Tite admite culpa em terceiro gol e desconversa sobre demissão

2.0 mil visualizações 0 comentários

Por Meu Timão

Tite é o alvo da fúria da torcida

Tite é o alvo da fúria da torcida

Abatido após a derrota contra o Santos por 3 a 1 neste domingo, no Estádio do Pacaembu, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Tite desconversou sobre uma possível demissão, não quis opinar sobre os pedidos das arquibancadas, que exigiam sua saída, e admitiu culpa no terceiro gol sofrido pelo Corinthians na partida.

"Com o 2 a 1 precisávamos de um jogador mais agressivo. Esse terceiro gol fica por conta do técnico com o sentido de buscar o resultado. Não considero o placar como goleada, mas sim de coragem nossa em buscar o resultado", disse o treinador. "Eu trabalho e devo a minha competência e a minha palavra às pessoas que me comandam. elas que me comandam", concluiu quando perguntado sobre uma eventual demissão.

No comando de Tite, o Corinthians sofreu cinco derrotas nos últimos sete jogos e despencou para o terceiro posto na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O time que venceu nove das dez primeiras partidas no torneio caiu de produção e conquistou apenas 35% dos pontos nos confrontos seguintes.

"Isso não assusta, mas requer uma reavaliação e retomada de rendimento", limitou-se a dizer. O treinador foi bastante criticado principalmente pela substituição de Willian, que fazia grande partida e incomodava o lateral-esquerdo Léo. Em seu lugar, ele promoveu a entrada de Jorge Henrique, que pouco produziu.

"O Jorge Henrique tem velocidade, o Willian fez um grande primeiro tempo, erramos no posicionamento. O início do segundo tempo não teve intensidade, ficamos aguardando para substituir e precisavamos de alguém no setor dele. A partir daí veio o desequilíbrio", explicou Tite. No terceiro gol santista, Alan Kardec aproveitou contra-ataque e finalizou para o gol de Julio Cesar, aproveitando o desvio da própria zaga corintiana.

O Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira em mais um clássico regional, desta vez contra o São Paulo, vice-líder da competição com 44 pontos. Com 43 e em terceiro, o time do Parque São Jorge precisa vencer para recuperar a ponta da tabela e ainda torcer para um tropeço do Vasco, líder com 45, que enfrenta o Atlético-GO em casa.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Zagueiro Bruno Méndez está há mais de um ano no Corinthians

    Fifa de olho: Corinthians tem até julho para pagar Wanderers; promessa é quitar nos próximos dias

    ver detalhes
  • Guerrero anotou o único tento da finalíssima do Mundial de Clubes de 2012

    Torcida do Corinthians lota publicação do Chelsea com ironias após lembrança de 2012

    ver detalhes
  • Como a torcida do Corinthians se divide por Léo Natel

    [Julia Raya] Como a torcida do Corinthians se divide por Léo Natel

    ver detalhes
  • Por que esses são os corinthianos mais odiados por Palmeiras, São Paulo e Santos?

    VÍDEO: Por que esses são os corinthianos mais odiados por Palmeiras, São Paulo e Santos?

    ver detalhes
  • Seguidos por milhões, por que nossos ídolos se calam?

    [Lucas Faraldo] Seguidos por milhões, por que nossos ídolos se calam?

    ver detalhes
  • Antes da pandemia do novo coronavírus, clube fechou 2019 com déficit de R$ 177 milhões

    Corinthians e outros clube devem ter 'dificuldades de entrar em campo' em 2021, alerta economista

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!