Venha fazer parte da KTO
x

Corinthians inscreve Robson Bambu no Paulista em meio a acusação de estupro ao jogador

18 mil visualizações 206 comentários Reportar erro

Por Meu Timão

Zagueiro Robson Bambu foi inscrito pelo Corinthians no Paulistão

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O Corinthians resolveu inscrever o zagueiro Robson Bambu no Campeonato Paulista nesta sexta-feira e vai levar o jogador para partida contra o Botafogo-SP, pela oitava rodada da competição. Ele ocupa a última vaga disponível na lista A do clube do Parque São Jorge para o torneio.

Bambu, que poderia ter sido aproveitado antes, estava em posição de espera por causa da acusação de estupro de vulnerável protocolada contra si na semana passada. Depois de depoimentos prestados por ambas as partes, no entanto, o clube entendeu que o atleta está livre para ser aproveitado. Ele nega o crime (veja mais abaixo).

Bambu se junta a Gil, João Victor e Raul Gustavo entre os zagueiros inscritos para a competição - além deles, o também reforço Bruno Melo chegou ao Timão pela capacidade de atuar como lateral ou zagueiro.

Com a lista completa, o clube agora só pode fazer mudanças para o mata-mata do torneio, que será realizado entre o fim de março e o começo de abril. São possíveis quatro trocas entre os 26 nomes da lista principal.

Dentre os atletas que compõem o elenco, Danilo Avelar e Jonathan Cafu são os únicos que treinam e não podem ser aproveitados - ambos já não estavam nos planos do ex-técnico Sylvinho. A diretoria, inclusive, busca um novo clube para os jogadores atuarem durante esta temporada.

Vale lembrar que não é permitido que o clube faça substituições na lista até o início das quartas de final do estadual. O Meu Timão, aliás, explicou todos os detalhes e informações relevantes sobre as duas listas de inscritos do Paulistão aqui.

Confira os jogadores inscritos na Lista A

Confira os jogadores inscritos na Lista B

Entenda o caso de Robson Bambu

O caso aconteceu na quinta-feira, 3 de fevereiro, no dia seguinte à derrota do Corinthians para o Santos, que culminou na demissão de Sylvinho. Robson Bambu, ainda sem ser inscrito pelo Timão no Paulista, esteve com um amigo (apelidado de Pezinho) e duas mulheres numa casa noturna no bairro do Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo.

O jogador do Corinthians afirma que chegou ao lugar próximo da 1h da manhã, tendo ficado em uma mesa reservada no palco da casa noturna. De acordo com Robson Bambu, ele arcou com as contas das pessoas que estavam com ele. O atleta alegou que houve consumo de vodka, energético, licor e água, mas nega que os quatro tenham ficado embriagados. Depois disso, todos foram para um hotel.

No relado de Robson Bambu, o jogador foi para o quarto com a amiga da garota que o acusou por estupro por volta das 6h30 da manhã. A segunda mulher (que acusa o jogador) ficou em outra suíte, com o amigo do atleta. Ambos relatam terem mantido relações sexuais de maneira consensual. A partir daqui, as declarações têm versões distintas.

Em seu depoimento, Robson Bambu disse que precisava ir com seu amigo, Pezinho, assinar um contrato de locação de um apartamento (o jogador, que estava no Nice, da França, busca moradia em São Paulo). Dessa forma, o atleta afirma ter tentado ligar duas vezes para o quarto do colega, às 10h38 e 10h44, mas não foi atendido e que, por isso, decidiu ir até o quarto de Pezinho, onde passou cerca de dez minutos.

O jogador relata que viu a mulher deitada na cama ao entrar no quarto. Segundo ele, ela estava coberta e parecia estar acordada por estar se mexendo. Segundo o zagueiro, ao saber que eram 11h da manhã, a mulher ficou nervosa e reclamou que perderia R$ 300 de um trabalho para o qual havia sido contratada naquele dia - Robson Bambu ainda afirmou que ela já tinha falado sobre esse compromisso horas antes, quando estavam indo para a casa noturna.

Robson Bambu alega não ter tido desentendimento com a mulher dentro do quarto. A discussão teria acontecido quando ambos foram à suíte em que o jogador passou a noite com a amiga da denunciante, que ainda estava dormindo.

A mulher que acusa o jogador teria tentado acordar a amiga jogando água nela, mas foi contida. Na sequência, ainda de acordo com o zagueiro, ela o acusou de estupro, dizendo que ele teria colocado a mão nas genitais dela. O jogador nega ter praticado qualquer violência sexual.

Veja mais em: Robson Bambu e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • No acordo o Corinthians segue possuindo 90% dos direitos econômicos do meia

    Melhor jogador da Copinha acerta renovação com o Corinthians com multa multimilionária; saiba tudo

    ver detalhes
  • O Corinthians fechou a preparação para a estreia na Copa do Brasil contra o Cianorte

    Corinthians encerra preparação para estreia na Copa do Brasil com mudanças no time titular; veja

    ver detalhes
  • Cássio voltou a treinar com o grupo nesta quarta-feira

    Corinthians atualiza quadro médico de Cássio e dupla de ataque antes da estreia na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Julio Suman deixou o CT do Corinthians após retornar ao clube; fisioterapeuta sai por divergências internas

    Outro membro do estafe deixa o CT do Corinthians após poucas semanas de trabalho; saiba o motivo

    ver detalhes
  • Rubão acabou chamando as atenções ao fim do Dérbi no último domingo em decorrência de um vidro quebrado na Arena Barueri

    Diretor de futebol do Corinthians usa imagem de Thanos e esclarece caso do vidro quebrado em Dérbi

    ver detalhes
  • Fabrício Oya era uma das principais joias do Corinthians entre 2017 e 2020, mas acabou tendo poucas chances no profissional

    Ex-joia relembra tempos de Corinthians ao Meu Timão e dá dicas a campeões da Copinha

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: