Fagner é um erro de Sylvinho no Corinthians

Gustavo Lima

Estudante de jornalismo de 18 anos. Desde agosto de 2020 cobrindo o dia a dia do Corinthians nas redes sociais do Meu Timão.

ver detalhes

Fagner é um erro de Sylvinho no Corinthians

Coluna do Gustavo Lima Torres de Oliveira

Opinião de Gustavo Lima

33 mil visualizações 176 comentários Comunicar erro

Fagner é um erro de Sylvinho no Corinthians

Fagner em ação em partida contra o Atlético-MG, na Neo Química Arena.

Foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians

Fagner é um lateral excelente, isso não resta dúvidas. O jogador defende e apoia o ataque na mesma qualidade, o nível é sempre alto e consegue manter a constância por várias temporadas, além de, é claro, merecer uma vaguinha na Seleção Brasileira.

Sob o comando de Vagner Mancini, até a metade de maio deste ano, o lateral era muito mais ofensivo e efetivo no ataque corinthiano, e, com a mudança de formação no começo do mesmo mês, virou ala, ficando mais presente ainda no campo do adversário. No empate em 2 a 2 contra o São Paulo, no jogo que marcou a mudança de posição, Fagner ainda deu uma assistência para o gol que virou o jogo, marcado por Gustavo Mosquito.

O Corinthians ainda fez dois jogos após a demissão do antigo treinador, mas, por estar infectado com Covid-19, o lateral só voltou a campo na estreia de Sylvinho, contra o Atlético-GO (que, aliás, perdeu por 1 a 0). Foi a primeira partida que Fagner ficou sumido no ataque. O técnico optou por colocar o Ramiro caído pela direita para apoiar o Mosquito.

Depois daí, o torcedor tem que assistir os jogos do time 'com ódio' de ver o Fagner preso na defesa. É bizarro pensar que, antes de Sylvinho, ele fez nove jogos, um gol, deu duas assistências, e obteve média de quatro passes para finalização e pelo menos uma finalização por jogo. Hoje, no sob o comando de do treinador, o lateral tem 13 jogos, nenhum gol, nenhuma assistência, uma média de um passe para finalização por jogo e menos de três finalizações juntando todos os jogos que participou.

O técnico do Corinthians já disse em entrevista coletiva que não pretende 'liberar' o camisa 23 para subir: "O Gustavo, ele tem dado muitos cruzamentos, ele tem sido o penúltimo passe e entende-se que ele não necessita muitas vezes da passagem do Fagner. Muitas vezes ele necessita e nós já vimos o Fagner chegar e cruzar, hoje teve uma ou duas. No jogo da Chapecoense mais, outros jogos também. Mas, o Gustavo estando ali, o Fagner não há necessidade. Ao contrário, ele tem que construir para o Gustavo".

Mas Sylvinho também ponderou ao falar sobre ter, em alguma oportunidade, um jogador canhoto jogando no lugar de Gustavo Mosquito: "Pode ter um atleta amanhã ali canhoto para entrar e o Fagner fazer ultrapassagens ou um outro atleta ali que seja mais característica de meio-campo, que venha mais para dentro e abra o corredor para Fagner. Pode sim, está tudo aberto. Mas, hoje não. Hoje é o Gustavo ali e lembrando o que eu ia dizer, é que o Fagner vai para uma Copa do Mundo porque o Fagner aprendeu a defender na linha de quatro. O Fagner é completo, a gente tira dele o que nós pudermos, parte defensiva, construção de jogo, parte ofensiva e o último passe. O Fagner é um dos melhores laterais brasileiros, eu tenho certeza do que eu estou falando".

O Corinthians perde muito poder ofensivo sem o Fagner participando do ataque, ele fazia uma ótima dupla com o Mosquito, dava muito trabalho para os adversários. Espero que o treinador corinthiano veja esse grande erro que está cometendo na tática do time e mude isso o quanto antes. Creio que estaríamos melhor ofensivamente se o Sylvinho não insistisse nisso, pelo menos na direita, que hoje é o lado que o time mais tenta criar jogadas.

O que reforça a minha opinião foi a atuação do lateral na vitória contra o Cuiabá por 2 a 1, onde os dois gols do Corinthians saíram de jogadas onde houve sua participação no ataque.

E vocês, também acham que o Fagner deveria subir mais para o ataque? Comenta aí!

Veja mais em: Fagner.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Gustavo Lima Torres de Oliveira

Por Gustavo Lima Torres de Oliveira

Estudante de jornalismo. Desde agosto de 2020 cobrindo o dia a dia do Corinthians nas redes sociais do Meu Timão.

O que você achou do post do Gustavo Lima?

x