Ações que o Corinthians deveria ter feito quando a fase era boa

Danilo Augusto

Corinthiano e programador dedicado que tem um orgulho imenso de ter criado essa comunidade chamada Meu Timão.

ver detalhes

Ações que o Corinthians deveria ter feito quando a fase era boa

Coluna do Danilo Augusto

Opinião de Danilo Augusto

6.4 mil visualizações 71 comentários Comunicar erro

Ações que o Corinthians deveria ter feito quando a fase era boa

Diego Milito em seu jogo de despedida pelo Racing

Foto: Reprodução/TV

E ai nação corinthiana, tudo bem?

Hoje estava vendo programação de esportes aqui na TV e vi a despedida de Diego Milito no Racing. Foi bonito, o estádio lotado para vê-lo jogar pela última vez em casa. No minuto 22 (número de sua camisa), a partida foi paralisada para homenagear o atacante.

Para quem não viu, dá uma olhada no que foi.

Ai fiquei pensando: quais foram as última festas que o Corinthians fez? Lembrei do evento no Parque São Jorge na contratação de Ronaldo e da grande festa do centenário lá no Anhangabaú, respectivamente em 2009 e 2010.

E de lá pra cá?

Houve festa quando vencemos a Libertadores, o Mundial, mas nenhum evento muito marcante. Teve a invasão no aeroporto na despedida do clube rumo ao Japão, mas quem organizou não foi o clube, foi a torcida.

Até mesmo o Ronaldo Fenômeno, craque de renome mundial, se aposentou sem um jogo de despedida no Timão. Teve até a despedida da Seleção alguns meses depois, mas no Corinthians o que houve foi uma entrevista coletiva no CT. Bem fraco, sem graça, algo para jornalistas...

Pensando nisso, acabei lembrando de outra festa, que deixamos de fazer. O Barcelona, quando ganhou a Champions League, fez uma celebração absurda no Camp Nou. Produção linda, estádio cheio. Dá uma olhada no vídeo.

Agora pensa você, 90 mil torcedores, pagando 30 euros cada um, faz as contas aí... (Spoiler: 9.4 milhões de reais). De brinde, eles ainda tem a marca do clube exposta no mundo todo (eu mesmo vi passar e reprisar na ESPN Brasil).

Mas não precisamos ir tão longe para ver o desperdício de oportunidades. Ao invés de jogar contra o Figueirense pelo Campeonato Brasileiro num domingo a tarde, o Internacional fez uma festa digna para a re-inauguração do seu estádio. O clube não divulgou a renda da partida (estimo eu em uns R$10 milhões), mas 50 mil torcedores pagaram em 10 vezes o ingresso para o primeiro jogo do novo Beira-Rio. E sim, fizeram uma festa bonita.

É óbvio que agora a clima no Corinthians não é de festa, mas a ideia do post é refletir sobre oportunidades que estamos deixando de fazer. O prejuízo não fica só no bolso, ficam também lacunas na história do clube.

Espero que ao menos com o Danilo (final de 2017), o clube possa fazer algo equivalente a grandeza dele na história do Corinthians.

Veja mais em: Ações de Marketing.

Coluna do Danilo Augusto

Por Danilo Augusto

Corinthiano e programador dedicado que tem um orgulho imenso de ter criado essa comunidade chamada Meu Timão.

O que você achou do post do Danilo Augusto?