Boca Juniors comenta racismo contra torcida do Corinthians e pede cuidado com 'imagem do clube'

17 mil visualizações 47 comentários

Por Meu Timão

Em abril, torcedor do Boca Juniors cometeu ato racista na Neo Química Arena e foi detido; equipe argentina foi multada em 100 mil dólares

Em abril, torcedor do Boca Juniors cometeu ato racista na Neo Química Arena e foi detido; equipe argentina foi multada em 100 mil dólares

Victor Consoli /Meu Timão

Corinthians e Boca Juniors abrem a decisão por uma vaga nas quartas de final da Libertadores nesta terça-feira. Horas antes do confronto na Neo Química Arena, às 21h30, o clube argentino se pronunciou sobre os casos de racismo vindos de sua torcida.

"Antes de uma nova decisão contra o Corinthians, do Brasil, pelas oitavas de final da Libertadores, o Boca Juniors mais uma vez pede para que seus torcedores reflitam para viver o jogo com a paixão genuína que caracteriza os xeneizes e longe de todo tipo de manifestação", inicia a nota oficial do clube - veja na íntegra abaixo.

O Boca Juniors lembrou a punição recebida pelo clube da Conmebol na última sexta-feira. A entidade aplicou uma multa de 100 mil dólares ao time argentino, além de pedir que uma faixa contra o racismo fosse estendida na Bombonera.

"Essas partidas representam uma nova oportunidade de rejeitar qualquer ato xenófobo que viole os direitos de qualquer grupo e demonstram o aprendizado das tristes experiências que não causaram apenas danos à imagem do clube, mas também para a economia", completou o comunicado.

Em maio, a Conmebol anunciou mudanças em seu código disciplinar em razão do aumento de casos de racismo na Libertadores 2022. O documento prevê que as punições incluem multa de até US$ 100 mil (cerca de R$ 500 mil) e portão fechado do estádio (parcial ou totalmente).

Vale lembrar que casos de racismo vindo da torcida do Boca Juniors são reincidentes nesta Libertadores. No primeiro jogo da fase de grupos contra o Corinthians, na Neo Química Arena, um torcedor argentino foi detido pelo gesto de imitar um macaco em direção à Fiel. No segundo confronto, pelo returno, as cenas voltaram a acontecer em Buenos Aires. O Timão, inclusive, enviou dois ofícios à Conmebol cobrando medidas à entidade.

Confira na íntegra a nota publicada pelo Boca Juniors

No marco de uma nova série contra o Corinthians do Brasil, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, o Boca Juniors mais uma vez chama os torcedores a refletir para viver o jogo com a genuína paixão que caracteriza os xeneizes e longe de todo tipo de racismo manifestação.

Essas partidas, que serão disputadas hoje em San Pablo e na próxima semana em La Bombonera, representam uma nova oportunidade para rejeitar qualquer ato xenófobo que viole os direitos de qualquer grupo e demonstram o aprendizado das tristes experiências recentes, que não apenas causam danos ao imagem do clube, mas também para a economia.

Vale lembrar que a Conmebol apertou severamente as multas para os clubes participantes em casos de atos de racismo e a repetição desses comportamentos pode levar não só a maiores penalidades econômicas, mas também ao fechamento do estádio. Assim como por parte do clube, esse tipo de comportamento implica em uma ação grave que pode estar sujeita às mais severas sanções previstas no estatuto, como a expulsão na condição de sócio.

Veja mais em: Corinthians x Boca Juniors e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Diretoria do Corinthians precisa agir rápido para suprir a saída de Willian

    Diretoria do Corinthians já busca substituto para Willian; veja detalhes

    ver detalhes
  • Willian tem rescisão encaminhada com o Corinthians

    Corinthians e Willian acertam rescisão de contrato do jogador; saiba detalhes

    ver detalhes
  • Luan abriu o jogo e revelou que estava 100% fisicamente

    Luan afirma que estava 100% e diz não entender por que não estava jogando pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians goleou o São Bernardo fora de casa na estreia do Paulistão

    Corinthians atropela o São Bernardo e estreia com vitória no Paulistão Feminino

    ver detalhes
  • Santos foi julgado no STJD após infrações e agressão em jogo contra o Corinthians

    STJD pune Santos com multa e jogos sem torcida após violência em partida contra o Corinthians

    ver detalhes
  • Torcedores do Corinthians na rua que dava acesso ao setor de visitantes do estádio do Maracanã

    Corinthianos espancados no entorno do Maracanã falam ao Meu Timão; 46 flamenguistas são presos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x