Sócrates

Meia-atacante

Sócrates

Biografia

Doutor dentro e fora de campo, Sócrates foi o mentor da Democracia Corinthiana e definitivamente um dos maiores jogadores da história do Corinthians.

Jogador de muita técnica, muita classe e de uma inteligência incomparável, Sócrates é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial .

Chamado de “Doutor” não só pela forma com que tratava a bola, mas também por ser formado em medicina, Sócrates sempre foi um talento no meio de campo do Corinthians.

Sócrates entra para a história do Corinthians por ter feito a torcida aprender com ele dentro e fora das quatro linhas. De time pressionado pela falta de títulos (tinha acabado de sair da fila quando ele chegou) a um time que sabia esperar e jogava com o cérebro, esperando o momento certo para contra-golpear e com isso conquistar o paulista de 79 e o bi de 82/83 onde ele foi peça fundamental. Fora das quatro linhas ensinou a torcida do Corinthians (e o Brasil) o que era democracia, com a implantação da Democracia Corinthiana onde todos, do presidente ao roupeiro, tinham o mesmo peso nas decisões tomadas pelo clube.

Por ser um jogador diferenciado e com uma inteligência acima da média, Sócrates sempre teve uma visão de jogo incrível e sempre soube usar como poucos o calcanhar, dando passes que desconcertavam as defesas adversárias.

Sócrates ficou marcado pelas suas comemorações de gol, onde somente erguia o punho direito para o alto.

Por não ser um atleta na concepção da palavra, sempre ter bebido e fumado, Sócrates sempre se colocou como mais um. Uma pessoa normal, de carne e osso, cheio de erros, de defeitos. Talvez até por isso seja tão idolatrado por toda a fiel até os dias de hoje e sendo sempre lembrado como um dos maiores jogadores da história.

Sócrates ainda teve passagens por times da Europa e por outros times do Brasil e foi convocado para duas copas o mundo, a de 1982 (considerado por muitos o melhor time do Brasil pós copa de 70) e a de 1986.

Relembre de outros ídolos que jogaram no Corinthians

O que você mais lembra do Sócrates no Corinthians?

  • 1000 caracteres restantes
veja mais fechar

Mais ídolos

Liedson

Liédson atuou pela primeira vez no Corinthians em 2003, voltou em 2011 e marcou seu nome na história do clube.