Mancini aprova pedido por sequência de Luan no Corinthians, mas avisa: 'Já dei chance antes'

19 mil visualizações 143 comentários

Por Meu Timão

Luan ganhou a posição no duelo da noite desta terça-feira

Luan ganhou a posição no duelo da noite desta terça-feira

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O técnico Vagner Mancini disse ter gostado do que viu da entrevista do meia Luan na noite da última segunda-feira. O jogador, que foi titular na noite desta terça-feira, na derrota por 2 a 1 para a Ferroviária, em Araraquara, cobrou do treinador publicamente mais oportunidades para atuar.

"Desde quando o Mancini chegou, eu tive poucas oportunidades de começar jogando, de poder entrar jogando uma partida. Se perguntar para qualquer jogador isso faz falta, o ritmo de jogo", disse o armador, em entrevista ao programa Arena SBT.

De acordo com Mancini, no entanto, o que o atleta disse nada teve de influência na sua participação em campo. Ele fez questão de reforçar que tem uma boa relação com o jogador e que ambos podem tecer esses comentários publicamente.

"Nenhuma influência, óbvio que não. Eu e Luan sempre tivemos conversas. É importante quando o atleta quer jogar. Ótimo que ele quer uma oportunidade no time. Ele deu a entrevista, eu nem sabia da entrevista, soube antes do jogo. O mais importante é o contexto", comentou, assegurando que já deu chances ao jogador.

"O jogador quer jogar, nós queremos que ele apresente o bom futebol que sabemos que tem. É um ótimo garoto. Eu diversas vezes paro para falar com ele nos treinos. Temos relação de amizade e sinceridade. Vi um atleta que quer jogar, óbvio. Assim como eu dei uma sequência de cinco partidas no Brasileirão, ele pode ter agora. Ele fez um bom jogo. Bom recuperar não só o Luan, mas todos aqueles atletas que passam por jejum de gols ou boas partidas. Acho bacana partir dele para que ele possa entrar em campo e desenvolver o que sabe", continuou o comandante.

Mancini, aliás, pode se embasar nos números para defender sua tese. Ele deu a Luan uma sequência de 12 jogos seguidos, sendo cinco deles como titular da equipe, durante o Brasileiro do ano passado.

"Recebi de forma natural porque converso com o Luan. Temos essa liberdade. Ele já falou para mim e eu também já falei para ele o que espero. Importante ter uma relação sincera. O Luan já teve uma sequência de cinco partidas no Brasileirão e pode ser que ele tenha de novo. Eu e o Corinthians somos beneficiados se ele voltar a ser aquele Luan que a gente sabe que pode ser", concluiu.

Veja mais em: Vagner Mancini e Luan.

Veja Mais:

  • Fagner correu ao redor do gramado nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava

    Fagner inicia transição e elenco do Corinthians faz treino em casa após empate no Majestoso

    ver detalhes
  • Cássio precisou deixar o jogo contra o São Paulo nos minutos finais

    Exames não apontam lesão grave em Cássio, mas goleiro segue como dúvida contra o Always Ready

    ver detalhes
  • Nos últimos 630 minutos de bola rolando do Corinthians, Vítor Pereira utilizou Róger Guedes em apenas 27% do período

    Róger Guedes perde espaço com Vítor Pereira e atua apenas 27% dos minutos do Corinthians em maio

    ver detalhes
  • O Corinthians entra em campo nesta quinta-feira, contra o Always Ready, atrás de uma classificação para as oitavas de final da Libertadores

    Corinthians tem semana com jogo decisivo na Libertadores, Brasileiro, feminino, base e futsal; veja

    ver detalhes
  • Neo Química Arena bateu o recorde de público de 2022 neste domingo; valores arrecadados já ultrapassam o dobro de 2021

    Corinthians dobra bilheteria de toda a temporada 2021 em apenas quatro meses de 2022; veja valores

    ver detalhes
  • Vítor Pereira concedeu entrevista coletiva e falou sobre Róger Guedes

    Vítor Pereira diz que Róger Guedes não está passando confiança nem nos treinos e pede mais empenho

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x