Mancini aprova pedido por sequência de Luan no Corinthians, mas avisa: 'Já dei chance antes'

18 mil visualizações 143 comentários

Por Meu Timão

Luan ganhou a posição no duelo da noite desta terça-feira

Luan ganhou a posição no duelo da noite desta terça-feira

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O técnico Vagner Mancini disse ter gostado do que viu da entrevista do meia Luan na noite da última segunda-feira. O jogador, que foi titular na noite desta terça-feira, na derrota por 2 a 1 para a Ferroviária, em Araraquara, cobrou do treinador publicamente mais oportunidades para atuar.

"Desde quando o Mancini chegou, eu tive poucas oportunidades de começar jogando, de poder entrar jogando uma partida. Se perguntar para qualquer jogador isso faz falta, o ritmo de jogo", disse o armador, em entrevista ao programa Arena SBT.

De acordo com Mancini, no entanto, o que o atleta disse nada teve de influência na sua participação em campo. Ele fez questão de reforçar que tem uma boa relação com o jogador e que ambos podem tecer esses comentários publicamente.

"Nenhuma influência, óbvio que não. Eu e Luan sempre tivemos conversas. É importante quando o atleta quer jogar. Ótimo que ele quer uma oportunidade no time. Ele deu a entrevista, eu nem sabia da entrevista, soube antes do jogo. O mais importante é o contexto", comentou, assegurando que já deu chances ao jogador.

"O jogador quer jogar, nós queremos que ele apresente o bom futebol que sabemos que tem. É um ótimo garoto. Eu diversas vezes paro para falar com ele nos treinos. Temos relação de amizade e sinceridade. Vi um atleta que quer jogar, óbvio. Assim como eu dei uma sequência de cinco partidas no Brasileirão, ele pode ter agora. Ele fez um bom jogo. Bom recuperar não só o Luan, mas todos aqueles atletas que passam por jejum de gols ou boas partidas. Acho bacana partir dele para que ele possa entrar em campo e desenvolver o que sabe", continuou o comandante.

Mancini, aliás, pode se embasar nos números para defender sua tese. Ele deu a Luan uma sequência de 12 jogos seguidos, sendo cinco deles como titular da equipe, durante o Brasileiro do ano passado.

"Recebi de forma natural porque converso com o Luan. Temos essa liberdade. Ele já falou para mim e eu também já falei para ele o que espero. Importante ter uma relação sincera. O Luan já teve uma sequência de cinco partidas no Brasileirão e pode ser que ele tenha de novo. Eu e o Corinthians somos beneficiados se ele voltar a ser aquele Luan que a gente sabe que pode ser", concluiu.

Veja mais em: Vagner Mancini e Luan.

Veja Mais:

  • Donelli deve ter nova chance na meta alvinegra com ausência de Cássio

    Corinthians não relaciona titulares para duelo contra o Novorizontino; veja lista completa

    ver detalhes
  • Reservas foram a campo para último treino antes de duelo pelo Paulistão

    Corinthians faz último treino antes de encarar o Novorizontino no domingo; veja possível time

    ver detalhes
  • Em 2016, o Corinthians comprou 50% dos direitos econômicos de Marlone por R$ 4 milhões; pelo acordo, o Timão pagaria duas parcelas de R$ 500 mil e outras 20 parcelas mensais de R$ 150 mil

    Corinthians tenta efeito suspensivo para evitar cobrança de R$ 2,1 milhões na Justiça, que é negado

    ver detalhes
  • Último jogo do Corinthians no domingo à tarde na Neo Química Arena foi contra o Vasco, no Brasileiro

    Corinthians vai atuar pela primeira vez na temporada em um domingo à tarde; relembre horários

    ver detalhes
  • Pedrinho anota o primeiro gol do Corinthians no Brasileirão Sub-17

    Corinthians supera o Internacional e estreia com vitória no Brasileirão Sub-17

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu detalhes de seu último compromisso na fase de grupos do Paulista

    Jogo entre Corinthians e Novorizontino é confirmado à tarde; jogos da rodada serão no mesmo horário

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x