Diego
Diego

Diego Vieira

31 anos, de São Paulo

Torcedor do site número: 450.307

cadastrado desde 11/07/2014

Aqui é Corinthians

male

Atividade no Meu Timão

Ranking do Fórum

Faltam 7 posts para o Diego entrar no ranking do Fórum

Ver Ranking

Ranking de comentários

Faltam 48 comentários para o Diego entrar no ranking

Ver Ranking

2 Comentários

100% de aprovação

13 Posts

85% de aprovação

5 Tópicos

8.635 Visualizações

4.318 Views por tópico

Última atividade no site em 06/10/2018 às 09h49

Posts e comentários do Diego

Última interação no site em 20/09/2018 às 09h57

  • Diego

    Diego postou em Off topic, no tópico "Parabéns Digão!"

    há 2 anos

    Fora de contexto. Ele disse para entregar as carteirinhas quem está na gaviões por benéfico pessoal, por status e não pela luta da organizada.

    .'Ou seja, se está no Gaviões por interesses pessoais, status, para ostentar apenas uma camisa ou se beneficiar atrás de ingresso e pagar nas redes sociais que faz parte da maior torcida do Brasil, por favor, se retirem. Pode passar na VIP e deixem.as carteirinhas.'

    detalhes do post
  • Diego

    Diego postou em Off topic, no tópico "Parabéns Digão!"

    há 2 anos

    Não obrigou, apenas pontuou que esse candidato vai de encontro aos princípios da torcida.

    Até porque, não dá pra obrigar ninguém a votar em x ou y. O voto é secreto.

    detalhes do post
  • Diego

    Diego postou em Off topic, no tópico "Parabéns Digão!"

    há 2 anos

    Faz parte da democracia, kkkkk.

    detalhes do post
  • Diego

    Diego postou em Off topic, no tópico "Parabéns Digão!"

    há 2 anos

    Parabéns por trazer a tona o fato de muito Gavião ter se esquecido das raízes Corinthians, terem esquecido o próprio nascimento da gaviões da Fiel, terem se esquecidos dos princípios básicos da democracia, e por um ódio cego a um partido ou ex presidente, apoia um candidato antidemocrático.

    Parabéns por representar Sócrates, Wladimir, Zé Maria, e todos que se uniram contra o Regime Militar Ditatorial que assassinou milhares de brasileiros e brasileiras que pensavam diferente.

    Uma organização, que tem na sua origem os princípios republicanos e democraticos, que nasce pela luta de pessoas, pobres e apaixonadas pelo Corinthians, que buscavam ter voz e serem representar dentro do clube - tomado por playboys neoliberaizinhos que só querem beneficiar o próprio umbigo - não pode deixar que seus membros apoiem um candidato antidemocrático, que não respeita as diferenças, que quer sair matando quem pensa diferente, e que não quer escutar, sem saber que eles estão indo de encontro as origens da torcida e do time que leva no peito.

    Se vão mudar de voto, cabe a eles decidirem, pelos menos agora sabem que estão indo contra os princípios da organização e do próprio clube.

    Viva a democracia!

    Dia 29 será o dia D pela democracia:

    Https://m.facebook.com/events/308439589739131?acontext=%7B'ref'%3A'3'%2C'action_history'%3A'null'%7D&aref=3&ref=m_notif¬if_t=feedback_reaction_generic

    detalhes do post
  • Diego

    Diego postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Corinthianos, precisamos falar sobre Marielle Franco"

    há 3 anos

    Galera, entendo as críticas, mas acho que para entender o que se passa no país atualmente é necessário deixar essa polarização ' esquerda x direita ' de lado e pensar no que realmente aconteceu: Uma política, mulher, negra e gay, foi executada com 4 (QUATRO!) tiros na cabeça, no centro do Rio de Janeiro.

    Claro que muitas pessoas morrem, civis e policiais, dia após dia, mas a morte de Marielle é o sinal de que chegamos ao fundo do poço, e enquanto continuarmos com essa rivalidade idiota que só benefício os partidos, continuaremos morrendo aos montes, policias, brancos, negros e indigna - TODOS BRASILEIROS.

    Abraços.

    detalhes do post
  • Diego

    Diego postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Corinthianos, precisamos falar sobre Marielle Franco"

    há 3 anos

    Aos preguiçosos, para não falar que não avisei antes, esse texto fala sobre futebol e política, então se você é adepto da teoria daquele branquelo azedo do BBB, de que esporte não é lugar de política, nem perca seu tempo lendo o texto abaixo, e mude de time.

    ___

    Como muitos sabem, no dia 15 de março a vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, foram brutalmente assassinados. A vereadora levou 4 tiros na cabeça! Reconhecida por seu trabalho social de proteção dos direitos básicos da população pobre do Rio de Janeiro, era presidenta da comissão que iria investigar a Intervenção Militar no Rio de Janeiro, assim como tinha aberto uma denúncia contra o 41º batalhão da PM do RJ por crimes contra os direitos humanos, além de auxiliar familiares de polícias mortes na 'guerra' contra o tráfico.

    Mulher negra e pobre, da periferia, Marielle superou todas as estáticas, foi mão logo cedo, mas se formou em ciências sociais, foi a 5ª vereadora mais votado do Rio Janeiro, em sua primeira candidatura, com um caminho formidável pela frente, e foi assassinada por balas da Polícia Federal, o que leva a hipóteses de crime militar, provavelmente por homens da lei, homens que representam o interesse do Estado Brasileiro em calar preto e pobre, desde 1500.

    E o que a gente tem a ver com isso? Muito.

    O Corinthians é o time do povo, esse povo preto, mulato, branco e indígena, povo trabalhador que soa a camisa todos os dias, mata 10 leões por dia, sobrevive com um salário mínimo nesse campo de guerra em que se transformou o Brasil. Povo guerreiro que carrega o País nas costas.

    Esse time que lutou pela democracia, time de Sócrates, Casagrande, Wladimir, Neto, Ronaldo, que nunca baixaram a cabeça e sempre representaram a alma e a luta do trabalhador brasileiro em campo.

    Nas últimas década, esse time, que antes era um time regional, time de preto, time de bandido, time de pobre, acendeu e, mesmo com todas as adversidades do Brasil, conseguiu ter sua casa própria, conseguiu bater de frente como riquíssimo futebol brasileiro, se estabelecendo como um dos maiores times de futebol do planeta.

    O sangue do povo brasileiro corre em nossas veias, e renegar isso é renegar a história, renegar Sócrates Brasileiro, renegar Paulinho, ajudante de pedreiro, renegar Ralf, carregador de piano, renegar a história dos milhões de brasileiros, corinthianos ou não.

    Por isso, precisamos o simbolismo que foi a morte de Marielle Franco, que não foi a primeira nem será última, para dentro do estádio, para dentro do clube, independente da sua cor, da sua origem, da sua classe, do seu partido, chegou a hora de nós unirmos contra a casta de brancos engravatados que querem manter os seus benefícios, doa a quem doer (população brasileira).

    Isso é muito mais importante que Lula na cadeia, que a #[email protected]% da inflação, que a merda do auxílio moradia dos Juízo, que a #[email protected]% da Copa do Mundo.

    O futuro do Brasil está em jogo. Ou a gente se une ou estamos fodidos.

    Precisamos falar de Marielle. Precisamos falar dos milhares de pretos e pobres, policias e civis, que morrem aos montes nesse País, tudo por uma guerra que não é nossa, uma guerra criada e financiada pelo Estado, que não fiscaliza o tráfico de armar e de drogas, e elencou a sua população, de pobres e favelados, como inimigo número 1 da 'segurança', enquanto os brancos no poder roubam aos montes e se mobilizam para ficar fora da cadeia e manter seus privilégios.

    Está na hora de dar um basta nisso, e nós, corinthianos, temos a oportunidade de encabeçar essa luta.

    Não deixem eles, com essa campanha difamatória e de abafa geral, calarem a voz de Marielle, a voz de Anderson, a voz de todos os negros e negras, pobres que morrem aos montes todos os dias por conta de uma violência estatal, que criminaliza a pobreza, antes de criminalizar o crime organizado de Brasília.

    Está chegado a hora de escolhermos um lado. Torcidas Organizadas, uni-vos. Corinthianos, uni-vos. Povo Brasileiro, uni-voz.

    #VaiCorinthians

    Obs: Convido a todos a participarem do grupo no Facebook criado para discutirmos ideias e propor ações para o futuro do Brasil, e do Corinthians ( https://www.facebook.com/groups/731026733757472/ Log into Facebook | Facebook Log into Facebook to start sharing and connecting with your friends, family, and people you know. facebook.com facebook.com )

    detalhes do post
  • Diego

    Diego comentou na notícia: "Diretor do Sevilla sugere ter recebido 'promoção' por Arana: 'Custo bastante inferior ao estimado'"

    há 3 anos

    Acho que tem que primeiro se associar ao clube, ai sim consegue legitimidade para questionar isso, pedir a liberação e liberar para o público. Mas o mínimo que um time que se vende como time do povo deveria fazer é disponibilizar essas informações.

    detalhes do comentário
  • Diego

    Diego postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Romero dando aula de história aos brasileiros"

    há 3 anos

    O verdadeiro brasileiro, que se reconhece como brasileiro e não fica buscando ascendência europeia, não é preconceituoso.

    detalhes do post
  • Diego

    Diego postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Romero dando aula de história aos brasileiros"

    há 3 anos

    A GUERRA

    A Guerra do Paraguai foi o maior conflito armado internacional ocorrido na América do Sul.Foi travada entre o Paraguai e a Tríplice Aliança, composta pelo Brasil, Argentina e Uruguai. A guerra estendeu-se de dezembro de 1864 a março de 1870.

    O MOTIVO

    O Paraguai era liderado por um ditador de sobrenome espanhol que só entrou no Brasil pois o Império Brasileiro INVADIU o Uruguai, na época aliado do Paraguai, para ajudar fazendeiros gaúchos que tinham interesses em terras.

    Dom Pedro II, branco dos cabelos loiros, metade austríaco e metade português, buscando se afirmar como o grande Imperador, em um momento em que o movimento abolicionista começava a tomar força no Brasil e intelectuais brasileiros aspiravam à uma República livre, democrática e igualitária, aos moldes da Francesa e Americana, vê na guerra do Uruguai uma alternativa para fortalecer a figura do Império.

    FIM DA GUERRA

    Então, a Guarda Nacional, composta por negros, mulatos, mestiços, e escravos enviados por brancos de classe média sob a promessa de que quando voltarem seriam libertados, invadiu e dizimou o Paraguai, já que não parou a guerra até a morte de Solano Lopez.

    RESULTADO DA GUERRA

    PARAGUAI: destruição do Estado existente, perda de territórios vizinhos e ruína da economia paraguaia, de modo que mesmo décadas depois, não conseguiu se desenvolver da mesma forma que os vizinhos. Perdas na guerra: até 69% da população, a maioria devido a doenças, fome e exaustão física.

    BRASIL: a guerra expôs a fragilidade militar-estrutural do Império, devido à escravidão, principalmente, mas saiu vitorioso militarmente e fortaleceu sua hegemonia até 1875. Reflexos internos: desequilíbrio orçamentário e no Tesouro brasileiro, além da forte dissociação entre Exército e monarquia, devido ao sentimento de identidade que se construiu durante a guerra. Perdas na guerra: 50 mil homens, devido a doenças e ao rigor do clima.

    RACISMO PÓS GUERRA

    Após virar piada internacional, por se pintar como um País de Brancos mas ter em suas fileiras de guerra apenas negros e mestiços, com a vitória o Império Brasileiro inicia um política xenofobia e racista contra os Paraguaio.

    No século XIX, o jornal Paraguay Illustrado, produzido na corte de Dom Pedro II, apresentava charges que disseminavam estereótipos em relação ao país guarani e ao seu povo.

    Até hoje o Paraguai é pintado na mídia como um país ligado a falsificação e aos negócios escusos, além de ser apresentado como um país menos qualificado.

    A gíria Cavalo Paraguaio é uma alusão direta a Guerra do Paraguai, pois é uma gíria utilizada no futebol brasileiro para designar equipes ou jogadores que tenham uma boa atuação no começo de um campeonato, ou mesmo em uma partida, e a seguir decaem de modo a serem superados pelos demais.

    OPNIÃO

    Resta nítido que a Guerra do Paraguai foi boa apenas para uma pessoa: Dom Pedro II. O brasileiro, negro, mestiço, mulato e escravo, foi obrigado a lutar em uma guerra que não era dele, e morreu para fortalecer o Império e, consequentemente, manter o sistema escravocrata e racial, que tanto o prejudicava.

    O erro do ditador Paraguaio em invadir o País não justifica o massacre que foi feito em terras vizinhas, quando grande parte da população foi dizimada, e o estado Paraguai destruído.

    E ficar reproduzindo o racismo contra o Paraguaio não é uma maneira legal de conviver com nossos vizinhos.

    Somos um país racista, tudo por causa do maldito Império Branco Europeu, e isso precisa ser dito.

    Parabéns Romero! Você é o cara!

    detalhes do post
  • Diego

    Diego postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Coletivo Corinthians do Povo - Participe!"

    há 3 anos

    Bom dia parceria.

    Ontem fiz um tópico para manifestar meu descontentamento com a falta de transparência da gestões recentes.

    Por mais que nos últimos anos o Corinthians tenha sido campeão de tudo, cada vez mais vemos a contração de jogadores hipervalorizados, o pagamento de comissões exorbitantes a agentes de jogadores medianos, venda de porcentagem de jogadores da base a preço de banana, quase sempre para conselheiros e agentes ligados a Diretoria, falcatrua e mentiras na venda de jogadores...

    Enfim, tudo isso que vemos todos os dias, sempre em primeira mão aqui no MeuTimão.

    Infelizmente, com os títulos, estádio e valorizam da marcada, nós corinthianos entramos em uma zona de conforto, e assumimos um papel passivo de meros consumidores da marca Sport Club Corinthians Paulista.

    Nós esquecemos do principal, que a construção do Corinthians se deu pelas mãos de pessoas comuns, apaixonadas pelo futebol e pelo Corinthians.

    Temos que ter voz ativa, precisamos ter representantes dentro do clube e da gestão do clube, pois só assim conseguiremos mudar alguma coisa.

    Por isso estou criando, nesse primeiro momento no Facebook, o grupo de discussão Coletivo Corinthians do Povo, para àqueles que querem o bem do Sport Club Corinthians Paulista.

    A ideia é definirmos, dentro do grupo, pautas a serem apresentadas a direção do Corinthians, juntamente com um abaixo assinado, levando a direção o que nós como torcedores, e participantes do maior canal de comunicação sobre o Corinthians, queremos!

    Está na hora de voltarmos a participar da construção do Corinthians do Povo!

    Link do grupo para os interessados: https://www.facebook.com/groups/731026733757472/ Log into Facebook | Facebook Log into Facebook to start sharing and connecting with your friends, family, and people you know. facebook.com facebook.com

    Divulguem, compartilhem e participem.

    Vamos construir o Corinthians que queremos.

    Abraços,

    detalhes do post
`