Obrigado, Nação!

Corinthian-Casuals

Aqui no Blog do Corinthian-Casuals você encontra o dia a dia do clube que originou a criação do Sport Club Corinthians Paulista.

ver detalhes

Obrigado, Nação!

Coluna do Chris Watney

Opinião de Corinthian-Casuals

22 mil visualizações 128 comentários Comunicar erro

Obrigado, Nação!

Corinthian-Casuals voltou para casa - será que tudo foi um sonho?

Foto: Stuart Tree / Corinthian-Casuals

O contador em nosso site www.casuals39.com agora diz: 0 dias, 0 minutos e 0 segundos. A partida histórica virou só uma memória e o Corinthian-Casuals voltou para casa em Londres - será que tudo foi um sonho?!

As palavras não podem expressar o tamanho de nosso agradecimento a todos. Ao departamento de futebol do SC Corinthians Paulista por aceitar realizar o jogo, ao departamento de marketing por organizar um evento como esse e aos torcedores por nos apoiar em cada passo que demos desde que essa jornada começou, em maio de 2013.

Essa semana foi melhor do que jamais poderíamos esperar - tudo foi tão emocionante - e eu sei que ela tocou profundamente os jogadores mais do que qualquer um deles podia imaginar…Quando nós chegamos em São Paulo, a recepção no aeroporto foi algo surpreendente, o apoio foi de tirar o fôlego do momento em que pousamos e quando voltamos do Rio, na quinta, eu e Danny Bracken ainda recebemos um bolo de aniversário e chapéus pelos nossos aniversários.

As visitas ao Hospital Santa Marcelina e ao centro de treinamento KFC foram ambas experiências que os jogadores nunca esquecerão. Para nós, sermos capazes de tocar a vida de crianças é simplesmente incrível. Os jogadores ficaram fascinados pelo quanto isso significou para aquelas famílias nós nos encontrarmos com eles, e nós ficamos em lágrimas quando descobrimos que uma de nossas camisetas autografadas, leiloada em setembro, foi capaz de levantar dinheiro suficiente para curar uma menino de um câncer na coluna! Esses foram os momentos mais importantes que o Corinthian-Casuals leva pra casa!

A partida foi muito além de nossas expectativas… E nós conseguimos jogar, né? Passamos algum tempo com os jogadores no CT e tivemos a polícia nos escoltando no ônibus do Corinthians, e depois encontramos a viúva de Sócrates no vestiário… isso não é nada comum em uma partida do Corinthian-Casuals!

Caminhar com os ambos times e o mascote para o campo é algo que não esquecerei - o som da multidão era mágico e nós entrávamos no campo com as faixas em memória de Sócrates… Nós ouvimos os hinos e eu lembro pessoalmente de ver minha mãe tirando fotos de seu assento e de ouvir Jason Turley cantar muito desafinado ao meu lado.

O jogo foi melhor do que esperado, e nós jogamos tão bem o primeiro tempo… Danny Dudley e Joe Hicks se doavam ao máximo, Danny Bracken esteve brilhante como sempre, Carl Wilson-Dennis ganhou cada bola alta no ataque e Danny Green parecia confortável contra Emerson Sheik… nós realmente fizemos nossa parte muito bem e chegar aos 75 minutos segurando o empate em 0x0 foi muito além de nossas expectativas.

Os gols foram todos uma vergonha. O primeiro foi na verdade um gol contra, um jeito muito triste de tomar um gol. Eu acho todos nós teríamos aplaudido um gol de quase 30 metros de distância, no canto superior - mas esse, para nós, foi uma vergonha. No segundo, nosso lateral-direito não seguiu a linha e a acabou deixando todo mundo em condição, e o terceiro… bom, o terceiro poderia ter sido diferente.

Ver Danilo e Jamie Byatt trocar de camisas me deixou arrepiado. Jamie jogando pelo SCCP foi algo mágico. Ele mereceu tanto aquele momento, ele trabalha tão duro e é tão honesto e humilde, e agora alcançou o um status de lenda do Casuals por tantos anos de trabalho duro. Ele é um construtor, por profissão… na terça-feira ele estará de volta cavando um buraco e dirigindo uma escavadeira na construção que ele trabalha… e pensar que no sábado ele estava jogando no ataque pelo Corinthians Paulista é algo até difícil de compreender - como isso aconteceu?!?

Quando o cruzamento chegou para ele, eu estava no lado esquerdo pensando “Vai lá Jamie, faça isso, se transforme em um herói…”, porém, como nós sabemos, não funcionou exatamente com um conto de fadas… Mas isso é o futebol - você não pode escrever o script nem culpar outros jogadores. Apenas não era era para ser. A coisa mais incrível foi ele estar ali, usando a camisa do Corinthians e celebrando aquele com a torcida… num momento arrepiante, de tirar o fôlego: Jamie Byatt, jogando pelo Corinthians Paulista!

E então foi isso: acabou a partida, a turnê e a semana da nossas vidas chegou ao fim… e agora, é voltar à realidade. Voltar ao trabalho duro e aos 140 torcedores na semana que vem será duro. Mas nos voltamos com nossas malas cheias de memórias, momentos mágicos que nunca serão esquecidos, e para mim, pessoalmente, a expectativa é agora completar o filme e fazer algo que capture tudo o que nós passamos.

Eu gostaria de agradecer ao Danilo e Bela pelo apoio contínuo, Monica por toda sua inacreditável ajuda (ela é um anjo!), Mathieu, Daniel, Marie e Fabio por suas incansáveis horas e trabalho duro. E Ale e Maria no departamento de Marketing e o time de Comunicação do André Stepan por não somente fazer acontecer mas por - assim espero - terem se tornado meus amigos para toda a vida… e por último Andres Sanches e Luis Rosenberg por fazer tudo isso possível. Nós compartilhamos algo verdadeiramente especial e histórico, a partir de algo que parecia só um sonho louco no começo, distante e remoto.

Nós do Corinthian-Casuals amamos vocês mais do que vocês podem imaginar e estamos honrados por ter estado ao seu lado. Nós voltaremos algum dia, para outra festa incrível… talvez eu deva reiniciar o contador!

Vai Corinthians!

Coluna do Chris Watney

Por Chris Watney

Jogador do Corinthian-Casuals desde 1999, Chris esteve na passagem do clube aqui no Brasil em 2001. Hoje Chris também trabalha como diretor comercial e de marketing do Corinthian-Casuals.

O que você achou do post do Chris Watney?