Talvez a maior carência do Corinthians não esteja no ataque

Giovana Duarte

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero, 23 anos e redatora do Meu Timão. Apaixonada, de alma e coração, por esportes e pelo Corinthians.

ver detalhes

Talvez a maior carência do Corinthians não esteja no ataque

Coluna da Giovana Duarte de Oliveira

Opinião de Giovana Duarte

5.9 mil visualizações 71 comentários Comunicar erro

Talvez a maior carência do Corinthians não esteja no ataque

Defesa do Corinthians sofreu 12 gols em 12 jogos

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Em 12 jogos, desde o início da temporada (e incluo aqui as partidas disputadas na Florida Cup), a defesa do Corinthians só não foi vazada em dois deles; curiosamente, nos clássicos contra Santos e São Paulo.

A situação atual é delicada, mas eu vejo um time com melhores atuações em relação às do ano passado, que cria mais oportunidades. Uma coisa é certa: os comandados de Tiago Nunes precisam finalizar melhor. Aliás, precisam finalizar certo.

Mas confesso que o que mais tem me preocupado é a defesa. Não é uma preocupação bizarra, em que o sinal de alerta precisa ser ativado o mais rápido possível. Mas, ao meu ver, a defesa, que por anos foi elogiada, tem estado muito exposta com o novo (e necessário) estilo de jogo. Pra mim, falta um volante verdadeiro, um volante raiz, com raça, que chama a responsabilidade, que não toma cartão... O esquema de Tiago Nunes precisava de um Ralf.

Para mim, não contar com o volante, que já estava em casa e que poderia ser uma grande solução em certos momentos, foi um erro. Com a presença de Ralf, imagino que Cantillo e Luan, por exemplo, poderiam jogar mais à vontade. O colombiano podendo flutuar melhor no meio de campo e o brasileiro chegando com maior liberdade para ajudar os atacantes.

Que fique claro: não acredito que tirar o Camacho, que vem fazendo boas partidas nesta passagem pelo Timão, seja o ideal. Mas, em determinados momentos, a equipe precisa de um volante que segure mais a bola, que não deixe a defesa carente de alguém que faça a cobertura com eficiência que Ralf fazia. Sem esse tipo de jogador, a defesa ficou à mercê dos contra-ataques, e nossos adversários, infelizmente, estão sabendo aproveitar isso.

Veja mais em: Elenco do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna da Giovana Duarte de Oliveira

Por Giovana Duarte de Oliveira

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero, 23 anos e redatora do Meu Timão. Apaixonada, de alma e coração, por esportes e pelo Corinthians.

O que você achou do post da Giovana Duarte?

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de Luiz

    Ranking: 7508º

    Luiz 187 comentários

    @douglasluiz230 em

    Sabe o que é pior nessa história do Ralf? Acho que ele saiu pela diretoria mesmo. E como o Tiago assumiu a bronca, agora todo mundo fica cobrando ele. Ralf foi mandado embora por ter enchido a cara na vespera do jogo no caso do acidente.

  • Foto do perfil de Rafael

    Rafael 2 comentários

    @rafael.zogbi.corona em

    Está na hora de superar... Virar a página... Trocar o disco... Parar de chorar pelo leite derramado..

    O Ralf é passado

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Gerson

    Ranking: 8915º

    Gerson 146 comentários

    71º. @anacleto em

    O Ralf não estava correndo os 12 ou 13 km por jogo conforme precisa o esquema do TN. O Ralf foi um dos maiores símbolos de jogador com perfil Corinthians, não pela técnica, mas pela luta pela dedicação, mas já estava lento, fora do peso e culminou com uma falta que para um jogador de futebol é quase que imperdoável. Encher a cara na véspera de um jogo e causar um acidente batendo o carro. Jogador de futebol sabe que enquanto exerce a profissão, infelizmente não pode se dar aos prazeres do álcool e das noitadas.

    Faltou sim um jogo de despedida com todas as honrarias!

  • Publicidade

  • Foto do perfil de Sérgio

    Ranking: 1134º

    Sérgio 1333 comentários

    70º. @sergio.libanori em

    Nosso principal problema é na criação de jogadas e no ataque sim... Filosofia do novo treinador é deixar a defesa um pouco exposta, mas fazer muitos gols. Para isso, deveriam dar para o Tiago um bom meia de criação e dois bons atacantes de velocidade. Não temos um bom meia de criação e jogadores como Yony, Janderson e Everaldo, são piadas de mau gosto.

  • Foto do perfil de Luciano

    Ranking: 3763º

    Luciano 432 comentários

    69º. @luciano.goncalves6 em

    Ralf e segura a bola no mesmo texto...kkkkk

  • Foto do perfil de Murilo

    Ranking: 1542º

    Murilo 1030 comentários

    68º. @murilomadruga em

    O Gabriel em 2017 fez o Corinthians não sentir muita falta do Ralf... Em 2019 até o momento em que ele foi ''vendido'' pros árabes, ele também estava engrenando... Inclusive foi no melhor momento do time no ano... Depois que voltou do negócio fracassado não jogou mais.

    Me negativem a vontade, mas com o Gabriel no elenco, o Corinthians tem alguém que pode fazer a do Ralf tranquilamente... Basta dar confiança e armar bem o time.

  • Foto do perfil de otavio

    Ranking: 899º

    Otavio 1556 comentários

    67º. @taviao em

    Reparem só a cara do Vagner Love, Só falta perguntar : O senhor já combinou com os caras?

  • Foto do perfil de Antônio

    Ranking: 7948º

    Antônio 173 comentários

    66º. @mosketa em

    Até quando vocês vão ficar chorando pelo Ralf?

    Se fosse tão bom assim, vários times estariam interessados, e não apenas a fortíssima ponte preta.

    Problema da defesa se chama Pedro Henrique!

  • Foto do perfil de Francis

    Ranking: 420º

    Francis 2766 comentários

    65º. @francis.mendes em

    Por um Ralf que seja o de 2020-2013 e o de 2017! O dos outros anos não...

  • Foto do perfil de Antonio

    Ranking: 103º

    Antonio 7016 comentários

    64º. @antonio.godoy.junior em

    Discordo Giovana não entendo porque alguns da crônica esportiva ainda teimam em achar que Ralf faz falta ao time, faria sentido ele com 7/8 anos a menos seu futebol já não rende como antes, é só lembrar dos jogos que atuou, no Rio levou um drible da vaca de Jorge, no futebol moderno ter um volante que só marcar já não serve, quando este jogava no time de Carille lembro que nós torcedores reclamávamos de Ralf por não ser um bom passador e agora que saiu o pedem de volta é muita incoerência, o que precisamos é de mais empenho por parte dos jogadores, mais vibração, vontade, garra suar mais em campo, pois é imperdoável o time jogar aquele futebol ridículo contra o Água Santa, Inter, Ponte Preta, caso tivessem marcado os gols perdidos estaríamos elogiando o trabalho de Thiago, falta VERGONHA NA CARA para alguns do elenco

x