Ivan Grava pede demissão do Corinthians e clube confirma novo departamento médico

28 mil visualizações 248 comentários

Por Marco Bello, Rodrigo Vessoni e Tomás Rosolino

Ivan Grava não faz mais parte do quadro de funcionários do Corinthians

Ivan Grava não faz mais parte do quadro de funcionários do Corinthians

Reprodução/ Corinthians TV

O Corinthians vive mais um surto de Covid-19 em seu elenco. Um dos responsáveis pelo departamento médico do clube, o médico Ivan Grava pediu demissão e já não fica no banco de reservas para a partida deste domingo. A informação foi divulgada pela jornalista Marília Ruiz em seu blog no Uol.

Ivan é um dos principais médicos do clube, onde atuava há oito anos. O pedido de demissão aconteceu após surgirem divergências entre o profissional e a diretoria corinthiana, uma relação já desgastada por anos e que piorava nos últimos meses. Discordâncias sobre o retorno de atletas e o recente surto de Covid-19 no clube foram relevantes, porém.

O colunista do Meu Timão, Marco Bello, conversou com o Dr. Ivan e confirmou que o não cumprimento dos protocolos por parte dos jogadores e demais profissionais foi determinante para a decisão. Ele se decidiu na sexta-feira e enviou o pedido para Joaquim Grava, pai e consultor médico do clube.

Em nota, o Corinthians informou que Michel Youseff Muniz Domingos, que estava nas categorias de base, se juntará no departamento ao lado da doutora Ana Carolina Ramos e Côrte. O médico Eures Soncini Facci, que coordena o departamento na base, estará do Futebol Profissional por tempo indeterminado, enquanto Dr. Júlio Stancati se recupera de um quadro de COVID-19.

"Os protocolos estão sendo cumpridos à risca. O desentendimento foi por conta do tempo de retorno dos atletas com Covid. O clube está inclusive buscando e levando todos os funcionários para não usarem transporte público", reforçou o Timão à reportagem.

Ivan Grava atende em um consultório no bairro do Ibirapuera de onde tira a maior parte da sua renda. "Nos últimos anos, continuei por amor ao clube que torço desde criança", comentou o médico, que esperava uma manifestação oficial do clube antes de tornar público o pedido.

Recentemente, vale lembrar, o meia Otero e o atacante Jô criaram polêmica dentro do clube ao aproveitar o último dia de folga, a segunda-feira pós-vitória diante da Ponte Preta, em um resort. - veja abaixo. Cabe acrescentar, ainda, que o clube conta, atualmente, com seis atletas afastados pela doença: Caíque França, Lucas Piton, Roni, Xavier, Ruan Oliveira e André Luis.

E mais: o que aconteceu com Jô e Otero

Veja mais em: Departamento Médico.

Veja Mais:

  • Corinthians definiu empréstimo de zagueiro Bruno Méndez ao Internacional

    Corinthians empresta Méndez para o Internacional e terá compensação financeira; veja valor

    ver detalhes
  • Da venda de Jucilei em 2011 até essas últimas penhoras das cotas do clube, o Caso J. Malucelli passou pela mesa de cinco presidentes: Andrés Sanchez, Mário Gobbi, Roberto de Andrade, Andrés Sanchez e, agora, Duilio Monteiro Alves

    Corinthians faz acordo final com o J.Malucelli para findar imbróglio após seis anos; veja o valor

    ver detalhes
  • Thiaguinho, Bruno Méndez e Mandaca na atividade desta segunda-feira

    Corinthians se reapresenta no CT Joaquim Grava e inicia preparação para pegar o Sport

    ver detalhes
  • Tarciane é o sexto reforço do Corinthians na temporada

    Corinthians anuncia a contratação de jovem zagueira Tarciane até o final de 2022

    ver detalhes
  • [Rodrigo Vessoni] Jô? Relembre 18 vezes que a cor verde virou polêmica e foi repudiada no Corinthian

    ver detalhes
  • Corinthians retorna ao CT Joaquim Grava nesta segunda-feira à tarde

    Brasileirão, futsal, basquete, feminino e base: confira a programação do Corinthians nesta semana

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x