Parabéns, saudosa Maloca!

Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

ver detalhes

Parabéns, saudosa Maloca!

Coluna da Julia Raya

Opinião de Julia Raya

4.4 mil visualizações 38 comentários Comunicar erro

Parabéns, saudosa Maloca!

O torcedor corinthiano guarda boas memórias do Pacaembu

Foto: Gazeta Press

Há exatos 79 anos, no dia 27 de abril de 1940, era inaugurado o Estádio do Pacaembu, campo que foi a casa corinthiana durante muitos anos, e palco de grandes conquistas do Timão. Em homenagem à nossa “segunda casa”, quero relembrar 4 jogos importantes na história do Timão. Tenho certeza que você, torcedor, se recorda muito bem de dois dos quatro jogos que vou relembrar... mas e os outros dois?

Um do jogos no Pacaembu facilmente lembrado pela Fiel é o da Libertadores 2012 contra o Vasco. Na ocasião, o Timão venceu por 1 a 0. O jogo foi tenso, nervoso, dramático e o gol saiu no finalzinho, aos 42 do segundo tempo.

Em contra-ataque do Vasco, os corinthianos viram Diego Souza aparecer sozinho na cara de Cássio, mas viram o goleiro se agigantar e fazer uma defesa incrível e inesquecível. No fim do jogo, Paulinho foi o responsável por balançar as redes e classificar o Timão para a semifinal, levando os Fiéis à loucura. Quem também enlouqueceu foi Tite, que acompanhou os últimos minutos da partida junto com os quase 36 mil torcedores, diretamente da arquibancada, após ser expulso do banco de reservas.

Outro jogo que ficou na memória foi a final da mesma Libertadores. Contra o Boca Juniors, o Timão se sagrou campeão do torneio pela primeira vez e invicto.

Após empatar em 1 a 1 na Argentina, com gol de Romarinho, o Corinthians buscou a vitória no Pacaembu, que veio por 2 a 0, com gols de Emerson Sheik. Todo torcedor lembra do passe de calcanhar que Danilo deu para o primeiro gol de Sheik. Também lembram da roubada de bola do então camisa 11, para marcar seu segundo tento na partida. E é claro, a festa também foi inesquecível.

Mas o que nem todos lembram são os próximos dois jogos que vou falar.

Em 2005, Corinthians e Santos se enfrentaram no Pacaembu e o placar foi histórico. Na ocasião, Tevez marcou três gols para o Timão, que derrotou o rival da baixada santista por 7 a 1.

Já em 2011, o Pacaembu foi palco de mais um título corinthiano, o pentacampeonato brasileiro. Após empate por 0 a 0 com o rival Palmeiras, o Corinthians levantou a taça e fez por valer a vontade do ídolo Sócrates de “morrer em um domingo e com o Corinthians campeão”.

Parabéns, Saudosa Maloca, pelos seus 79 anos. Obrigada, Saudosa Maloca, por cada momento na história corinthiana e na minha história também.

Coluna da Julia Raya

Por Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

O que você achou do post da Julia Raya?