A justificável cautela de Jair para a 'última troca'

Andrew Sousa

22 anos, acadêmico de Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

ver detalhes

A justificável cautela de Jair para a 'última troca'

A justificável cautela de Jair para a 'última troca'

Volante Douglas tem sido o nome mais questionado entre os titulares de Jair

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

5.3 mil visualizações 79 comentários Comunicar erro

Embora ainda dê seus primeiros passos no Corinthians e não tenha acumulado atuações espetaculares, Jair vem agradando a Fiel em suas escolhas. Com Roger sacado e a volta do 4-2-4 para o embate deste domingo, às 16h, diante do Internacional, muitos destacaram a proximidade da escalação alvinegra com o considerado "time ideal".

E levando em conta tudo que tenho lido aqui no Meu Timão e na internet como um todo, parece consenso entre os corinthianos: "só falta uma troca". Não, não estamos falando de Pedrinho, antes muito cobrado entre os 11 titulares. Na visão da torcida, é o chileno Ángelo Araos quem pede passagem.

O clamor, porém, não é pura e simplesmente pelas boas aparições do meia. A principal motivação para os pedidos tem nome e sobrenome: Douglas Augusto. Contratado para suprir a saída de Maycon, o volante ex-Fluminense não agrada a Fiel até aqui e é constantemente questionado.

Ressalto que concordamos nisso: Douglas não está desempenhando seu melhor nível. Porém, é mesmo a hora de apostar em Araos? Sim, apostar. Embora tenha alguns bons momentos, Ángelo tem apenas um grande jogo pelo Corinthians, é novo e ainda vive processo de adaptação.

Entendo que Jair sabe o potencial do garoto e até quer utilizá-lo entre os titulares, mas não agora. O Timão tem um único compromisso antes de encarar o Flamengo, no jogo mais importante do ano, pela Copa do Brasil.

No Rio de Janeiro, o novo mandatário alvinegro escalou três volantes para atrapalhar a vida do qualificado setor de meio campo do Flamengo. Na Arena, a tendência é usar apenas dois nomes por ali. É aí que entra a necessidade de apostar em Douglas - que foi bem no duelo do Maracanã.

Mais rodado, o canhoto tem característica mais combativa que o chileno. Sim, Araos também colabora defensivamente, mas ainda comete faltas bobas - como contra o próprio Flamengo, quando entrou no decorrer da partida. Imposição física, em um jogo de semifinal, também tem sua importância.

Além do combate, Douglas parece compor mais o setor do que Araos, que, naturalmente, tem vocação ofensiva e, por vezes, não poderá cobrir os laterais - sobretudo Danilo Avelar, no lado esquerdo. O volante ainda tem algumas estatísticas ao seu lado: tem o alto índice de 93% de aproveitamento dos passes, já efetuou bons 21 desarmes no Brasileirão e cinco interceptações.

Nesse bolo, cabe ressaltar que Douglas já demonstrou alto nível no Fluminense, sendo desejado pelo mercado europeu e peça fundamental na Seleção Brasileira Sub-20. Jair sabe disso e, potencializando a parte coletiva, pode recuperar esse jogador. Não vale a pena desistir tão cedo.

Por tudo isso, é hora da Fiel ter calma. O ex-jogador da Universidad do Chile é bom e já demonstrou isso, mas não estamos falando de um super-craque consolidado. Cobrar a titularidade a todo custo de alguém que ainda precisa ser lapidado, ainda mais em momento tão importante, é perigoso. Lá atrás, Pedrinho passou por isso.

Araos naturalmente tende a ganhar a posição de Douglas. Porém, estou com Jair. Deixa isso pra depois de quarta-feira. Até lá, fiquemos sem a última troca para chegar ao 11 ideal. Douglas pode ser importante contra o Flamengo. Acredite.

Veja mais em: Douglas Augusto e Jair Ventura.

Coluna do Andrew Sousa

Por Andrew Sousa

21 anos, acadêmico de Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

O que você achou do post do Andrew Sousa?

  • 1000 caracteres restantes