Jorge
Jorge

31 anos , de São Paulo

Jorge Marques

Torcedor do site número: 315.452, cadastrado desde 07/03/2013

Eu Nasci Corinthiano

Sabe, eu nasci Corinthiano,
Podes Crer eu não me engano,
Já virou obsessão.

Desde que eu me entendo por gente,
Coloquei na minha mente,
Sou Fiel, sou Gavião.

Não adianta, vir fazer minha cabeça,
Aconteça o que aconteça,
Bato pé, não abro mão,
Eu não, eu não.

Eu sou valente,
Eu sou um bravo guerreiro,
E o Corinthians companheiro,
Mora no meu coração. (2x)

Quando tem jogo eu vou ao campo assistir,
Seja no Parque São Jorge, Pacaembu ou morumbi,
Se o jogo é fora, em qualquer canto do Brasil,
Pego a minha bandeira,
Tudo bem ninguém me viu. (2x)

É gostoso demais, tem sabor de mel,
É gostoso demais, tem sabor de mel,
Ser Coringão, e para sempre Fiel,
Ser Coringão, e para sempre Fiel.

Composição: Faet

male

Atividade no Meu Timão

Ranking do Fórum

7.622º lugar

Ver Ranking

Ranking de comentários

8.374º lugar

Ver Ranking

120 Comentários

79% de aprovação

143 Posts

76% de aprovação

55 Tópicos

23.644 Visualizações

4.729 Views por tópico

Última atividade no site em 12/02/2016 às 00h44

Atividades do Jorge no Meu Timão

Última interação no site em 12/02/2016 às 00h46

  • Jorge

    Jorge comentou na notícia: "Torcida leva faixas de protestos e sofre repressão da PM na Arena"

    há 4 anos

    Não vou perder muito do meu tempo com esses "torcedores profissionais". Direi apenas o seguinte: "Bando de desocupados; retardados!".

    detalhes do comentário
  • Jorge

    Jorge comentou na notícia: "Tite e Love esclarecem reação exagerada do atacante após substituição"

    há 5 anos

    O senhor Vágner tem que se recolher à sua devida insignificância. Por enquanto, ele não representa absolutamente coisa alguma dentro do time. Jogou bem algumas partidas? Sim, jogou. Está evoluindo? Sim, está. Mas pára por aí; o sujeito não fez nada pelo time ainda; precisa calar a boca e mostrar serviço. Caso contrário, vaza também; ninguém é melhor do que ninguém dentro do Timão, e isso tem ficado bastante claro. Quem pensar de maneira diferente, estará fora e não fará a menor falta. O técnico Tite não tem a menor obrigação de ficar perdendo tempo, consertando ou explicando situações. Quem não estiver satisfeito, cai fora!

    detalhes do comentário
  • Jorge

    Jorge comentou na notícia: "Cria do Corinthians critica Guerrero: 'No Bayern, era só mais um'"

    há 5 anos

    Discordo! Guerreno, no futebol Alemão, estava em franca decadência; muitas vezes, nem como reserva o sujeito figurava. Tudo o que o mercenário peruano é hoje, deve ao Sport Club Corinthians Paulista. E mais: "Guerrero e todo o seu malcaratismo é passado, página virada, bola pra frente".

    detalhes do comentário
  • Jorge

    Jorge comentou na notícia: "Presidente do Atlético-MG rebate sobre pedida de ingressos ao Corinthians"

    há 5 anos

    Dane-se a torcida do Atlético, e o "presidente" do clube mineiro, simplesmente, está mentindo! Trata-se apenas de um pretexto, cujo propósito é organizar pressões espúrias no segundo turno, no jogo de volta. Podem esperar; anotem o que estou dizendo.

    detalhes do comentário
  • Jorge

    Jorge postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Não queríamos o estádio? Não era nosso grande sonho? Agora, tem que pagar!"

    há 5 anos

    Também resumirei minha resposta anterior, repetindo a sugestão: 'Não tá satisfeito, muda de time'. Quer sentar no concreto, torce para o time do chiqueirão, torce para o time do panetone. Reclamar da Arena, pelo amor de Deus, é o fim da picada; é totalmente ilógico; não faz o menor sentido.

    detalhes do post
  • Jorge

    Jorge postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Não queríamos o estádio? Não era nosso grande sonho? Agora, tem que pagar!"

    há 5 anos

    Gustavo, não tá satisfeito, muda de Time. Reclamar da Arena é o fim da picada, e ponto final. Pra mim, me desculpe, mas você é apenas mais um modinha. Não faz a menor ideia do que foi suportar anos e anos de gozação pela falta de estádio, pela falta de um título da Libertadores. Eu torço pelo Timão, não torço pra jogador A ou B; pra dirigente A ou B. Todo time de futebol que tem a competência de erguer sua própria casa, após o encerramento da obra, encontra dificuldades. Isso é comum; isso é histórico; isso acontece no mundo inteiro. Quem tem um mínimo de conhecimento a respeito de bastidores de futebol sabe disso. Sugestão: 'Examine sua consciência, verifique se você é realmente corintiano; eu penso que não é. Sendo assim, repito, muda de time.

    detalhes do post
  • Jorge

    Jorge postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Não queríamos o estádio? Não era nosso grande sonho? Agora, tem que pagar!"

    há 5 anos

    1) - Famigerados CIDs: pergunte ao prefeito Haddad (são-paulino fanático e irresponsável nesse caso) sobre o porquê dele ter colocado tanto obste e tanto entrave no processo de liberação. Não é a diretoria do Corinthians que libera recursos da prefeitura, óbvio.

    2) - Bilheteria: se uma parcela da torcida já está reclamando dos preços atuais, imaginem se fossem praticados os preços iniciais do projeto financeiro e mercadológico os quais viabilizariam receitas maiores.

    3) - Naming Rights: em qualquer país do mundo, em qualquer área esportiva (sobretudo quando há envolvimento de grandes marcas, como é o caso do Corinthians) negociações de NRs (as bem feitas, que não comprometam o futuro do empreendimento - como umas e outras, envolvendo um tal time da Turiaçu) demandam tempo, ampla discussão e amadurecimento. No caso do Timão, existem várias empresas envolvidas. Portanto, há muita competição. O negócio precisa ser bem feito, bem amarrado e vantajoso para o nosso time.

    4) - Mentira: bem, cada um tem uma opinião bastante particular a esse respeito. Eu tenho a minha, você tem a sua, e por aí vai.

    detalhes do post
  • Jorge

    Jorge postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Não queríamos o estádio? Não era nosso grande sonho? Agora, tem que pagar!"

    há 5 anos

    Primeiro, obrigado pela participação. Lamento informar, amigo, mas o Pacaembu pertence à prefeitura; você faz alguma ideia do quanto custaria, da quantidade de entraves políticos que o Timão enfrentaria para viabilizar qualquer projeto dentro dessa linha de raciocínio, acabaria ficando infinitamente mais caro do que a construção da Arena. Quanto à fazendinha, sem comentários, pois não haveria como reformá-la; seria necessário derrubá-la, começar tudo de novo, criando dois projetos específicos de construção (primeiro derrubar e depois construir), refazer totalmente as fundações, ou seja, também acabaria ficando muito mais caro que a Arena. Se você quer arquibancada de cimento, vai lá para o chiquerião, para o panetone. Nosso estádio é uma das Arenas esportivas mais modernas de todo o mundo, e isso, ÓBVIO, é apenas motivo de orgulho para quem tem um mínimo de bom senso. De fato, eu nem precisaria estar aqui a explicar tudo isso, pois é a mais retumbante obviedade.

    detalhes do post
  • Jorge

    Jorge postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Não queríamos o estádio? Não era nosso grande sonho? Agora, tem que pagar!"

    há 5 anos

    Primeiro, obrigado por sua participação neste modesto debate por mim proposto. Então, vamos lá. Primeiro, a Fifa só faltou implorar para o Corinthians ceder o estádio, pois a Copa sem a participação do estado de São Paulo seria um fiasco (já que o time da Vila Sônia não teve competência, sequer, para reformar seu estádio); como venho dizendo em vários espaços, quem tiver algo de concreto contra o Andrés, que traga ao conhecimento da grande Nação Corintiana, mas, notem, eu disse provas concretas e não mexericos, insinuações, ilações, e, principalmente, artigos espúrios da mídia anti-corintiana.

    detalhes do post
  • Jorge

    Jorge postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Não queríamos o estádio? Não era nosso grande sonho? Agora, tem que pagar!"

    há 5 anos

    Quando digo que a nossa torcida precisa fazer a 'mea culpa', refiro-me, entre outras coisas, a um tipo de postura crítica precipitada e um tanto ilógica. Suponhamos que a diretoria decida fazer o que é certo e necessário no atual momento do Timão, ou seja, uma reformulação total que leve em conta a dispensa de todos os 'medalhões'. É óbvio que o time cairia de produção, pois com o elenco reformulado Tite (ou qualquer outro técnico) teria que reestruturar o time, criando uma nova equipe com novas soluções táticas e estratégicas; o grupo precisaria criar um novo modelo de entrosamento.

    E isso, lógico, demanda tempo. Pergunto, então: 'Será que nossa torcida viria com idiotices do tipo, 'Ah, precisamos de reforços; a culpa é do técnico; ganhou, mas jogou feio; temos a obrigação de ganhar campeonato A, B, C'...? '. No meu modesto entendimento, com a imprescindível reformulação, a palavra chave para a torcida será PACIÊNCIA. Pois, reformulado, o Timão precisará de tempo; não poderemos cobrar títulos este ano, nem em 2016, só a partir de 2017, e olhe lá.

    Não precisa entender de futebol para saber disso, pois é uma questão de lógica. Poderemos cobrar, sim, times fortes, competitivos, e que não corram riscos desnecessários na série A; poderemos cobrar, sim, em relação aos jogadores, atitude, disposição, garra e comprometimento, pois esse é o perfil tradicional dos jogadores que têm o privilégio de passar pelo Sport Club Corinthians Paulista.

    Por outro lado, não queríamos o estádio, não era nosso grande sonho? Pois aí está ele; belíssimo, um dos mais modernos do mundo! Acontece que isso não é de graça; agora, tem que pagar! Então, vamos acordar, pessoal; não dá pra construir uma das maiores arenas esportivas do mundo e, simultaneamente, montar um time repleto de 'grandes estrelas' como o Barcelona. Sabem qual é o nome disso? Arrogância. Portanto, acima de tudo, sejamos torcedores e não militantes de torcida.

    detalhes do post
`