Carille já nos mostrou que podemos acreditar nele

Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

ver detalhes

Carille já nos mostrou que podemos acreditar nele

Coluna da Julia Raya

Opinião de Julia Raya

4.5 mil visualizações 50 comentários Comunicar erro

Carille já nos mostrou que podemos acreditar nele

Carille prometeu uma melhora corinthiana e está cumprindo

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Antes da pausa para a Copa América, Carille prometia algo do qual muitos duvidavam, mas que vem se concretizando.

O treinador falava insistentemente que precisava desse período de pausa para treinar a equipe e que depois disso as coisas melhorariam. A imprensa colocava isso em dúvida. Durante a pausa, os resultados não vinham e Carille se justificava pela ausência de jogadores machucados (Everaldo e Clayson, por exemplo). A imprensa seguia duvidando. Mas ninguém esperava pelo que viria com o retorno dos jogos oficiais, principalmente pelos resultados e atuações durante os amistosos.

O saldo corinthiano durante os amistosos foi negativo, totalizando uma vitória e duas derrotas. Mas mais que os resultados, as atuações deixavam a desejar e o desempenho da equipe não agradava os torcedores (e eu me incluo nessa). A melhora não parecia estar tão próxima quanto o prometido, e o retorno dos campeonatos oficiais batia à porta do Corinthians.

No entanto, diferente do que todos imaginavam, a evolução prometida realmente aconteceu.

No primeiro teste a equipe corinthiana saiu com a vitória e mostrou certa melhora em campo. “Mas o jogo era contra o CSA em casa, quero ver o próximo contra o Flamengo”, muitos disseram. E aí se surpreenderam. A equipe jogou bem, abriu o placar, mas infelizmente cedeu o empate e anotou sua única 'não vitória' pós-Copa.

Em seguida, veio o teste da Sul-Americana. O primeiro jogo foi em casa e, com o apoio da Fiel torcida, o Timão bateu os uruguaios por 2 a 0. Depois, em Fortaleza, a equipe fez um bom jogo, mas parava na defesa adversária e demorou a abrir o placar - mas depois engatou logo três gols. E para fechar a sequência, superou o Montevideo Wanderers mais uma vez, agora fora de casa, por 2 a 1.

E nós, torcedores, preocupados com os amistosos...

Foram quatro vitórias em cinco jogos. 87% de aproveitamento. Por esse desempenho ninguém esperava. O Corinthians realmente melhorou, como prometeu Carille. O setor defensivo se aprimorou com a chegada de Gil, e o setor ofensivo, que era o mais debilitado, apresentou uma grande evolução.

Muitas das oportunidades ainda não são convertidas em gol, é verdade. A finalização realmente ainda deixa a desejar, mas o número de gols é bom e as chances e jogadas de perigo criadas aumentaram, e isso é nítido.

De acordo com o Footstats, o Corinthians foi o time com mais finalizações entre a 10ª e a 12ª rodada do Brasileirão e o quinto time no ranking de finalizações certas. Antes da pausa, a equipe ocupava a última colocação nos dois rankings analisados.

A imprensa duvidou de Carille mais uma vez, e mais uma vez ele mostrou que é capaz. Como quando assumiu o time e foi campeão paulista e brasileiro em 2017, e paulista em 2018 e 2019 (esse logo após seu retorno).

A questão é: Carille é capaz e já mostrou ser. A equipe iniciou bem esse segundo semestre, vamos aguardar os próximos jogos e torcer para que continue assim.

E por favor, vamos acreditar no Carille!!

Veja mais em: Fábio Carille, Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

Coluna da Julia Raya

Por Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

O que você achou do post da Julia Raya?