Marketing do Corinthians aguarda aval da CBF para usar verde no domingo

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Marketing do Corinthians aguarda aval da CBF para usar verde no domingo

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

8.8 mil visualizações 117 comentários Comunicar erro

Marketing do Corinthians aguarda aval da CBF para usar verde no domingo

Diretoria do Corinthians estuda opções de uniformes verdes para domingo

Foto: Reprodução / Twitter

O departamento de marketing do Corinthians está apenas aguardando um aval da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para definir o uniforme da partida de domingo contra o Cruzeiro.

Os diretores entendem que seja válido o uso da cor verde pela primeira vez na história para homenagear a Chapecoense.

Vários modelos de camisa já foram estudados e apresentados ao presidente Roberto de Andrade, que terá a palavra final.

Resta apenas o aval da CBF, que poderia sugerir uma homenagem em conjunto de todas as equipes da série A, o que inviabilizaria um plano individual do Timão.

Caso a entidade não interfira, o Corinthians não vê como problema o uso da cor pelos jogadores.

Pelo contrário. A resposta nas redes sociais foi muito boa após a homenagem em verde no site oficial do clube no dia da tragédia.

Não seria a primeira vez que o clube mudaria seu uniforme para homenagear um time vítima de uma tragédia aérea.

O Corinthians já homenageou o Torino, clube que passou por fato semelhante em 1949 quando um acidente matou 18 jogadores da equipe. O Timão entrou em campo quatro dias depois para enfrentar a Portuguesa usando uniforme grená.

Pela expectativa criada e pelo ineditismo do fato, será uma homenagem merecida, caso realmente aconteça no domingo na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja mais em: Acidente aéreo da Chapecoense e Ações de marketing.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?