Corinthians assina com a Caixa e pode ter o maior patrocínio do Brasil

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Corinthians assina com a Caixa e pode ter o maior patrocínio do Brasil

Corinthians assina com a Caixa e pode ter o maior patrocínio do Brasil

Acabou a novela, e a Caixa volta ao uniforme do TImão

Foto: Divulgação

O Corinthians assinou na manhã desta quarta-feira o patrocínio master da camisa com a Caixa Econômica Federal pelos próximos doze meses. A informação já foi confirmada pelo próprio clube no site oficial e nas suas redes sociais.

Depois de muito negociar com o banco estatal, o clube venceu a queda de braço. O valor é o mesmo do patrocínio anterior, terminado em fevereiro deste ano, de R$ 30 milhões.

Mas há uma diferença: desta vez o patrocínio é apenas para a parte do peito da camisa.

A Caixa aceitou pagar o mesmo valor e diminuir o espaço ocupado, deixando assim as costas e a barra da camisa livres para outras empresas.

O Corinthians espera conseguir assim mais R$ 18 milhões nestes outros espaços.

Além da Caixa, estão atualmente no uniforme do Timão as empresas Special Dog (calção), Winner Play (ombro) e TIM (números).

Com isso, a expectativa da diretoria de marketing do clube é que o uniforme corinthiano, com todos os patrocínios vendidos, chegue a um valor próximo dos R$ 70 milhões e se torne a camisa mais valiosa do Brasil.

A reestreia do patrocínio será já na próxima partida do Timão, contra o Red Bull, pelas quartas de final do campeonato paulista neste sábado na Arena Corinthians.

Coluna do Marco Bello Junior

Por Marco Bello Junior

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?

  • 1000 caracteres restantes