Três ídolos do Corinthians marcavam seus últimos gols pelo clube no dia 10 de junho; relembre

1.2 mil visualizações 14 comentários

Por Meu Timão

Sócrates, Marcelinho e Zé Maria balançavam as redes pela última vez 1984, 2001 e 1982, respectivamente

Sócrates, Marcelinho e Zé Maria balançavam as redes pela última vez 1984, 2001 e 1982, respectivamente

Divulgação/Corinthians

O dia 10 de junho marca a história de três grandes ídolos da história do Corinthians. Zé Maria, Sócrates e Marcelinho foram às redes pela última vez nesta data em 1982, 1984 e 2001, respectivamente.

Zé Maria, que chegou ao clube em 1970, tornou-se um grande ídolo por sua raça dentro de campo. Foi dele o cruzamento que encerrou o jejum de títulos do Corinthians em 1977 e, também ele, ficou em campo na final do Paulistão de 79 com um corte no supercílio.

O primeiro gol do Super Zé foi marcado diante da Portuguesa, em abril de 1972. O último veio dez anos depois, quando marcou o gol da vitória alvinegra contra o Suzano, em um amistoso fora de casa. Ao todo, o lateral balançou as redes em 17 oportunidades nos seus 598 jogos pelo clube.

Já Doutor Sócrates marcou o último gol de seus 172 gols pelo Timão naquela que também foi sua despedida do clube. Diante do Santos, em um amistoso na Jamaica, Sócrates marcou o gol de honra do Timão na derrota por 2 a 1 no Estádio Nacional de Kingston.

Formado em medicina pela Universidade de São Paulo (USP), Sócrates marcou a história do Corinthians dentro e fora das quatro linhas. Foi um importante ator nas Diretas Já, em 1980, e foi um idealizador da histórica "Democracia Corinthiana". O ídolo faleceu no dia 4 de dezembro de 2011, fazendo valer sua vontade: partir em um domingo com o Corinthians campeão - o alvinegro levantou o título brasileiro após empatar sem gols com o Palmeiras.

Por fim, Marcelinho Carioca marcou seu último gol em 2001. Naquela oportunidade, o Corinthians disputava a final da Copa do Brasil contra o Grêmio, naquilo que foi um empate por 2 a 2. O Pé de Anjo teve três passagens pelo clube.

Até 2018, Marcelinho era o maior vencedor da história do clube, quando foi ultrapassado por Cássio. Com 206 gols em 433 jogos, o ídolo conquistou oito títulos: quatro Paulistas (1995, 1997, 1999 e 2001), uma Copa do Brasil (1995), Brasileirão (1998/99) e Mundial de Clubes (2000).

Veja mais em: Ídolos do Corinthians e História do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians bateu o Sport nesta quinta-feira

    Corinthians bate Sport pelo Campeonato Brasileiro e volta a vencer na Neo Química Arena

    ver detalhes
  • Mosquito voltou a jogar nesta quinta-feira e foi eleito o melhor em campo

    Mosquito volta a ser eleito melhor da partida em vitória do Corinthians; volante é o pior

    ver detalhes
  • Corinthians venceu o Sport na noite desta quinta-feira

    Vitória recoloca Corinthians na briga pela parte de cima da tabela; veja classificação

    ver detalhes
  • Jô marcou o segundo gol do Corinthians na vitória desta noite

    Gol de Jô e reclamação por muitos volantes: torcida do Corinthians repercute vitória diante do Sport

    ver detalhes
  • Sylvinho falou sobre o extracampo do Corinthians

    Sylvinho fala sobre como 'blindou o elenco' durante o caso Avelar e analisa opções para a zaga

    ver detalhes
  • Jô se igualou a Dentinho como maior artilheiro do século

    Jô se iguala a Dentinho como maior artilheiro do Corinthians no século XXI

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x