Laterais devem ser protagonistas em decisão: um motivo ainda maior para Piton ser titular

Andrew Sousa

23 anos, acadêmico de Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

ver detalhes

Laterais devem ser protagonistas em decisão: um motivo ainda maior para Piton ser titular

Coluna do Andrew Sousa

Opinião de Andrew Sousa

4.0 mil visualizações 36 comentários Comunicar erro

Laterais devem ser protagonistas em decisão: um motivo ainda maior para Piton ser titular

Lateral chega com mais força ao ataque e pode ser essencial para triunfo

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O técnico Tiago Nunes mantém o mistério em torno da escalação do Corinthians para a decisão desta quarta-feira, contra o Guaraní. Nas redes sociais, pipocam informações sobre mudanças surpreendentes na equipe: Sidcley, Vagner Love e Pedrinho seriam as novidades.

Se a possibilidade se confirmar, o desenho do que deve ser a partida fica ainda mais claro. Pelos lados do campo, Love e Pedrinho costumam, por característica, centralizar as jogadas - com e sem a bola. Nesse momento, o corredor fica aberto e pede a passagem dos laterais.

Como se isso não bastasse, o Guaraní mostrou no Paraguai uma grande qualidade: consegue compactar duas linhas na entrada da área e interditar com eficiência a parte central do ataque adversário. Ou seja: são dois indicativos fortes do protagonismo de Fagner e, provavelmente, Sidcley na partida decisiva.

Por tabela, isso também se transforma em argumento contra a possível escolha do treinador. Se os lados do campo vão ser a principal válvula para o Timão chegar, porque apostar em alguém que visivelmente não tem físico para chegar ao fundo com frequência?

Lucas Piton assimilou bem a ideia de Tiago Nunes e vem atuando bem desde o início do ano. Bem fisicamente, o garoto chega com eficiência no ataque e consegue recompor com mais velocidade - o que deve ser necessário, já que os paraguaios vão explorar o contra-ataque com seus pontas.

Já está batido e nem é produtivo ficar criticando antes de uma decisão, mas Lucas Piton precisa ser o titular na Arena. Se não for, imagino que Tiago tenha que queimar uma substituição durante a partida, perdendo a chance de colocar outras alternativas dentro de campo.

Corinthians e Guaraní se encaram às 21h30, na Arena. Para avançar, a equipe alvinegra precisa vencer por dois ou mais gols de diferença.

Veja mais em: Lucas Piton, Sidcley e Fagner.

Coluna do Andrew Sousa

Por Andrew Sousa

23 anos, formado em Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

O que você achou do post do Andrew Sousa?