Sylvinho x Mancini: veja o comparativo dos comandantes no Corinthians; dupla se enfrenta domingo

13 mil visualizações 194 comentários

No Sport, Sylvinho foi braço direito de Mancini

No Sport, Sylvinho foi braço direito de Mancini

Aldo Carneiro / Pernambuco Press

No próximo domingo, o Corinthians recebe o América-MG na Neo Química Arena e terá um velho conhecido no estádio: o ex-técnico Vagner Mancini. Essa será a primeira vez que o treinador enfrentará o Timão depois de ter sido demitido em maio.

Apesar de contextos diferentes, há quem compare o trabalho dos dois e no final de semana os comandantes disputarão importantes pontos pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Por isso, o Meu Timão traz um comparativo com alguns números das campanhas de ambos.

Sylvinho assumiu o comando da equipe alvinegra depois da saída de Mancini e até aqui contabiliza praticamente metade dos jogos que o antigo treinador. Quando contratado, em outubro de 2020, Vagner Mancini tinha a missão de tirar o Corinthians da zona de rebaixamento. Já o atual técnico chegou em um momento de reconstrução e agora ganhou reforços de qualidade em uma das melhores janelas de transferência do clube.

O ex-treinador esteve à frente do time em 45 oportunidades e conquistou 73 pontos de 135 possíveis - sendo 20 vitórias, 13 empates e 12 derrotas - o que deu a Mancini um aproveitamento de 54.07%. Em comparação, Sylvinho, que tem 22 jogos e conquistou 30 pontos de 66 possíveis - sendo sete vitórias, nove empates e seis derrotas - tem um aproveitamento de 45.45%.

Na Neo Química Arena, esse aproveitamento que já não é parelho, fica ainda mais diferente. O time de Mancini jogando em Itaquera conquistou 54.55% de aproveitamento, sendo dez vitórias, seis empates e seis derrotas em 22 jogos. Sylvinho contabiliza mais derrotas (cinco) do que vitórias (duas), o que lhe dá um aproveitamento de apenas 30% em dez jogos disputados.

Quanto ao saldo de gols, o de Sylvinho está zerado. O time atual do Corinthians fez 19 gols e sofreu a mesma quantidade, o que gera uma média de 0.86 a favor e contra por jogo. A equipe de Mancini, ao mesmo tempo que fazia mais gols, também via as redes de Cássio balançarem mais vezes. Foram 57 gols a favor (média de 1.27) e 46 gols contra (média de 1.02 por jogo).

Durante o período que Vagner Mancini foi treinador do Corinthians (outubro de 2020 até maio de 2021), o time alvinegro levou três goleadas e, por isso, ele assumiu o posto de terceiro técnico com mais goleadas sofridas pelo Corinthians no século. A equipe levou 5 a 1 do Flamengo em seu segundo jogo pelo clube, 4 a 0 do Palmeiras e 4 a 0 do Peñarol. Enquanto isso, o time do Sylvinho ainda não sofreu derrotas por mais que dois gols de diferença (3 a 1 para o Flamengo).

Os dois treinadores foram eliminados nas oitavas de final da Copa do Brasil. Mancini caiu justamente para o time que comanda hoje em dia e Sylvinho não conseguiu superar o Atlético-GO. Além disso, o ex-técnico deixou a disputa pela Sul-Americana com duas rodadas de antecedência e caiu no Paulistão para o Palmeiras.

No domingo, o encontro está marcado para 18h15. Sylvinho vem de seis jogos de invencibilidade e o Corinthians ocupa a sexta colocação. O América-MG de Mancini, por sua vez, venceu os dois últimos jogos e abre a zona de rebaixamento do Brasileirão.

Veja mais em: Sylvinho e Vagner Mancini.

Veja Mais:

  • Marcelinho Carioca fez inúmeras críticas aos jogadores e ao técnico Sylvinho durante live no canal oficial do Corinthians

    Críticas e palavras de Marcelinho Carioca incomodaram jogadores e Sylvinho no CT do Corinthians

    ver detalhes
  • Ao Meu Timão, Kyle Fuller fala sobre sua volta ao clube do Parque São Jorge e relação com a torcida

    Fuller conta ao Meu Timão detalhes de seu retorno ao Corinthians e projeta reencontro com a torcida

    ver detalhes
  • Mandaca marcou o gol da segunda vitória do Corinthians em dois jogos na atual fase do Paulista Sub-20

    Corinthians vence São Caetano em casa e segue 100% na segunda fase do Paulista Sub-20

    ver detalhes
  • O técnico Mano Menezes em sua apresentação, em 2014, ao lado do hoje diretor de futebol, Roberto de Andrade

    Duilio descarta chance de Mano Menezes assumir o Corinthians durante o seu mandato, diz Neto

    ver detalhes
  • Luan, Cantillo e Giuliano em penúltimo treino antes de enfrentar o Internacional

    Corinthians faz atividades específicas em penúltimo treino antes de visitar o Internacional

    ver detalhes
  • Tcheco permaneceu sob contrato entre os anos de 2010 e 2012, mas atuou pelo clube apenas na primeira temporada, sendo emprestado nas demais

    Justiça do Trabalho define valor de indenização do Corinthians ao ex-meia Tcheco

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x