Corinthians vence o Mirassol com pênalti defendido por Cássio nos acréscimos

24 mil visualizações 540 comentários

Corinthians venceu com gol de honra marcado por Gustavo Mosquito

Corinthians venceu com gol de honra marcado por Gustavo Mosquito

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Mirassol 0 X 1 Corinthians

Paulista 2021
23 de março de 2021, 21:00
Mirassol 0 x 1 Corinthians
Raulino de Oliveira

Depois de inúmeras incertezas e decisão surpreendente da FPF, o Corinthians entrou em campo na noite desta terça-feira. Em Volta Redonda, a equipe alvinegra reagiu após início ruim, contou com pênalti defendido por Cássio e venceu o Mirassol por 1 a 0 - o gol foi marcado por Gustavo Mosquito.

Com o resultado, o time comandado por Vagner Mancini mantém a liderança isolada do Grupo A do Campeonato Paulista, com 11 pontos conquistados até o momento - são três vitórias e dois empates.

Agenda: o Timão volta a campo nesta sexta-feira, às 21h30, para encarar o Retrô, pela Copa do Brasil. Após mudanças, o confronto acontece no Estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema.

Escalação

Com a volta de Gustavo Mosquito, fora há seis jogos, o Corinthians entrou em campo com Cássio; Fagner, Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Otero, Ramiro, Rodrigo Varanda, Gustavo Mosquito e Jô.

Escalação

Meu Timão

O jogo

Primeiro tempo

Quem começou melhor em Volta Redonda foi o Mirassol. Logo aos quatro minutos, a equipe mandante chegou pela esquerda e parou em boa defesa de Cássio, que saiu para abafar finalização perigosa.

E o Corinthians continuou levando sustos. No meio da área, Fábio Santos afastou cruzamento venenoso que veio por baixo e na volta, Neto Moura finalizou na rede pelo lado de fora, assustando a Fiel.

Aos 15 minutos, mais uma bola nas redes de Cássio, pelo lado de fora. Com o Timão entregue, sem conseguir sair jogando e dando muitos espaços, o Mirassol empilhou chances sem dificuldade.

O Corinthians chegou pela primeira vez aos 17 minutos. Pela direita, Mosquito cortou bem a marcação e Ramiro chegou no fundo. O cruzamento do camisa 8, porém, parou na marcação dentro da área.

Logo, no entanto, o Mirassol respondeu. Pelo meio, Fabrício girou bem e bateu forte. No lance seguinte, o Timão fez valer o ditado "quem não faz leva". Em bom lançamento, Fagner apareceu livre pela direita e cruzou rasteiro para Mosquito balançar as redes.

Após o gol, o time adversário retomou o controle da partida e chegou duas vezes: em cabeçada, Cássio encaixou sem dificuldades, depois o camisa 10 do Mirassol isolou bom chute dentro da área.

Aos 34 minutos, Cássio Gabriel bateu falta direto e o ídolo do Corinthians teve que fazer outra boa intervenção. Cinco minutos depois, o Timão respondeu com Varanda, que obrigou Muralha a fazer grande defesa e evitar o segundo tento alvinegro.

Aos 46, o Mirassol quase empatou. Otero dominou na entrada da área, foi pra linha de fundo de defesa do Corinthians e afastou mal. Fabrício furou a finalização, mas estava livre para marcar.

Segundo tempo

As primeiras chances do Corinthians na etapa final vieram rápido. Aos dois, Mosquito arrancou por dentro e dividiu com o goleiro, que acabou ficando com a bola. Depois, impedido, o atacante bateu por cima da meta.

Aos oito minutos, Ramiro recebeu no meio e soltou uma bomba no travessão de Muralha, assustando o arqueiro do Mirassol. Na volta, Jô bateu forte por cima, longe do gol.

Sem mais oportunidades, Mancini fez suas duas primeiras trocas: Cauê e Léo Natel deixaram o banco para ocupar as vagas de Jô e Gustavo Mosquito, que voltou de lesão balançando as redes.

Pouco depois, Cazares entrou na vaga de Rodrigo Varanda. Neste mesmo momento, Otero desperdiçou boa cobrança de falta, colocando a bola na barreira. Aos 31 minutos, Fagner pediu para sair por dores e deu lugar a Bruno Méndez. Quem também saiu foi Ramiro, para dar lugar a Camacho.

O jogo se desenvolveu de forma lenta depois disso, com o Mirassol errando muito e o Corinthians satisfeito com os três pontos.

Já nos acréscimos, Fábio Santos bateu com a mão da bola dentro da área e o árbitro marcou pênalti para o time adversário. Na cobrança, Fabrício bateu no canto e Cássio fez a defesa para segurar a vantagem para o Timão.

Antes do apito final, o camisa 12 ainda fez duas intervenções simples e garantiu a vitória do Corinthians.

Veja mais em: Campeonato Paulista.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

x