Um pouco da história entre Corinthians e Botafogo-SP

Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

ver detalhes

Um pouco da história entre Corinthians e Botafogo-SP

Coluna da Julia Raya

Opinião de Julia Raya

1.6 mil visualizações 20 comentários Comunicar erro

Um pouco da história entre Corinthians e Botafogo-SP

Sócrates é um dos elos entre os dois clubes

Foto: Arquivo Placar

Os clubes que entram em campo hoje têm uma relação que vai muito além do próprio jogo. Corinthians e Botafogo-SP se enfrentam antes de retomarem as Séries A e B do Brasileiro em partida que marca o primeiro teste de Carille após treinos durante a pausa da Copa América, e ela pode ser muito importante para o atacante Boselli. Mas o jogo de hoje não nos remete apenas a jogadores atuais do elenco corinthiano.

Como a página oficial do Corinthians no Twitter relembrou mais cedo, a equipe do interior revelou o atacante Sócrates, que deixou Ribeirão Preto e viveu grandes momentos no Corinthians, chegando até a Seleção Brasileira e o futebol italiano.

O Doutor, na verdade, chegou a São Paulo depois de seu ex-companheiro de clube no interior, Geraldão. A história conta que o ex-presidente corinthiano Vicente Matheus foi a Ribeirão Preto em 1975 motivado pelo bom momento que a equipe vivia e contratou Geraldão, que não manteve o mesmo desempenho no clube da grande capital. Matheus percebeu que isso se dava pela falta de Sócrates ao seu lado e três anos depois voltou ao interior e contratou o Doutor.

Com o manto alvinegro Sócrates foi campeão paulista em 1979, 1982 e 1983. Mas ele foi muito além de jogar (muita) bola. Sócrates juntou futebol e política e comandou o movimento da Democracia Corinthiana, que mudou completamente a relação entre o clube e os jogadores.

Já na história do confronto entre as duas equipes, além das diversas partidas por campeonatos oficiais e também em amistosos, quatro delas ficaram bem marcadas na história. Em 2001, as equipes protagonizaram a final do Campeonato Paulista, com vitória corinthiana por 3 a 0 no primeiro jogo e empate no segundo. Já em 2017, o encontro dos dois times se deu nas quartas de final do Paulista, com 0 a 0 no primeiro jogo e 1 a 0 no segundo - o Timão avançou para a semifinal e superou o São Paulo, seguindo para a final e vencendo a Ponte Preta no primeiro título do tri paulista.

O que poucos sabem é que no título paulista de 2019, o Botafogo-SP estava bem representado na Arena. O dirigente do clube, Adalberto Baptista, foi convidado pela FPF para assistir à final contra o São Paulo na Casa do Povo. Lá, ele foi bem recebido e propôs um amistoso entre os dois times para a inauguração de um novo setor do Estádio Santa Cruz, que foi confirmado para hoje.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians e História do Corinthians.

Coluna da Julia Raya

Por Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

O que você achou do post da Julia Raya?