificuldade com Covid e garante 'muita raça' no clube

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x