Corinthians acertou ao renovar com Fábio Santos

Jorge Freitas

Colunista esportivo do portal 'No Ângulo', este internacionalista é mais um louco do bando e busca analisar o Timão com comprometimento com a realidade e as necessidades do maior clube do planeta.

ver detalhes

Corinthians acertou ao renovar com Fábio Santos

Coluna do Jorge Freitas

Opinião de Jorge Freitas

7.4 mil visualizações 119 comentários Comunicar erro

Corinthians acertou ao renovar com Fábio Santos

Fábio Santos está mal, mas merece ter seu contrato renovado

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

A renovação de contrato de Fábio Santos com o Corinthians é um acerto da diretoria do clube. Embora as críticas ao lateral sejam justas, especialmente por sua dificuldade em subir ao ataque com maior frequência para ajudar Róger Guedes e aliviar a pressão do lado direito, seria injustificável a dispensa do jogador mediante o recente cenário que vivemos desde que Fábio voltou à equipe.

Na semana passada, escrevi uma coluna apontando as inúmeras deficiências do jogador e o quanto ele tem atrapalhado mais que ajudado a equipe, especialmente em jogos dentro casa quando precisamos buscar a vitória. Percebi que a maioria da Fiel concordava com minha opinião.

Apesar disso, para quem tem memória curta, vale lembrar que Fábio Santos estava relativamente tranquilo, com salários em dia, no Atlético-MG (clube que hoje briga nas três principais competições da temporada), quando foi procurado para ajudar o Corinthians na luta contra o rebaixamento.

"Você é maluco?", teria ouvido o jogador quando resolveu trocar o clube de Minas pelo Timão no final da temporada do ano passado.

"É difícil explicar para quem nunca viveu o Corinthians", justificou.

Não acredito que Fábio tivesse boas propostas de outros clubes grandes quando resolveu voltar para cá, mas é fato que veio por amor, não por obrigação. Chegou num momento conturbado, vestiu a camisa, marcou gols decisivos de pênalti, ajustou a defesa e foi fundamental na permanência do clube na primeira divisão.

Um ano depois, falar que o jogador deveria ser dispensado é muito fácil, mas não é justo. É completamente diferente de um jogador que já estava há algum tempo no clube e que, por envelhecer no término do seu contrato, escolha-se pela não renovação. No caso de Fábio, é diferente. Já contratado com idade avançada e em situação tranquila em seu clube da época, seria uma absurda ingratidão dispensá-lo depois dos importantes serviços prestados, como se ele fosse um zé ninguém dentro do clube.

E também nem seria apenas questão de gratidão. Fábio Santos não merece ser titular do Corinthians, mas ainda existem razões para ao menos fazer parte do grupo e compor o elenco.

Sobre o aumento de salário concedido, sim, parece inexplicável, mas é dos casos em que muito provavelmente já se deixa pré-acertado em caso de renovação quando o jogador aceita fechar um contrato de um ano com o clube.

O grande problema, na verdade, não está na renovação, mas sim no passado e no futuro da contratação de Fábio Santos.

Passado porque ele só voltou em razão das incontáveis atitudes erradas de Andrés Sanchez, que acertou uma folha milionária para o time brigar contra o rebaixamento, errou incontáveis vezes nas contratações de treinadores e jogadores e aumentou exponencialmente a dívida do clube. Estivéssemos em situação financeira sadia, com bom elenco e treinador, brigaríamos por títulos e não precisaríamos da volta de Fábio no ano passado.

E futuro porque, somente com ele, em claro declínio técnico e físico, não alcançaremos um bom desempenho no ano que vem, ainda mais se disputarmos a Libertadores, pois se o jogador não tem conseguido subir ao ataque com frequência e tem falhado na cobertura jogando uma vez por semana, imagina quando tivermos jogos importantes a cada três dias.

Mas será que essa diretoria de pouca transparência tem pensado na possibilidade de trazer um novo lateral?

Veja mais em: Fábio Santos e Diretoria do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Jorge Freitas

Por Jorge Freitas

Colunista esportivo do portal 'No Ângulo', este internacionalista é mais um louco do bando e busca analisar o Timão com comprometimento com a realidade e as necessidades do maior clube do planeta.

O que você achou do post do Jorge Freitas?

x