Eu não imaginava

Danilo Augusto

Corinthiano e programador dedicado que tem um orgulho imenso de ter criado essa comunidade chamada Meu Timão.

ver detalhes

Eu não imaginava

Coluna do Danilo Augusto

Opinião de Danilo Augusto

22 mil visualizações 267 comentários Comunicar erro

Eu não imaginava

Começo de 2009; reestruturação do Corinthians e início do Meu Timão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Era 2009, logo após termos conquistado o acesso a Série A. Acho que ninguém imaginava o que estava por vir nos próximos seis anos. Por outro lado, acredito que ninguém torceria menos para o Corinthians se o sucesso que tivemos não fosse tão grande. Eu sou um deles. E na época, sem pretensão nenhuma criei o "Notícias do Corinthians" naquele mesmo ano, antes mesmo da conquista do Paulistão e da Copa do Brasil.

Era um hobby, eu sou programador e fazia isso nas horas vagas. Eu trabalhava fora e fazia horas extras para ajudar nas contas de casa, mas não deixava de ir no estádio ver os jogos do Corinthians. Morava no centro de São Paulo, costumava ir andando para o Pacaembu. Dá até saudade de lembrar.

Como todos sabemos, o time foi se acertando de lá pra cá, dentro e fora de campo. Paralelamente ao sucesso do Corinthians, meu pequeno projeto crescia. O que era um hobby meu, passou a ser um canal de muitos corinthianos. Em 2010, 100 mil pessoas entravam no site todo mês.

Em 2011, paguei um designer, do meu bolso, e ele refez todo o visual do site. Trabalhei várias madrugadas para fazer a nova versão, dividindo o tempo entre o site e o trabalho. Depois de uma enquete, mudamos o nome para "Meu Timão". O Corinthians recompensou o esforço: dois dias depois, metemos aquele 5x0 no São Paulo, inesquecível.

Em 2012, já era insano. O site já tinha o fórum, comentários, eram 500 mil torcedores acessando o Meu Timão. Exigia demais de mim, eu trabalhava numa agência de publicidade das 10h às 20h, e, quando voltava pra casa, trabalhava no Meu Timão das 21h em diante. Ia até umas 2 ou 3 horas da manhã, todos os dias.

Mas trabalhar das 10h da manhã às 2h da madrugada, diariamente, não era algo muito saudável. Eu tinha que tomar uma decisão. Sair do trabalho ou abandonar o hobby? Não era uma escolha simples. Eu tinha um emprego muito bom, era bem pago para estudar tecnologia e testar o que eu achasse interessante. Chamavam o cargo de "Creative Technologist", não existem muitos no Brasil.

Mas eu fiz a escolha do coração. Escolhi minha paixão, meu hobby, "minha vida, minha história, meu amor". Só que eu não sabia se daria certo ou não, tinha pouca noção do que estava fazendo. Dois meses mais tarde, o Corinthians novamente me recompensou, agora com o segundo título mundial. Acho que nunca chorei tanto na minha vida quanto chorei naquele 16 de dezembro.

De lá pra cá, assim como no nosso time, o trabalho aqui foi se estruturando. Acertamos, erramos, mas profissionalizamos. Hoje meu antigo hobby conta com jornalistas, colunistas, moderadores, formando uma equipe de 10 pessoas. Cresceu tanto que tenho a honra de falar que somos considerados o terceiro maior site de esportes do país.

Olhando para trás, eu simplesmente não imaginava que tudo isso estaria por vir. No Corinthians: dois Brasileiros, um Mundial, uma Libertadores, uma Copa do Brasil e dois Paulistas. No Meu Timão, fomos de 1 torcedor (eu) para 2.5 milhões de corinthianos.

Mas sabe o que é foda, e só quem é Corinthians entende? É óbvio que eu me orgulho de tudo que deu certo, mas eu faria tudo de novo, sem saber se daria certo ou não.

Bom, meu nome é Danilo, sou corinthiano, sócio fiel torcedor, programador, e criei essa comunidade aqui que chamamos de Meu Timão.

Obrigado a todos e "Vai, Corinthians!".

Coluna do Danilo Augusto

Por Danilo Augusto

Corinthiano e programador dedicado que tem um orgulho imenso de ter criado essa comunidade chamada Meu Timão.

O que você achou do post do Danilo Augusto?