Mancini aprova Corinthians 'diferente', mas lamenta erros no segundo tempo: 'Merecia sorte melhor'

2.9 mil visualizações 95 comentários

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni

Técnico comentou atuação alvinegra em derrota para a Ferroviária

Técnico comentou atuação alvinegra em derrota para a Ferroviária

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Questionado pelo desempenho do Corinthians nos últimos jogos, Vagner Mancini montou uma equipe repleta de mudanças nesta terça-feira. Com boa atuação no primeiro tempo, a equipe alvinegra caiu de produção na etapa final e perdeu por 2 a 1 para a Ferroviária, em Araraquara. Mesmo com o resultado negativo, o comandante valorizou a evolução de seus comandados.

"Curiosamente, nós vimos um Corinthians diferente do último domingo. Foi dono do jogo no primeiro tempo, teve mais posse, finalizou mais a gol. No segundo tempo caiu de produção. Acho que não foi por isso que fomos derrotados. Tivemos erros que influenciaram, mas eu vi um Corinthians que teve posse, boas oportunidades de gol e alguns erros, que precisam dos ajustes que sempre fazemos", pontuou.

"Eu também acho que a equipe foi superior aos últimos jogos, taticamente. Teve desenvoltura, conseguiu sair jogando desde o início. Cássio bateu poucos tiros de meta longos. Isso é importante. A entrada não só do Luan, mas de outros atletas, beneficiou o time. Aproveitaram muito bem", completou.

Apesar dos elogios à mudança de postura, Mancini fez questão de ressaltar a necessidade de melhora para os próximos compromissos. Para o comandante, faltou matar o jogo na primeira etapa - a equipe desperdiçou chances, incluindo uma bola no travessão de Otero.

"Merecia uma sorte melhor, mas o futebol é bola na rede. Os últimos jogos não fomos bem, mas vencemos. A gente estava invicto e perdeu no que na minha opinião, foi um dos melhores jogos do ano. Temos que parar, pensar, refletir, o motivo da derrota, os erros, e tentar entender o que foi feito para a gente melhorar. Jogamos sexta, que hoje seja exemplo com o primeiro tempo, dava pra ter matado o jogo, teve oportunidades para o segundo, terceiro gol. Fruto de inatividade de alguns, talvez de chances perdidas, fruto de uma equipe forte do outro lado, que melhorou, nos apertou... isso é analisado, questionado e repassado aos atletas para fazermos os ajustes de forma coerente e certa", analisou.

Por fim, o técnico alvinegro destacou a possível queda física pela falta de sequência para a maioria dos atletas que começaram a partida entre os titulares - vários deles não atuavam há mais de quatro partidas.

"Adotamos a postura de protagonista desde o primeiro momento do jogo. Fomos bem, jogamos no ataque, tivemos posse, finalização, não deixamos eles chegarem... o grande teor do jogo ficou na nossa mão. Na segunda etapa a gente já vencia por 1 a 0 e não houve mudança de atitude, mas deles houve. A nossa equipe não vinha jogando, alguns atletas sentiram, caímos de rendimento em função disso. Ninguém quer estar ganhando e recuar, buscar o contra-ataque, não existe isso aqui. A gente queria o segundo, o terceiro, o quarto gol. Mas não aconteceu", finalizou.

Veja mais em: Campeonato Paulista e Vagner Mancini.

Veja Mais:

  • Boca Juniors vai pagar menos por casos de racismo do que Corinthians por infração a artigo que trata de propaganda no banco de reservas

    Conmebol multa Boca por racismo; valor é menor que pena ao Corinthians por propaganda no banco

    ver detalhes
  • Fagner correu ao redor do gramado nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava

    Fagner inicia transição e elenco do Corinthians faz treino em casa após empate no Majestoso

    ver detalhes
  • Torcedor do Corinthians precisa parar de procurar problema onde não tem

    [Mayara Munhoz] Torcedor do Corinthians precisa parar de procurar problema onde não tem

    ver detalhes
  • Cássio precisou deixar o jogo contra o São Paulo nos minutos finais

    Exames não apontam lesão grave em Cássio, mas goleiro segue como dúvida contra o Always Ready

    ver detalhes
  • Nos últimos 630 minutos de bola rolando do Corinthians, Vítor Pereira utilizou Róger Guedes em apenas 27% do período

    Róger Guedes perde espaço com Vítor Pereira e atua apenas 27% dos minutos do Corinthians em maio

    ver detalhes
  • O Corinthians entra em campo nesta quinta-feira, contra o Always Ready, atrás de uma classificação para as oitavas de final da Libertadores

    Corinthians tem semana com jogo decisivo na Libertadores, Brasileiro, feminino, base e futsal; veja

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x