Teu passado é uma bandeira. Não aprenderam a lição?

Lucas Faraldo

Setorista do Corinthians desde 2014

ver detalhes

Teu passado é uma bandeira. Não aprenderam a lição?

Teu passado é uma bandeira. Não aprenderam a lição?

Zagueiro Fabio Ferreira, então corinthiano, contra o vascaíno Alan Kardec

12 mil visualizações 133 comentários Comunicar erro

O jogo deste sábado entre Corinthians e Vasco, em Itaquera, pela 35ª rodada do Brasileiro, me recorda com ares de filme de terror um roteiro de 11 anos atrás. Era 28 de novembro de 2007 quando o Timão acabava derrotado pelos cariocas no Pacaembu na penúltima partida daquela temporada e encaminhava ali seu inédito rebaixamento à Série B.

Isso para não falar na rodada final que nos espera no dia 2 de dezembro, contra o Grêmio, em Porto Alegre - mesma data, mesmo adversário e mesma cidade da queda de 2007.

Outra coincidência diz respeito à cadeira de presidente do Parque São Jorge, ocupada hoje pelo mesmo Andrés Sanchez de 11 anos atrás - numa situação distinta é bem verdade, até porque ali ele nem era situação, mas sim oposição num mandato tampão.

O que não é distinto, por mais estranho que possa parecer, é a negação à possibilidade de rebaixamento. Em 2007, prestes a completar seu primeiro centenário, o Corinthians era tido como "incaível". Caiu. E mesmo assim os que hoje representam o clube não enxergam a Série B como uma realidade plausível num cenário de bagunça extracampo e maus resultados dentro das quatro linhas semelhante ao de 11 anos atrás.

Nelsinho Baptista não acreditava no rebaixamento do Corinthians em 2007. Jair Ventura se nega a ver o rebaixamento como uma possibilidade para esta equipe de 2018.

O goleiro Felipe não acreditava no rebaixamento do Corinthians em 2007. Cássio também se nega a ver o rebaixamento como uma possibilidade para esta equipe de 2018.

A falácia de que time grande não cai parece ainda se sustentar no time grande que já caiu.

O passado, como diz o hino corinthiano, é uma bandeira. Bandeira essa que flamula em curvas assustadoramente semelhantes às de 2007. No momento presente, a questão que fica é: aprenderam a lição? Parece que não...

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Por Lucas Faraldo Knopf

Jornalista pela ECA-USP e ex-Esporte Interativo, Jovem Pan e Lance!. Hoje trabalha no Meu Timão. Autor do livro 'Impedimento - Machismo, racismo, homofobia e elitização como opressões no futebol'.

O que você achou do post do Lucas Faraldo?

  • 1000 caracteres restantes